Páginas

Amigos de Caaporã

SHOPPING LUX MAGAZINE

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Governo exonera auxiliar que criticou Cássio e seus aliados

Wendell se referiu aos aliados de Cássio como “babões” e pediu para que fossem citadas pelo menos três obras estruturantes feitas na gestão do tucano na cidade


Reprodução
Wendell Oliveira
Nesta quarta-feira (11) o Diário Oficial do Estado trás à exoneração do coordenador do Orçamento Democrático em Patos, Wendell Oliveira da Silva. O auxiliar foi demitido após usar seu perfil no Facebook para atacar o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) e seus aliados.
Wendell se referiu aos aliados de Cássio como “babões” e pediu para que fossem citadas pelo menos três obras estruturantes feitas na gestão do tucano na cidade.
O ex-auxiliar também comparou Cássio e aliados a cachorros e urubus, cuja aliança com Ricardo só acontece pela necessidade do “mar de lama” das composições.
A manifestação de irritação de Wendell foi motivada pela repercussão da filiação de Dinaldo Wanderley, em solenidade coordenada pelo senador.
Postagem de Wendell em sua rede social
“Tem besta pra tudo nesse mundo e ainda sobra um pra tocar gaita. Os babões de Cássio aqui da região de Patos poderiam colocar nesses comentários três obras estruturantes de Cássio para a região, só três, digam. Infelizmente na política é preciso entrar no mar de lama da política e se juntar com cachorro e urubu para uma composição. Pergunto quem é Dinaldinho. Ah! É o médico derrotado nas últimas eleições, filho do ficha suja que quase acabou com Patos. Ricardo Coutinho não precisa desses que estão maculando sua administração na saúde de Patos”.
Portal Correio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários sobre as publicações nesse blog passarão pelo moderador e só publicaremos comentários de pessoas que estiverem devidamente identificadas e que não denigram a imagem de outrem.

VISITANTES

busca no blog