Páginas

Amigos de Caaporã

SHOPPING LUX MAGAZINE

terça-feira, 9 de abril de 2013

Criança desaparecida na PB foi morta por usuário de drogas, diz delegado

Fernanda Ellen foi morta após ter celular roubado, diz delegado. Suspeito assumiu que atraiu criança para sua casa e a estrangulou.

Aline Oliveira e André Resende Do G1 PB

Foto da estudante Fernanda Elle, desaparecida na Paraíba, está sendo divulgada pelas redes sociais  (Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal) 
 Fernanda Ellen foi morta por vizinho usuário de
drogas que roubou seu celular para trocar por crack
(Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal)
 
Fernanda Ellen foi morta por estrangulamento após ter reagido quando foi anunciado que ela estava sendo sequestrada. Esta foi a conclusão apresentada pelo delegado Aldrovilli Grisi na manhã desta terça-feira (9), em João Pessoa, durante entrevista coletiva promovida pela Secretaria de Defesa Social sobre o caso. O suspeito, Jefferson Luís Oliveira Soares, de 25 anos, confessou que sua intenção era de conseguir dinheiro de alguma forma com a criança para consumir drogas.
Segundo o depoimento de Jefferson Soares à polícia, a princípio o crime não foi premeditado, o suspeito estava em busca de dinheiro fácil diante da obsessão de consumir crack. Ele ainda confessou que manteve o corpo da menina de 11 anos durante dois dias embaixo de sua cama até conseguir oportunidade de enterrá-la no quintal de casa, enrolada na piscina de plástico da sua filha.
O delegado que conduziu as investigações do caso, Aldrovilli Grisi, foi taxativo ao afirmar o motivo do desaparecimento. “É com muito pesar que afirmo que a criança Fernanda Ellen está morta. Perdemos a criança para as drogas. Jefferson Luis Oliveira Soares, suspeito que confessou o crime, é usuário de drogas. Usa drogas há pelo menos 10 anos, e no momento em que asfixiou Fernanda estava sob o efeito de 10 pedras de crack”, comentou.      
A polícia informou ainda que só pode dar 100% de garantia que de o corpo encontrado na noite de segunda-feira (8) é de Fernanda Ellen depois de receber o laudo da perícia. Embora todos os indícios, inclusive o testemunho do próprio Jefferson, leva a crer que, de fato, o corpo é dela. Não há previsão da liberação do laudo que provará que o corpo encontrado é de Fernanda Ellen, no entanto segundo Aldrovilli Grisi, ficou acordado junto ao Instituto de Polícia Científica (IPC) que os trabalhos seriam feitos o mais rápido possível para que o corpo fosse liberado para as devidas homenagens dos familiares.
Jefferson Luis Soares após ser preso foi encaminhado para Secretaria de Segurança Pública da Paraíba (Foto: Walter Paparazzo/G1) 
Jefferson Luis Soares após ser preso foi
encaminhado para Secretaria de Segurança
Pública da Paraíba (Foto: Walter Paparazzo/G1)
 
Confissão do crime

A versão do crime foi montada a partir do depoimento de Jefferson Soares. Segundo o depoimento, Fernanda voltava da escola quando foi chamada por ele e decidiu entrar na casa do suspeito. Dentro de sua residência, Jefferson exigiu que Fernanda entregasse dinheiro. Ela disse que não tinha nada para dar, mas que poderia ligar para o avô e solicitar alguma quantia. Ao perceber que ela estava com o celular na bolso, ele decidiu tomá-lo e anunciou que ela estava sendo sequestrada, o que provocou reação da menina, que gritou. Assustado, ele deu uma gravata nela e a estrangulou.
A polícia também destacou a frieza do suspeito, que simulou uma briga com a esposa quando ela chegou em casa para que ela fosse dormir fora e não suspeitar do corpo de Fernanda na casa, escondido debaixo da cama. A morte aconteceu na própria segunda-feira, 7 de janeiro, mas o cadáver só foi enterrado na madrugada entre os dias 9 e 10, por volta das 2h.
Para enterrar o corpo de Fernanda, Jefferson cavou uma cova rasa, de cerca de 60 cm. “Ele tentou se livrar das roupas da menina, mas percebeu que poderia chamar atenção, devido à popularidade que o caso tomou”, contou o delegado. O corpo encontrado usava apenas roupa íntima e a blusa que Fernanda usava no dia em que sumiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários sobre as publicações nesse blog passarão pelo moderador e só publicaremos comentários de pessoas que estiverem devidamente identificadas e que não denigram a imagem de outrem.

VISITANTES

busca no blog