Páginas

Amigos de Caaporã

SHOPPING LUX MAGAZINE

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

RC diz que aguarda decisão do STF, mas diz que não vai atender à Defensoria; ‘tratamento isonômico’

O governador Ricardo Coutinho (PSB), comentou em entrevista nesta quinta (19), que está aguardando a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), mas que não ‘altera muita coisa’ já que não pretende ceder às reivindicações da Defensoria Pública e apontou que vai tratar os poderes com isonomia.
Para o governador, o estado não tem como estar aumentando em 20%, 30%. “Isso não existe, todo mundo sabe disso, é preciso colocar o pé no chão, agir com realidade e com responsabilidade”, diz.
Coutinho comentou que se fosse atender à Defensoria, teria que dar o mesmo tratamento para todos os outros poderes.
“A Defensoria foi no meu governo que ela ganhou autonomia, não foi no de ninguém. Eu disse que faria e fiz. Agora a defensoria vai ter o mesmo tratamento que o poder judiciário, legislativo, o Tribunal de Contas, o Ministério Púbico e a UEPB. Não pode ser diferente, não tem para que ser diferente”, explica.
O governador destacou ainda que a Paraíba recebeu menos do Fundo de Participação dos Estados (FPE) que em dezembro do ano passado, o valor foi inferior até a novembro deste ano. “É completamente sem lógica e mesmo assim é um estado que cumpre todos os seus compromissos”, diz. O socialista reclamou que esse é um fato inédito, mas ressalta que está preparando a Paraíba para arrecadar mais em ICMS que o FPE.
“Fazer o orçamento não é só dizer ‘eu quero tanto’, porque todos iam querer e teriam legitimidade, mas a realidade é distante daquilo que cada um de nós principalmente o executivo precisa. Tem que saber trabalhar com aquilo que se tem”, conta.
As previsões de Coutinho são para curto prazo. “Em três anos eu vou ter uma Paraíba cujo ICMS será maior que o FPE. É a grande transição que estamos fazendo, investindo na economia local, atraindo empresas e gerando empregos (...) Para que cada vez mais a receita supere o FPE e vá libertando cada vez mais o nosso estado”, conclui. 

Marília Domingues / Fernando Braz

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários sobre as publicações nesse blog passarão pelo moderador e só publicaremos comentários de pessoas que estiverem devidamente identificadas e que não denigram a imagem de outrem.

VISITANTES

busca no blog