Páginas

Amigos de Caaporã

SHOPPING LUX MAGAZINE

sexta-feira, 22 de março de 2013

Por causa de briga por lápis, estudante espanca colega até vítima desmaiar

A vítima foi tão espancada que teve uma crise de convulsão e foi socorrida para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Manaíra, por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu)

 Por Felipe Silveira do Portal Correio
Reprodução Agressão na escola Alice Carneiro
Agressão na escola Alice Carneiro
Uma briga quase acabou em tragédia nesta quinta-feira (21) na Escola Estadual Alice Carneiro, localizada no bairro de Manaíra, em João Pessoa. Uma adolescente de 14 anos foi espancada até desmaiar, por uma outra estudante, de 18 anos, da mesma escola.
De acordo com testemunhas, a agressão ocorreu por causa do sumiço de um lápis. A vítima foi tão espancada que teve uma crise de convulsão e foi socorrida para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Manaíra, por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).
A direção da escola não foi encontrada para comentar o fato. A assessoria de comunicação da Secretaria Estadual de Educação informou que a direção se reunirá com os pais das duas estudantes, além do Conselho Tutelar, na tarde desta sexta-feira (22).
Outro caso
No dia 26 de março de 2011, dois jovens armados entraram na unidade de ensino no momento que acontecia uma ação social. Mães, alunos e professores da escola temem a violência, que já é a sua realidade.
Na época, duas professoras, que pediram para não serem identificadas, relataram que os alunos não respeitam os docentes e eles temem em repreendê-los por causa das ameaças. “Já estamos num ambiente que não é favorável, já chegamos na escola com medo. Muitos colegas estão dizendo que querem se afastar do cargo”, relatou uma das docentes.
Violência nas escolas
Segundo a Pesquisa Nacional de Amostra de Domicílios (2009), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), 5,5% dos alunos do 9º ano de João Pessoa afirmaram que quase sempre ou sempre se sentiram humilhados por provocações de colegas da escola. Nesse quesito, a Capital ficou em segundo lugar no ranking nordestino, atrás de Recife, com 5,7% dos alunos. Na mesma pesquisa, ficou constatado que 6,7% dos alunos do 9º ano da rede pública de João Pessoa relataram que, num período de um mês, perderam aulas por causa da falta de segurança.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários sobre as publicações nesse blog passarão pelo moderador e só publicaremos comentários de pessoas que estiverem devidamente identificadas e que não denigram a imagem de outrem.

VISITANTES

busca no blog