Páginas

Amigos de Caaporã

SHOPPING LUX MAGAZINE

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Homens, jovens e pardos morrem mais por agressão na Paraíba

Número de homens mortos por agressão é 10 vezes maior que de mulheres. Foram 1.399 vítimas pardas, enquanto 76 eram brancas e 50, pretas.

Do G1 PB

Homens, jovens entre 20 e 29 anos e pardos são as maiores vítimas de mortes por agressão na Paraíba. Os dados foram divulgados nesta terça-feira (5) no meio do 7º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, do Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP). Segundo a pesquisa, o número total de mortes por agressão aumentou de 1.457 em 2010 para 1.619 em 2011.
Em 2011, 346 das vítimas tinham entre 20 e 24 anos. Em 2010, o número era ainda maior: 307. Também é destaque a faixa etária entre 25 e 29, que teve 295 morte por agressão em 2011.

Em relação à raça ou cor, as principais vítimas são os pardos. Foram 1.399 mortos em 2011. Enquanto isso, 91 das vítimas tinham cor ignorada, 76 eram brancos, 50 pretos, dois indígenas e um amarelo, de acordo com os dados do Anuário de Segurança Pública. Em 2010, o número de vítimas pardas foi um pouco menor: 1.311.

O número de homens mortos por agressão em 2011 é mais de 10 vezes maior que o de mulheres. Foram 1.476 vítimas, o que equivale a uma taxa de 80,4 por 100 mil habitantes. Enquanto isso, as mulheres foram 143 das vítimas, com uma taxa de 7,3.

Em 2010, as taxas eram menores. A do sexo masculino foi de 73,4, com 1.340 vítimas e a do sexo feminino de 6,0, com 117 vítimas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários sobre as publicações nesse blog passarão pelo moderador e só publicaremos comentários de pessoas que estiverem devidamente identificadas e que não denigram a imagem de outrem.

VISITANTES

busca no blog