Páginas

Amigos de Caaporã

SHOPPING LUX MAGAZINE

quarta-feira, 20 de março de 2013

Justiça Eleitoral mantém investigações e ameaça mandato de Cartaxo na prefeitura de João Pessoa


 Enquanto o prefeito Luciano Cartaxo (PT) vai tocando a administração de João Pessoa, a tramitação de demandas judiciais continuam a ser problemas dos quais ele não está imune, com o mandato ainda ameaçado. Por conta de duas publicações no Diário de Justiça Eletrônico do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), desta quinta-feira, 20, os advogados de Cartaxo já se movimentam intensamente nos bastidores para evitar contratempos.

Em dois despachos do juiz eleitoral João Batista, da 77ª Zona Eleitoral, em João Pessoa, foram marcadas duas audiências distintas para que testemunhas sejam ouvidas em duas Ações de Investigação Eleitoral (AIJEs) que ainda tramitam contra Luciano Cartaxo.

Por conta da AIJE nº 26-18.2012.6.15.0077, impetrada pela Coligação João Pessoa Mais Feliz, que teve como candidato o ex-governador José Maranhão (PMDB), o juiz marcou para o dia 25 de abril audiência para oitiva de testemunhas, ", as quais comparecerão independente de intimação".

Já no que concerne à AIJE nº 29-70.2012.6.15.0077, também de responsabilidade da coligação de Maranhão, o juiz João Batista marcou a data de 2 de maio para que as testemunhas sejam ouvidas.

Em ambas as Aijes, a Coligação João Pessoa Mais Feliz, que tem à frente os advogados Roosevelt Vita e Carlos Fábio Ismael dos Santos Lima, Luciano Cartaxo é acusado de captação ilícita de votos e uso da máquina administrativa da Prefeitura de João Pessoa, cujo prefeito Luciano Agra (sem partido) foi um de seus apoiadores na campanha de 2012.

 Fonte: Marcos Alfredo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários sobre as publicações nesse blog passarão pelo moderador e só publicaremos comentários de pessoas que estiverem devidamente identificadas e que não denigram a imagem de outrem.

VISITANTES

busca no blog