Páginas

Amigos de Caaporã

SHOPPING LUX MAGAZINE

terça-feira, 5 de novembro de 2013

Polícia desvenda morte de 'prostituta de luxo' em JP; Homem mascarou crime, fugiu e mudou de nome

Foi apresentado na manhã desta segunda (4) o homem acusado de matar uma garota de programa de luxo e abandonar o corpo dentro do carro no Jardim Oceania em março deste ano.
De acordo com a polícia, Jonathan Linhares Santana, de 38 anos, é acusado de ter planejado e executado Natália Clementino da Costa, de 25 anos, no dia 31 de maio deste ano. Ela foi encontrada morta por esganadura mecânica dentro do carro no bairro Jardim Oceania.
O acusado fugiu de João Pessoa e esteve em Patos e Fortaleza antes de ser encontrado em Brasília. Ele estava trabalhando em uma empresa de refrigeração usando o nome falso de Edson Santana.
Jonathan confessou o crime e afirmou que matou a mulher porque ‘gostava muito dela’ e a moça se recusava a deixar a ‘vida de garota de programa’, contudo a polícia descarta essa possibilidade afirmando que pela frieza do crime, o acusado é um ‘matador em série’ já tendo agredido a própria mãe e tentando matar outra garota de programa.
O crime:
De acordo com a polícia, Jonathan deixou o carro no estacionamento de um supermercado na região do bairro Manaíra e foi de taxi até um motel. No local ele ligou para Natália que chegou por volta das 4h no carro dela. O taxi deixou o homem no quarto 12, mas ele pediu para ser trocado para o 01. O acusado manteve relações sexuais com a vítima antes de matá-la e pediu absorventes ao serviço de quarto para encobrir o crime.
Depois de morta, Jonathan colocou o corpo dentro do carro da vítima e a deixou no Jardim Oceania onde foi encontrada, ele ainda jogou a chave do carro fora e fugiu. 

Marília Domingues / Washington Luis

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários sobre as publicações nesse blog passarão pelo moderador e só publicaremos comentários de pessoas que estiverem devidamente identificadas e que não denigram a imagem de outrem.

VISITANTES

busca no blog