Páginas

Amigos de Caaporã

SHOPPING LUX MAGAZINE

quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

Sistema de ônibus rápido começa a ser implantado em março, em João Pessoa

Nilton Pereira, da Semob, diz que 2014 é o ano da mobilidade; CBTU planeja 1º VLT para maio
 Por Jornal Correio da Paraíba/Aline Martins
Reprodução/InternetModelo de BRT que circula em Curitiba-PR
Modelo de BRT que circula em Curitiba-PR
O ano da mobilidade urbana é 2014. Foi o que garantiu o superintendente executivo de Mobilidade Urbana de João Pessoa, Nilton Pereira. Na Capital será aplicado o projeto Bus Rapid Transit (BRT) que contemplará cinco corredores de maior fluxo de veículos. A previsão é que as obras comecem entre os meses de março e abril na Avenida Cruz das Armas. Já na Grande João Pessoa, o projeto Veículos Leves sobre Trilhos (VLT) modificará o transporte ferroviário. A estimativa é que a quantidade de passageiros cresça de 10 mil para 30 mil, por dia, com o novo transporte. O primeiro VLT chega à Paraíba em maio e, até dezembro, oito VLTs estarão em funcionamento na Capital, Bayeux, Cabedelo e Santa Rita. O investimento do Ministério das Cidades em BRTs e VLT passa dos R$ 300 milhões.

O projeto do BRT foi entregue à Caixa Econômica Federal (CEF) no final de dezembro e no começo deste ano se inicia o processo licitatório. Na Capital, cinco corredores de maior movimentação (Cruz das Armas, 2 de Fevereiro, Pedro II, Epitácio Pessoa e Tancredo Neves) foram contemplados com os terminais de integração do projeto. “Não tem um dia D, 2014 será o A da mobilidade urbana porque todo esse processo que a gente começou em 2011 de elaboração de estudos, busca de recursos do PAC da Mobilidade, o recurso que o Ministério das Cidades tem disponibilizado para os municípios e que a gente conseguiu aprovação, a gente agora vai começar a concretizar em 2014”, afirmou.

Os cinco corredores irão receber um tratamento de priorização do transporte público com faixas exclusivas, com as estações no canteiro central e na extremidade de cada um deles, vai ter um terminal de integração. “Vai ter também o Terminal de Integração Central. Então nós vamos fazer uma rede integrada de corredores que vai proporcionar muito mais facilidade e dá muito mais rapidez e conforto aos usuários e também criar uma alternativa importante para quem tem um carro porque o espaço vai ficar restrito para o carro e vai ser muito mais rápido você andar de ônibus do que andar de carro”, ressaltou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários sobre as publicações nesse blog passarão pelo moderador e só publicaremos comentários de pessoas que estiverem devidamente identificadas e que não denigram a imagem de outrem.

VISITANTES

busca no blog