Páginas

Amigos de Caaporã

SHOPPING LUX MAGAZINE

segunda-feira, 4 de março de 2013

ASA surpreende Ceará em pleno Castelão e decide Copa do Nordeste com Campinense



Foto: Divulgação/O Povo
Noite trágica para os cearenses e histórica para o ASA: enfrentando todas as adversidades possíveis e jogando fora de seus domínios, o Fantasma mostrou toda a sua força e com o destaque de "El Loco" Gamalho, fez 1 a 0 no Ceará, chegando na final da Copa do Nordeste. Nem mesmo a larga vantagem obtida na primeira partida foi capaz de levar o Vozão para a final do torneio, que agora terá uma final com dois clubes do interior do Nordeste.

Com gol aos 40 minutos do segundo tempo, os alagoanos tomaram conta não somente de Arapiraca como também da Arena Castelão e agora fazem a primeira partida da grande final em sua cidade.

O jogo entre as duas equipes começou bastante movimentado e mostrando uma maior disposição defensiva dos donos da casa. O posicionamento tático do Ceará era bem organizado e priorizando as saídas dos volantes pelas laterais, com o Vozão buscando uma solução para a forte marcação imprimida pelo ASA nos primeiros minutos de jogo.

Pelo lado do ASA, as poucas chances de ataque ficaram por conta de Léo Gamalho que, isolado, tentava abrir espaços para aproveitar os raros contra-ataques promovidos pelo Alvinegro visitante. Mais presente no setor ofensivo, a pressão do Ceará quase surtiu efeito aos 13 minutos, quando Magno Alves perdeu a chance de abrir o placar.

Ricardinho, um dos destaques dos cearenses, carimbou a trave aos 20, depois de boa saída de bola e que começou no campo defensivo do time. O ASA, com sérias dificuldades de organização e sendo marcado de perto, veio assustar a meta de Fernando Henrique com Thalysson, momentos depois.

Depois dos 30 minutos, a marcação do ASA passou a encaixar e a oferecer menos alternativas para o ímpeto do Ceará. O panorama do jogo, que se mostrava veloz, deu lugar a um maior cadenciamento dos dois times, que visivelmente guardaram a parte física para a etapa complementar. O Vozão, novamente com Ricardinho, por pouco não fez as arquibancadas do Castelão explodirem na noite de domingo.

O segundo tempo começou com a mesma característica que definiu a primeira metade da etapa inicial: o Ceará saiu para se dispôr com mais frequência no campo adversário. O ASA, utilizando do mesmo esquema, manteve o forte bloqueio formado em sua defesa. Gabriel e Ricardinho trataram de movimentar o ataque do Vozão; pelo outro lado, o técnico Leandro Campos tratou de pedir aos seus comandados que avançassem o posicionamento.

Depois de ver o time cearense quase abrir o placar aos 6 minutos, em lance de Edson Veneno, o ASA finalmente chegou na meta do rival, em jogada idealizada por Léo Gamalho e que Didira desperdiçou. O Fantasma até chegou a marcar, aos 14 minutos com Fabiano, mas o lance foi anulado. Um minuto depois, em fulminante contra-ataque, Ricardinho obrigou Gilson a operar outra grande defesa.

As ações do jogo passaram a ficar equilibradas a partir dos 30 minutos, quando o técnico Leandro Campos apostou em uma formação mais ofensiva e promovendo a entrada do atacante Rodrigo Dantas. Com muitas chances desperdiçadas e sem ver o gol surgir, o Ceará pagou pelos seus erros cometidos no ataque aos 37 minutos.

Depois de cruzamento de Thalysson, "El Loco" Gamalho mostrou porque é de fato um artilheiro oportunista: de cabeça, fez a torcida do ASA, presente na Arena Castelão, explodir em meio aos incredúlos fanáticos do Ceará, que lotaram o estádio e não acreditavam que, naquele momento, o Vozão estava sendo eliminado da competição.

Os minuitos finais foram de intensa pressão do Alvinegro cearense, muito embora o sucesso da classificação não tenha sido obtido. Na noite em que jogava dentro de casa, com a vantagem de três empates e diante de seus torcedores, o Ceará saiu de campo com a certeza de que a bola realmente pune. Para o ASA, A volta para Arapiraca será especial, com a vaga assegurada na grande decisão da Copa do Nordeste, contra o Campinense.

Ficha técnico

Ceará 0 x 1 ASA

Local: Arena Castelão, em Fortaleza (Ceará)
Data: 03/03, às 18h30
Arbitragem: Arilson Bispo/BA
Assistentes: Luiz Carlos Teixeira/BA e José Dias da Hora/BA

Gols: Léo Gamalho, aos 37'/2ºT

Cartões amarelos: Chiquinho Baiano, Fabiano, Thalysson e Osmar (ASA); Diogo Orlando (Ceará)
Cartões vermelhos:

CEARÁ: Fernando Henrique; Eric (Lulinha), Cleiton, Marlon e Gerley; Diogo Orlando, Régis (Pingo), Gabriel e Ricardinho; Anselmo (Válber) e Magno Alves. Técnico: Ricardinho.

ASA: Gilson; Fabiano, Tiago Garça e Edson Veneno; Osmar, Cal, Jorginho (Rodrigo Dantas), Didira, Thalysson (Wanderson) e Chiquinho; Léo Gamalho. Técnico: Leandro Campos.

Renda: R$ 1.266.417,00
Público: 52.207 pagantes


 
Paraíba Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários sobre as publicações nesse blog passarão pelo moderador e só publicaremos comentários de pessoas que estiverem devidamente identificadas e que não denigram a imagem de outrem.

VISITANTES

busca no blog