Páginas

Amigos de Caaporã

SHOPPING LUX MAGAZINE

segunda-feira, 11 de março de 2013

TCE investiga excesso de gastos que ultrapassam R$ 400 mil em obras da prefeitura de Marizópolis

O Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) está investigando uma série de irregularidades constatadas na realização de obras da prefeitura de Marizópolis, no Sertão. De acordo com relatório da própria Corte de Contas os abusos cometidos nos gastos com as construções ultrapassam o valor de R$ 400 mil e são relativos a processos do ano de 2012. Além do excesso de gastos, o TCE está investigando diversas outras irregularidades nas obras da prefeitura de Marizópolis comandada pelo prefeito José Vieira da Silva (PTB).

Conforme o relator do processo, conselheiro André Carlos Torres Pontes, verificou-se que a reforma da Escola Júlia Maria da Silva, realizada com recursos próprios, teve o pagamento em excesso, por serviço não realizado, em benefício da empresa Construtora Stefanio, na ordem de R$ 51.886,52. Nessa construção também foi identificada falha construtiva na concretagem das “vigas chatas” instaladas nas lajes pré-moldadas.

Outra obra em que foi verificada irregularidade é a da quadra esportiva que encontra-se paralisada, conforme consta no relatório do conselheiro do TCE. “Esta obra pública está sendo executada em loteamento particular, ainda em fase inicial de implantação, com indícios de beneficiamento indireto deste empreendimento privado. Não há esclarecimento da origem dos recursos, supostamente de origem Federal, mas sem registros encontrados no site da Controladoria Geral da União”, afirma André Carlos Torres Pontes em seu relato.

Os excessos apurados, em relação às despesas da competência 2012, montam a cifra de R$ 400.123,20.

Outras obras com problemas

Reforma de Postos de Saúde (recursos próprios): pagamento em excesso, por serviço não realizado, em benefício da empresa Construtora Mara Ltda. Excesso no valor de R$ 47.429,21.

Recuperação de Passagem Molhada no Sítio Morões (recursos próprios): pagamento em excesso, por serviço não realizado, em benefício da empresa Construtora TMA Ltda. Excesso no valor de R$27.468,48.

Serviço de Limpeza de Terreno, Roçada Densa de Pequenos Arbustos, Roço das Estradas que Ligam Marizópolis ao Sitio Mourões (recursos próprios): pagamento em excesso, por serviço não realizado, em benefício da empresa Servcon Construções Comércio e Serviços Ltda. Excesso no valor de R$11.800,00.

Recuperação de Pavimentação, Limpeza de Terreno e Pintura de Meio fio (recursos próprios): pagamento em excesso, por serviço não realizado, em benefício da empresa Construtora Mara Ltda. Excesso no valor de R$84.798,42.

Reforma de Escolas (recursos próprios): pagamento em excesso, por serviço não realizado, em benefício da empresa Construtora TMA Ltda. Excesso no valor de R$143.519,39.

Sonegação de documentos

O Prefeito José Vieira, após ser citado pelo TCE, pediu prorrogação de prazo para apresentação de defesa e requisitou uma nova vistoria nas obras. O pedido foi deferido, no entanto, a auditoria da Corte de Contas teve sua atuação obstruída por servidores da Prefeitura na ocasião.
Fonte: Politicapb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários sobre as publicações nesse blog passarão pelo moderador e só publicaremos comentários de pessoas que estiverem devidamente identificadas e que não denigram a imagem de outrem.

VISITANTES

busca no blog