Páginas

Amigos de Caaporã

SHOPPING LUX MAGAZINE

terça-feira, 19 de novembro de 2013

Adiamento do Júri no caso Manoel Mattos decepciona ministra e OAB na Paraíba

Presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB PB criticou a forma como a Justiça Federal dispôs réus e jurados no mesmo ambiente
 Por Redação com 98 FM
internetManoel Mattos
Manoel Mattos
O primeiro júri federalizado da história do país, na Justiça Federal em João Pessoa, começou às 9h desta segunda-feira (18), mas teve que ser adiado para o dia 5 de dezembro porque o quórum mínimo de 15 jurados, que inclui os suplentes, não foi alcançado em razão de pedidos de dispensa por parte dos convocados. O Conselho de Sentença do julgamento será formado por sete membros, escolhidos entre 25 cidadãos sorteados. A sessão foi encerrada pouco depois das 12h30.
O julgamento estava previsto para durar três dias e era presidido pelo juiz Alexandre Luna Freire. Os acusados Flávio Inácio Pereira, Claudio Roberto Borges, José Nilson Borges, José da Silva Martins e Sérgio Paulo da Silva chegaram escoltados pela Polícia Federal ao prédio da Justiça Federal, que reuniu cerca de 100 pessoas na fila, apesar de só haver lugar para 80 acompanharem o caso.
O presidente da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil na Paraíba (OAB-PB), Alexandre Guedes, afirma que o medo foi o principal responsável pelo adiamento e criticou a forma como a Justiça Federal dispôs réus e jurados no mesmo ambiente.

Portal Correio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários sobre as publicações nesse blog passarão pelo moderador e só publicaremos comentários de pessoas que estiverem devidamente identificadas e que não denigram a imagem de outrem.

VISITANTES

busca no blog