Páginas

Amigos de Caaporã

SHOPPING LUX MAGAZINE

sábado, 6 de abril de 2013

Greve na UEPB: professores podem abdicar de reajuste em favor de ‘restante da pauta’ e por fim a greve


O integrante do comando de greve da UEPB Nelson Júnior, em plenos 40 dias de greve, falou sobre a situação da paralisação e a negociação do governo e do reitor. ‘O reitor faz de conta que não é com ele e Ricardo Coutinho deu uma de Pilatos e lavou as mãos’, reclamou.

Nelson destaca que o que incomoda a classe, mais do que a  recomposição salarial não feita, é a precarização das condições de trabalho. “É preciso que o governador e o reitor assumam suas responsabilidades. A UEPB de João Pessoa, Patos e Monteiro precisam de campus próprios e os alunos de Araruna têm que ter laboratórios próprios, para não ter que ir para Campina usar o de lá sem nenhum apoio”. 

Até o momento a proposta do reitor é 0% de recomposição enquanto os professores pedem 17,7%. “Se eles atendessem a pauta restante, a gente volta para a sala de aula”, garantiu Nelson, que não vê, no entanto, grandes chances disto acontecer.
Questionado sobre o porque do reitor, Rangel Júnior, permanecer calado diante das queixas dos grevistas e das ‘mãos lavadas’ de Ricardo, Nelson fala sobre a possibilidade do governador ter cooptado o novo reitor. “Cooptou, porque ele está sem voz. E se alguém está sem voz, nós temos que abrir a voz”, finalizou.

Mayra Medeiros

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários sobre as publicações nesse blog passarão pelo moderador e só publicaremos comentários de pessoas que estiverem devidamente identificadas e que não denigram a imagem de outrem.

VISITANTES

busca no blog