Páginas

Amigos de Caaporã

SHOPPING LUX MAGAZINE

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Roubo de veículos cresce 36% na PB e mais de 1.500 já foram roubados apenas este ano

Em 9 meses foram 1.546 carros furtados na PB, mais que o total de 2012; quase 40% não são recuperados
Por Bárbara Wanderley

Internet/ilustrativa
Carros roubados
Entre janeiro e setembro deste ano, 1.546 veículos foram roubados e furtados, na Paraíba, 36% mais do que o registrado em todo o ano passado (1.135). Só em setembro foram 205 roubos e furtos no Estado, sendo que 127 veículos foram recuperados (61,95%). Os dados são da Federação Nacional de Seguros Gerais (FenSeg).
O Delegado de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas, Canrobert Rodrigues, confirma o índice de recuperação. “Com certeza é por volta de 60% mesmo o percentual de veículos recuperados”, afirmou. Os criminosos têm, pelo menos, três objetivos: depenar e vender peças, usar os veículos para praticar delitos (roubos, sequestro...) ou ainda para cloná-los e vendê-los por até um quarto do que valem. E para não ser vítima do crime, o delegado diz que a primeira medida é não facilitar para os bandidos.
De acordo com o delegado, a maior parte dos carros que são roubados são crimes de oportunidade. “Às vezes a pessoa abre a garagem, depois percebe que esqueceu alguma coisa e demora a sair. O ladrão está passando na rua, vê uma pessoa com o carro aberto, a garagem aberta, ele vai lá e leva o carro”, explicou. Canrobert disse ainda, que geralmente os ladrões não possuem preferência por um modelo específico de carro, dando preferência ao que for mais fácil de levar. Essa facilidade pode envolver vários fatores, como: ausência de alarme, porta destravada, ausência de testemunhas no local, entre outros.

“Motos são mais roubadas”

Segundo ele, na maioria dos casos, os ladrões roubam carros para depenar. “Eles retiram estepe, rodas, som, é o que a gente chama de ‘capar’. Às vezes encontramos o carro depois, só que todo capado”, disse. Já no caso das motos, os motivos são outros. “As motos são mais roubadas para praticar delitos, é um tipo de veículo que torna a fuga mais fácil”, contou o delegado, completando que o número de roubos de motos chega a ser o triplo do de carros.

Portal Correio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários sobre as publicações nesse blog passarão pelo moderador e só publicaremos comentários de pessoas que estiverem devidamente identificadas e que não denigram a imagem de outrem.

VISITANTES

busca no blog