Páginas

Amigos de Caaporã

SHOPPING LUX MAGAZINE

terça-feira, 18 de março de 2014

Mais de 57 mil novos casos de câncer de mama são estimados para 2014

Campanha educativa estimula a prevenção e detecção precoce da doença

No mês em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, um dado alarmante ainda preocupa muitas mulheres. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA), cerca de 57 mil novos casos de câncer de mama são estimados para 2014. Os dados fazem parte da publicação Estimativa 2014 – Incidência de Câncer no Brasil, lançado em parceria com o Ministério da Saúde.

O câncer de mama é o tipo que mais acomete as mulheres em todo o mundo, tanto em países em desenvolvimento quanto em países desenvolvidos, respondendo por 22% dos novos casos a cada ano. No Brasil, a doença é a mais fequente nas mulheres das regiões Sul (71 casos/100 mil), Sudeste (71 casos/100 mil), Centro-Oeste (51 casos/100 mil) e Nordeste (37 casos/100 mil). Na região Norte é o segundo tipo mais incidente (21 casos/100 mil).

Os dados revelam que as taxas de mortalidade por câncer de mama continuam elevadas, muito provavelmente porque a doença ainda é diagnosticada em estágios avançados. Segundo a médica ginecologista e mastologista do Hapvida Saúde, Nair Margotti, o risco de desenvolvimento do câncer de mama aumenta quando a paciente apresenta fatores de riscos, como histórico familiar. A ginecologista destaca a importância da realização da mamografia. Para a médica, esse é o melhor método para diagnosticar a doença em uma fase inicial, antes que ela se dissemine para outros órgãos. Nesse estágio, as chances de cura são de 90%. “Devemos ter atenção para a realização da consulta com o mastologista e a realização da mamografia anualmente a partir dos 40 anos de idade”, explica. 

A prevenção primária ainda é a melhor forma de combater a doença. Cerca de 30% dos casos de câncer de mama podem ser evitados por medidas como uma alimentação saudável, prática de atividade física regular e manutenção do peso ideal.

Segundo a fisioterapeuta Juliana Elias, da clínica Equilibra, o exercício físico é indicado não só na prevenção como também na recuperação das mulheres com câncer de mama, mas é preciso alguns cuidados. “Além de conversar com o médico para saber quando iniciar a atividade física após uma mastectomia, as pacientes devem buscar profissionais qualificados, que trabalhem exercícios adequados a cada fase de reabilitação pós-cirúrgica. Os movimentos devem focar o ganho de amplitude de movimento perdida após a cirurgia, equilibrando o trabalho de flexibilização e fortalecimento muscular”, alerta.

Para Juliana Elias, também é importante o profissional observar a resposta do exercício, ficar alerta a qualquer inchaço na região e ajustar o programa de acordo com a evolução da paciente. “O Pilates já pode ser iniciado assim que houver a possibilidade de movimento, pois irá trabalhar a reconexão desta mulher com o próprio corpo, a partir da respiração consciente e da percepção de cada movimento proposto. Neste método, a qualidade do movimento realizado promove uma reeducação e recuperação dos movimentos perdidos e da postura, levando ao resgate da autoconfiança e autoestima”, destaca a fisioterapeuta da Equilibra.

Campanha educativa

Com o intuito de alertar, prevenir e orientar as mulheres a respeito da importância do diagnóstico precoce do câncer de mama, o Paraíba Cap lançou uma campanha educativa em parceria com o Hospital Napoleão Laureano. O vídeo, com duração de quase dois minutos, traz o depoimento da médica mastologista Lakime Ângelo Mangueira Porto, que faz uma série de recomendações, destacando as principais armas de combate à doença, sendo a principal delas o diagnóstico precoce.

“Quanto mais cedo se faz o diagnóstico dessa patologia, mais chances de cura e de tratamento do paciente. As nossas armas são: o autoexame, o exame clínico com um profissional da área de saúde e a mamografia”, alerta a médica.

O vídeo faz parte do projeto “Minuto Cidadania” e pode ser conferido na internet, através do canal do youtube (https://www.youtube.com/watch?v=MezP-1DsaL8&list=UUUcQl63wh5-EwQ7NDnJVdfA). 

assessoria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários sobre as publicações nesse blog passarão pelo moderador e só publicaremos comentários de pessoas que estiverem devidamente identificadas e que não denigram a imagem de outrem.

VISITANTES

busca no blog