Páginas

Amigos de Caaporã

SHOPPING LUX MAGAZINE

quinta-feira, 21 de março de 2013

Quatro homens são assassinados a tiros na região metropolitana de João Pessoa

Segundo a delegacia, nenhum suspeito pelos assassinatos foi preso apesar das diligências feitas pela Polícia Militar
 Por Hyldo Pereira do Portal Correio



A Delegacia de Homicídios de João Pessoa registrou o assassinato de quatro pessoas entre tarde e noite desta quarta-feira (20), na região metropolitana da Capital paraibana.

O último crime registrado ocorreu no bairro das Industrias onde um ex-interno do Centro Educacional do Adolescente ( CEA), de 17 anos, foi assassinado na noite de ontem (20).
A polícia informou que a vítima foi perseguida por dois homens que ao avistarem o adolescente começaram a efetuar disparos contra ele. Para fugir dos bandidos, o menor ainda tentou subir numa laje onde foi atingido por mais disparos e morreu. Durante os disparos, um adolescente foi baleado, mas não corre risco de morte.
No conjunto Mangabeira VIII, Carlos Queiroz da Silva,  18 anos, foi perseguido e morto por dois homens em uma motocicleta. A delegacia disse que a vítima ainda tentou correr, mas terminou sendo assassinada. A mãe do jovem disse que já esperava pela morte dele porque estava envolvido com o tráfico de drogas.
No bairro Valentina, o ex-presidiário Bernardo Gabriel de Queiroz Andrade Junior, 21 anos, foi assassinado dentro do apartamento onde morava em um condomínio popular no bairro Valentina Figueiredo, em João Pessoa, após ter o local invadido por homens armados.  De acordo com a polícia, a vítima tinha sofrido uma tentativa de homicídio há alguns meses ao se envolver com o tráfico de drogas no condomínio Manacar, conhecido como Carandiru.
 Na cidade de Santa Rita, região metropolitana de João Pessoa, no bairro Tibiri, um homem foi executado em uma parada de ônibus. Policiais militares informaram que a vítima estava esperando o ônibus quando dois homens se aproximaram dela e efetuaram vários tiros.
Policiais informaram que a vítima ainda tentou se esconder por trás de uma parede de concreto, mas acabou sendo morto com tiros na cabeça.
Segundo a delegacia, nenhum suspeito pelos assassinatos foi preso apesar das diligências feitas pela Polícia Militar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários sobre as publicações nesse blog passarão pelo moderador e só publicaremos comentários de pessoas que estiverem devidamente identificadas e que não denigram a imagem de outrem.

VISITANTES

busca no blog