Páginas

Amigos de Caaporã

SHOPPING LUX MAGAZINE

quarta-feira, 27 de março de 2013

Ricardo promete não demitir os 9 mil prestadores de serviço do Estado

“Não vamos acatar a recomendação do TCE, porque isso significaria fechar os hospitais. Eu não vou simplesmente achar que o mais correto é colocar todo mundo para fora em quatro meses”, comentou

O governador da Paraíba, Ricardo Coutinho explicou nesta quarta-feira (27) que não vai demitir os 9 mil prestadores de serviço recomendado pelo Tribunal de Contas da Paraíba (TCE).
“Não vamos acatar a recomendação do TCE, porque isso significaria fechar os hospitais. Eu não vou simplesmente achar que o mais correto é colocar todo mundo para fora em quatro meses”, comentou.
O governador destacou que não pode resolver o problema em 10 dias: “Eu não vou simplesmente achar que o mais correto é, em 10 dias, colocar todo mundo para fora”, concluiu.
A Segunda Câmara do Tribunal de Contas do Estado julgou na terça-feira (26) irregulares as contratações de 9.460 servidores na Secretaria de Saúde do Estado. De acordo com a decisão, o governo terá um prazo de 120 dias para fazer a demissão de todos eles.
As irregularidades apontadas pela auditoria do TCE envolvem as contratações de 1.923 prestadores de serviço e 7.537 servidores "codificados", que são servidores sem nenhum vínculo com o Estado e que recebem seus salários mediante a apresentação do número do CPF.
O governador afirmou que o Estado já contratou 10 mil concursados e vai substituir os prestadores por concursados aos poucos. “Nosso governo tem dado demonstração muito clara do que é fazer concurso público, eu já contratei 10 mil concursados”, colocou.

Jornalista paraibana rebate críticas e diz que não é apenas uma leitora de teleprompter

Jornalista paraibana rebate críticas e diz que não é apenas uma leitora de teleprompter
 Há quase dois anos como âncora do "SBT Brasil", a jornalista Rachel Sheherazade, de 39 anos, divide opiniões ao comentar temas polêmicos como religião e política. Um dos comentários mais provocantes da paraibana – que ganhou notoriedade ao criticar o Carnaval de seu Estado natal – aconteceu recentemente, quando ela defendeu a manutenção do deputado e pastor Marco Feliciano na presidência de Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara.


Nesta segunda-feira (25), Keila Jimenez, da coluna Outro Canal, afirmou que um grupo de funcionários do SBT, incluindo artistas, está indignado com alguns comentários feitos por Rachel no "SBT Brasil". Segundo a colunista, eles estão organizando um abaixo-assinado batizado de "Rachel não nos representa", que será encaminhado à direção do canal. Em entrevista ao portal UOL, a apresentadora disse desconhecer a existência do abaixo-assinado.


"Bem, nem eu nem a direção de jornalismo sabemos nada a respeito da existência de um abaixo-assinado", explicou.


Rachel argumentou que jamais poderia representar grupo algum dentro do SBT. "Não tenho procuração para isso. Nem quero ter. É bom lembrar que não fui contratada para repercutir a opinião de artistas, funcionários ou diretores do SBT. Nem para estar em consonância com eles. Não fui admitida nem mesmo para reverberar a opinião do dono da emissora. Muito pelo contrário", acrescentou.


Rachel falou sobre sua postura e disse que não é "apenas uma leitora de teleprompter" [equipamento acoplado às câmeras de filmar que exibe o texto a ser lido pelo apresentador]. A jornalista afirmou que quando foi convidada para trabalhar na emissora de Silvio Santos, pediram-lhe, simplesmente, que emitisse suas próprias opiniões, falasse o que quisesse, com total liberdade.


Leia, abaixo, a entrevista completa com a jornalista:


UOL – Você é conhecida por emitir opiniões a respeito de temas polêmicos, como religião e política. Já existiu alguma restrição ou recomendação por parte da emissora a respeito do seu jeito de se expressar?

Rachel – Ao ser convidada para fazer parte do SBT, pediram-me, simplesmente, que emitisse minhas próprias opiniões. Falasse sobre o que quisesse, com total liberdade. Portanto, a única coisa que faço é usar esse privilégio da liberdade de expressão todos os dias. Se fosse pautar meus comentários pela aprovação da maioria não teria opinião própria, seria uma marionete de outros interesses. Isso não sou.


Você já sentiu alguma insatisfação por parte dos artistas e/ou da direção do SBT?

Nunca senti qualquer insatisfação por parte da direção nem dos artistas da emissora. Cada um tem seu papel: os artistas entretêm, os diretores dirigem. Sou jornalista e comentarista. Apresento o "SBT Brasil" e emito minhas opiniões. Não há qualquer ingerência entre áreas.


Já sofreu alguma represália por causa dos seus comentários?

Represália nunca sofri. Mas os comentários com maior repercussão sempre geram aplausos apaixonados e críticas inflamadas. Faz parte do meu trabalho. Não sou apenas uma leitora de teleprompter. Analiso os fatos, dou opinião, me exponho, dou a cara a tapa todos os dias. Se conquisto muitos com minha coragem e franqueza, também incomodo outros. Não tem como fugir disso, a não ser ficando em cima do muro. Mas quem não se posiciona não tem opinião. Não é o meu caso.



Você já se arrependeu de algo que tenha dito?

Nunca me arrependi de nada que tenha dito na TV. Até porque não sou uma pessoa leviana. Penso e pondero muito antes de emitir minhas opiniões. Apesar de não ter me arrependido de nenhum comentário, sei que posso mudar de opinião futuramente. Quem sabe? Um bom contra-argumento me conquista e pode, sim, me fazer mudar de ideia. Mas, até agora, sigo firme nas minhas convicções.


O que você escuta das pessoas nas ruas sobre sua postura?

Ouço de tudo: de positivo e negativo. Mas, sejam farpas ou elogios, a crítica está sempre me ajudando a crescer como profissional. Algumas pessoas não entendem o sentido do espaço opinião. Criticam minha suposta falta de "imparcialidade", como se uma opinião pessoal não tivesse que ser parcial. Outros dizem que o bom âncora é aquele que não se posiciona, que limita-se a seu papel de ler o teleprompter. Mas, felizmente, a maioria aprova e apoia minha opinião no jornalismo. Dizem que sou a porta voz dos que não têm vez. Defendem que meus comentários, apesar de não serem unânimes, fazem o telespectador pensar a notícia, debater os fatos, sair da inércia e tomar posições. Fico feliz quando me dizem que inspiro estudantes e que mudei o jeito de fazer jornalismo na TV. Devo dizer que não sou precursora do jornalismo opinativo e que, antes de mim, outros colegas (Boris Casoy, Arnaldo Jabor, Reinaldo Azevedo, J.R. Guzzo, Joseval Peixoto, entre outros) abriram o espaço para esse jornalismo vivo e apaixonante que posso praticar hoje.




UOL

Governo da Paraíba paga primeira parcela do Programa Bolsa Atleta e assina contratos

Governo da Paraíba paga primeira parcela do Programa Bolsa Atleta e assina contratos
Os contratos dos 145 atletas e para-atletas que foram contemplados  pelo programa Bolsa Atleta serão assinados nesta quarta-feira (27) pelo governador Ricardo Coutinho em solenidade no Palácio da Redenção, às 10h. Na oportunidade, será paga a primeira parcela do programa que beneficia o esporte amador da Paraíba.


De acordo com a Lei 8481/2008, existem quatro tipos de bolsas para beneficiar os atletas e para-atletas: a de rendimento internacional, destinada aos que tenham integrado a delegação brasileira nos últimos jogos olímpicos e paralímpicos; de rendimento nacional, para quem conquistou na competição máxima da temporada nacional, no ano anterior ao pleito, o primeiro, segundo ou terceiro lugar ou esteja em primeira, segunda ou terceira colocação no ranking nacional de sua modalidade; a institucional categoria talento esportivo, para os que tenham no máximo 23 anos no momento da assinatura do contrato, e a bolsa estudantil para os estudantes que tenham conquistado o primeiro, segundo ou terceiro lugar na primeira divisão das Olimpíadas Escolares Brasileiras no ano anterior ao pleito.


O secretário de Estado da Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), Tibério Limeira, explicou que, com o pagamento do Bolsa Atleta, o Governo do Estado mostra que está comprometido com o esporte na Paraíba. “O sonho de vários atletas e para-atletas está sendo concretizado com o pagamento do Bolsa Atleta e assinatura dos seus devidos contratos pelo governador Ricardo Coutinho. Será um dia marcante para o esporte, já que o programa foi retomado pelo Governo do Estado e agora concretizado”, disse Tibério.


Secom-PB 

Prefeitura de Alhandra assegura a distribuição dos peixes na Semana Santa e amplia benefício com mais dois produtos



A Prefeitura de Alhandra, através da Secretaria de Ação Social, vai beneficiar famílias da cidade, de Mata Redonda e da Zona Rural com a distribuição de peixes. Além da ampliação da quantidade de peixe, este ano, arroz e cocos também farão parte do benefício distribuído pela prefeitura. A distribuição do “Kit Semana Santa” terá início às 6h da manhã, nesta quinta-feira (28), e só será finalizada quando todos os produtos forem entregues às famílias nos postos de distribuição. Funcionários e voluntariados farão a entrega dos produtos.

As equipes de ação social em conjunto com os atendentes domiciliares e equipes dos Programas de Saúde da Família-PSF realizaram o cadastramento para a seleção das famílias que receberam a ficha do “Kit Semana Santa”. Tiveram prioridade na distribuição das fichas as famílias que se encontram em situações de risco nutricional com baixo poder aquisitivo e que são comprovadamente carentes.
Para a secretária de Ação Social, Nadjane Almeida, a entrega dos peixes em Alhandra não vai manter apenas uma tradição, a meta da atual gestão é, de fato, poder fornecer uma refeição completa e com riqueza nutricional. “Os kits não trarão apenas o tradicional peixe, mas também outros produtos que garantirão uma refeição completa na Semana Santa”, ressaltou a secretária.
A secretária destaca que os pontos de distribuição também foram ampliados para melhor atender as famílias que não irão precisar se deslocar para um local único de distribuição, enfrentando longas filas e demora para receber os produtos. “Este ano, a prefeitura descentralizou a entrega dos peixes, disponibilizando seis postos de distribuição na Zona Urbana, no Distrito de Mata Redonda e ainda um serviço volante que percorrerá a Zona Rural, através do caminhão itinerante, levando o benefício para a população que reside em localidades mais distantes.
Veja abaixo os pontos de distribuição do “Kit semana Santa”:
Zona Urbana de Alhandra:
- Escola Municipal de Ensino Infantil e Educação Fundamental Zélia Correia do Ó (centro)
- Escola Municipal de Ensino Infantil e Educação Fundamental Creuza Raquel (oiteiro)
- Escola Municipal de Ensino Infantil e Educação Fundamental José Fernandes Barbosa (Bairro de Salgadinho)
- Ginásio Poliesportivo Wilsão (Bairro de Nova Alhandra)
Zona Rural:
- Escola Municipal de Ensino Infantil e Educação Fundamental Antenor Ferreira da Silva (Sítio Subaúma)
Mata Redonda:
- Ginásio Poliesportivo Rinaldão

Secom

STF pode proibir doações de empresas às campanhas políticas

A ação da OAB questiona, entre outros pontos, a constitucionalidade das normas que autorizam doações a campanhas eleitorais feitas, direta ou indiretamente, por pessoas jurídicas
 Por STF
Ministro Luiz FuxMinistro Luiz Fux
Ministro Luiz Fux
O Supremo Tribunal Federal (STF) realizará, nos dias 17 e 24 de junho, audiência pública sobre o modelo normativo vigente para financiamento das campanhas eleitorais. A audiência foi convocada pelo ministro Luiz Fux, relator da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 4650, na qual o Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil questiona diversos preceitos das Leis nº 9.096/95 (Lei Orgânica dos Partidos Políticos) e 9.504/97 (Lei das Eleições).

Tal modelo, segundo o OAB, aprofundaria os vícios da dinâmica do processo eleitoral que hoje, na sua avaliação, se caracteriza por uma influência “excessiva e deletéria” do poder econômico. A ação questiona, entre outros pontos, a constitucionalidade das normas que autorizam doações a campanhas eleitorais feitas, direta ou indiretamente, por pessoas jurídicas.

Além disso, pede a declaração de inconstitucionalidade dos critérios vigentes de doações feitas por pessoas naturais, baseadas em percentual dos rendimentos obtidos no ano anterior, com o argumento de que tal situação cria um ambiente em que as desigualdades econômicas existentes na sociedade sejam convertidas, agora de forma institucionalizada, em desigualdade política.

Financiamento das campanhas eleitorais

Segundo o ministro Luiz Fux, a apreciação do tema ultrapassa os limites do estritamente jurídico, situando-se nos estreitos limites dos subsistemas político e econômico. Por essa razão, considera que o exame da controvérsia demanda “abordagem interdisciplinar da matéria, atenta às nuances dos fatores econômicos na dinâmica do processo eleitoral”.

O ministro cita informações do sítio eletrônico do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), dando conta de que, nas eleições municipais de 2012, candidatos a prefeitos e vereadores, comitês eleitorais e partidos políticos arrecadaram, apenas no primeiro turno, mais de R$ 3,5 bilhões com doações para suas campanhas.

A audiência pública, conforme o relator, pretende ouvir especialistas, cientistas políticos, juristas, membros da classe política e entidades da sociedade civil organizada sobre a dinâmica do financiamento das campanhas eleitorais. O ministro Luiz Fux salientou que não é objetivo da audiência colher interpretações jurídicas dos textos constitucional ou legal, mas, em especial, que haja um profundo debate acerca das vantagens e desvantagens do atual modelo de financiamento das campanhas eleitorais para o adequado funcionamento das instituições democráticas.

Inscrições

Os interessados, pessoas jurídicas com ou sem fins lucrativos, mas de adequada representatividade, e pessoas físicas de notório conhecimento nas áreas envolvidas, poderão manifestar seu desejo de participar e de indicar expositores na audiência pública até as 20h do dia 10/5/2013. Os requerimentos de participação deverão ser encaminhados exclusivamente para o endereço de e-mail financiamentodecampanhas@stf.jus.br até o referido prazo.

PEC das Domésticas é aprovada por 66 a 0 no Senado Federal

Com a promulgação da PEC, prevista para a próxima semana, a categoria terá direitos como controle da jornada de trabalho, limite de 8 horas diárias e 44 horas semanais

Por Redação com Portal Senado
O Plenário do Senado confirmou, nesta terça-feira (26), a ampliação dos direitos trabalhistas garantidos aos empregados domésticos. A PEC 66/2012, conhecida como PEC das Domésticas, foi aprovada por 66 a 0 e segue para promulgação.

Atualmente, o empregado doméstico tem apenas parte dos direitos garantidos pela Constituição aos trabalhadores em geral, entre os quais salário mínimo, décimo-terceiro salário, repouso semanal remunerado, férias, licença-gestante e licença-paternidade, aviso-prévio e aposentadoria.

Com a promulgação da PEC, prevista para a próxima semana, a categoria terá direitos como controle da jornada de trabalho, limite de 8 horas diárias e 44 horas semanais, horas extras, FGTS obrigatório e seguro-desemprego. Parte das mudanças passará a valer imediatamente com a Emenda Constitucional, enquanto outros dependerão de regulamentação para se tornarem efetivos.
Imagem ilustrativa

Imagem ilustrativa
A PEC 66/2012 começou a tramitar em 2010 na Câmara dos Deputados, por iniciativa do deputado federal Carlos Bezerra (PMDB-MT). A senadora Lídice da Mata (PSB-BA) foi relatora da proposta no Senado. A votação em primeiro turno, na semana passada, teve 70 votos favoráveis e nenhum contrário.

TSE nega pedido de Genival Matias para voltar a ALPB

Ele perdeu o mandato depois da retotalização dos votos, referentes ao cargo de deputado estadual das eleições de 2010, realizada pelo TRE-PB
 Por Redação
Reprodução/InternetCarlos Dunga assume no lugar de Genival Matias
Carlos Dunga assume no lugar de Genival Matias

O Tribunal Superior Eleitoral, em decisão monocrática da ministra Luciana Lóssio, nesta terça-feira (27), negou o pedido de liminar requerido pelo suplente Genival Matias (PT do B). A ação pedia sua volta para a Assembleia Legislativa da Paraíba. 

Genival Matias perdeu o mandato depois da retotalização dos votos, referentes ao cargo de deputado estadual das eleições de 2010, realizada pelo Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB). Com a recontagem, o tribunal diplomou o deputado Carlos Dunga (PTB), que assumiu a cadeira na Casa Epitácio Pessoa.

O processo questionava a deliberação do TRE-PB por acatar um pedido do Ministério Público. No pedido o MP requereu a suspensão da decisão do juiz Márcio Accioly que havia determinando a recontagem dos votos do candidato Antônio Bala (PMN). Caso a retotalização fosse feita, Genival Matias permaneceria na ALPB.

“Não vislumbrando os requisitos autorizadores da concessão da medida ora pleiteada, nego seguimento à presente ação cautelar, dando por prejudicado o pedido de liminar”, determinou a ministra.

Pauta do TCE tem contas de Caaporã e mais sete Prefeituras e duas Câmaras

O Tribunal de Contas da Paraíba vai se reunir nesta quarta-feira (27),a partir das 9 horas, para o exame, entre outros, de processos referentes às prestações anuais de contas oriundas de oito Prefeituras e duas Câmaras de Vereadores.
Terão as contas de 2011 julgadas pelo TCE os ex-prefeitos de Santa Terezinha (Davi Cordeiro de Oliveira), Damião (Maria Eleonora Soares Diniz), Aparecida (Deusimar Pires Ferreira), Vieirópolis (Marcos Pereira de Oliveira), Sertãozinho (Antonio Ribeiro Filho) e o prefeito reeleito de Caaporã (João Batista Soares, contas de 2010, neste último caso).
Ainda haverá o julgamento das contas dos ex-prefeitos de Pocinhos (Adriano Cezar Galdino de Araújo, exercício de 2008) e Capim (Euclides Sérgio Costa de Lima, 2011).
A mesma pauta inscreve as contas das Câmaras Municipais de São José do Sabugi e Brejo dos Santos, ambas de 2011. Também, as da Secretaria de Estado da Segurança e da Defesa Social (2011), da Companhia Docas da Paraíba (2011) e do Projeto Cooperar (2008).

MP move ação por improbidade administrativa contra ex-prefeito, ex-secretários e empresários em Sta Rita

O ex-prefeito de Santa Rita, Marcus Odilon Ribeiro Coutinho (PSD), dois
ex-secretários municipais e outras cinco pessoas, além de três empresas
especializadas no comércio de material médico-hospitalar, estão sendo
acionados na Justiça por meio de uma ação civil pública, movida pela
promotora de Justiça de Defesa do Patrimônio Público de Santa Rita,
Anita Bethânia Silva da Rocha. As acusações são por ato de improbidade
administrativa.

Na ação, a promotora aponta irregularidades em processo licitatório para a
aquisição de material de consumo destinado às atividades dos laboratórios
da rede municipal de saúde, no valor de R$ 69.891,40. “Quando da análise
pelo órgão fiscalizador do Tribunal de Contas do Estado, o processo
licitatório apresentou algumas irregularidades devidamente apontadas
no relatório emitido pelo TCE, como a ausência de pesquisa de preço e a
inexistência de documento com a indicação de dotação orçamentária para
o pagamento da compra”, aponta a promotora na ação.

Além de Marcus Odilon, estão sendo arrolados a ex-secretária da Saúde,
Maria Luíza Pessoa Fernandes da Cunha; o ex-secretário das Finanças,
Carlos Alberto Leite de Aguiar; o servidor público municipal Eglonei
Correia da Silva; Antônio Carlos Dias Silvino, mais conhecido como
Toinho; o empresário Franklin Araújo Pereira de Lucena e a empresa
Suframed Comércio de Materiais Médicos; o empresário Nivaldo
Martorelli e a empresa ArtMédica Artigos Médicos Ltda.; e o também
empresário Emílio de Araújo Chaves Neto e a empresa V&E Indústria e
Comércio de Produtos Hospitalares Ltda.

Os fatos

Na ação promovida pelo Ministério Público, consta que Maria Luíza
Pessoa Fernandes da Cunha, à época secretária da Saúde, determinou
por meio de ofício a abertura de processo licitatório para a aquisição de
material de consumo destinado as atividades dos laboratórios, tendo como
licitantes vencedores as empresas Suframed, V&E e ArtMédica. E todas as
requisições de compra foram devidamente autorizadas pela Secretaria da
Saúde e pelo ex-prefeito.

Para assegurar o completo ressarcimento dos danos causados ao erário e a
imposição das sanções de cunho patrimonial, a promotora também pediu a
decretação judicial da indisponibilidade dos bens dos acusados.
“Assegurem o integral ressarcimento do dano ou sobre
o
acréscimo
patrimonial resultante do enriquecimento ilícito”, diz a ação. “A
indisponibilidade de bens dos réus é medida imprescindível para assegurar
o integral ressarcimento dos danos, visando evitar que dilapidem seus
patrimônios e propositadamente se reduzam à insolvência para se furtarem
às suas responsabilidades”.
Redação com Assessoria MPPB

Secretária diz que em três anos todo o Ensino Médio da PB terá Tablets; 1º ano vai receber até abril


Apesar das reclamações dos estudantes dos dois últimos anos do ensino médio da rede estadual que não vão receber Tablets, a secretária de Educação da Paraíba, Márcia Lucena, esclareceu que o projeto do governo pretende ter continuação nos próximos anos.
Em entrevista ao programa Rede Verdade da TV Arapuan, a secretária contou que até o final de abril, todos os tablets terão sido entregues para os alunos do primeiro ano do ensino médio para que nos próximos três anos todos os alunos tenham o equipamento.
“O desejo é legitimo, mas não estamos falando de política, mas de política de educação e nosso cuidado é com a implementação de políticas de Estado que possam ser mantidas, se fosse distribuir por distribuir faríamos esse ano sem saber se poderíamos fazer ano que vem. O governo pretende dar sequência”, explica.
Márcia contou que o governo pretende sustentar essa política de educação e projetar para frente.
Para ela, a contribuição dos Tablets na formação e no processo de aprendizagem. “Ele vai trazer unidade e distribuição da educação que pode atingir a todos. Vai abrir um universo na vida do estudante”, conta.

Marília Domingues

PARAIBA.COM.BR: Bandidos explodem caixa da CEF na cidade de Lucena; Polícia é recebida com balas de fuzil

Foto: David MartinsFoto: David Martins
Foto: David MartinsFoto: David Martins
Um caixa eletrônico da Caixa Econômica Federal foi explodido durante a madrugada desta quinta-feira (27), na cidade de Lucena, no Litoral Norte do Estado. O equipamento fica localizado no prédio da Prefeitura.
De acordo com a polícia, por volta das 3 horas da madrugada cerca de dez homens vestidos com roupas camufladas do Exército chegaram em uma camioneta Hilux de cor escura e cerca de cinco motos.
Eles colocaram dinamites no terminal de atendimento e depois explodiram o equipamento. Os policiais do destacamento da cidade acordaram com a explosão e quando chegaram ao local os bandidos ainda estavam no prédio e receberam a polícia com balas de fuzil calibre 7.62.
Houve perseguição e troca de tiros, mas os homens conseguiram fugir. Para impedir a ação da polícia, eles ainda colocaram grampos em dois pontos da rodovia.
De acordo com a polícia, a explosão foi tão violenta que o caixa eletrônico ficou totalmente destruído e a tampa do equipamento voou e destruiu a porta de um supermercado que fica do outro lado da rua. Toda a estrutura do prédio ficou comprometida.
Várias cédulas de R$ de 5 e 10 reais ficaram espalhadas pelo chão.

Paulo Cosme\David Martins

segunda-feira, 25 de março de 2013

Inimigo íntimo, Hulk esquece polêmica com russos

Inimigo íntimo, Hulk esquece polêmica com russos
 Nenhum jogador da Seleção conhece melhor o adversário desta segunda-feira que o atacante Hulk. Na lista de convocados pelo treinador da Rússia, Fabio Capello, seis são companheiros do brasileiro no Zenit. Por isso, o atacante reconhece que tem informações privilegiadas sobre os oponentes do amistoso no estádio Stamford Bridge, em Londres.

“Conheço [a equipe russa], até porque tem seis jogadores do Zenit que jogam comigo. Entre eles, acho que são cinco titulares. É uma seleção muito forte e vai ser um grande jogo, eles vão nos causar muitas dificuldades”, alertou.

Hulk chegou ao time de São Petersburgo no ano passado em uma transferência estratosférica de quase 80 milhões  de dólares. O investimento no jogador e os salários acertados com ele causaram revolta no grupo. O volante Igor Denisov, capitão da Rússia e que não deve entrar em campo por estar machucado, chegou a se recusar a jogar ao lado do brasileiro em seu clube, por não concordar com os vencimentos do companheiro.

O atacante, no entanto, preferiu não comentar a atitude de Denisov para evitar ainda mais polêmica. “Não sei o porquê dele não ter jogado ou ter sido suspenso. O que eu sei é que eu fui para o Zenit para dar o meu melhor e fui contratado para isso. Graças a Deus, estou gostando de estar lá e eles estão gostando do meu trabalho, e isso é que é importante”, disse neste domingo em Londres.

Hulk reconheceu que a adaptação ao clube russo não foi fácil, mas garantiu que os episódios polêmicos já são águas passadas. “Minha chegada no Zenit causou um pouco de inveja, mas está tudo superado. Como eu sempre falo, eles não me conheciam. Sabiam só do Hulk jogador, não conheciam a pessoa. Depois que eu cheguei no Zenit, passaram a me ver como pessoa e não só como jogador. E hoje sou muito bem recebido lá. Estou feliz, mas, é claro, ambiente como o da Seleção Brasileira é muito difícil de encontrar em outro lugar do mundo”, destacou.

O fato de ter se transferido para um centro menos importante do futebol mundial não fez com que Hulk fosse esquecido pelo treinador da Seleção. E, também por isso, o jogador ressalta que não se arrepende de ter mudado para a Rússia. “Pensei bem antes de tomar essa decisão e não estou arrependido. Até porque queria uma aventura diferente. Estou gostando de jogar o Campeonato Russo. É claro que é totalmente diferente de uma Premier League, em termos de estrutura, mas a liga está crescendo bastante e com certeza estará entre as melhores da Europa daqui a alguns anos.”

O atacante, contudo, não descarta uma transferência no futuro. “Todos já me conhecem aqui na Europa. Já joguei contra times ingleses na Liga dos Campeões e na Liga Europa. Todos sabem como eu jogo. Todo ano é a mesma coisa, falam que eu vou para tal time. Mas estou bem, assinei contrato de cinco anos com o Zenit. E sou novo ainda. Ninguém sabe o dia de amanhã. Posso vir jogar na Premier League ou na Liga Italiana”, concluiu.

Terra

TCE-PB reúne em quatro dias 711 representantes de Câmaras e Prefeituras

TCE-PB reúne em quatro dias 711 representantes de Câmaras e Prefeituras
TCE-PB reúne em quatro dias 711 representantes de Câmaras e Prefeituras
O Tribunal de Contas da Paraíba encerra, nesta sexta-feira (22), o Encontro de Gestores Públicos Municipais, evento com duração de quatro dias e a participação de 125 prefeitos, 67 vereadores e 519 ocupantes de cargos diversos das Prefeituras e Câmaras dos 223 municípios do Estado, perfazendo o total de 711 pessoas.
Encarregado de presidir a abertura, às 9 horas, do último dia de palestras e orientações sobre temas como a Lei do Acesso à Informação, Lei Geral da Pequena e Micro Empresa, Objetivos do Milênio e prestação de contas do exercício de 2012, o ouvidor do TCE, conselheiro André Carlo Torres Pontes, protagonizou o momento mais tocante da série de reuniões com prefeitos, dirigentes de Câmaras Municipais e corpo de auxiliares.
Ele aproveitou o 22 de março, Dia Mundial da Água, para a leitura da “Declaração Universal dos Direitos da Água”, documento publicado há 21 anos pela Organização das Nações Unidas. Formavam a plateia prefeitos, dirigentes de Câmaras Municipais e quadros auxiliares de municípios do Sertão, os mais afetados pela pior estiagem dos últimos 40 anos no Nordeste brasileiro.
Em um telão instalado na Sala de Sessões do TCE, local do encontro, os 10 artigos do documento da ONU foram expostos com um fundo musical: a canção “A triste partida” popularizada por Luiz Gonzaga e em cujos versos o poeta cearense Patativa do Assaré descreve o padecimento dos retirantes da seca.
Os participantes do Encontro de Gestores Públicos Municipais tiveram a atenção chamada, especialmente, para os artigos 8 e 9 do documento da ONU. O primeiro afirma que a utilização da água implica o respeito à lei e que sua proteção constitui obrigação jurídica para todo homem ou grupo social que a utiliza, questão que não deve ser ignorada pelo Estado. O outro estabelece que essa gestão impõe o equilíbrio entre os imperativos de proteção da água e as necessidades de ordem econômica, sanitária e social.
Iniciado, segunda-feira passada, com pronunciamento do presidente do TCE, conselheiro Fábio Nogueira, o Encontro de Gestores Públicos Municipais conteve exposições, nos turnos da manhã e tarde, sobre resoluções normativas, prestação das contas do exercício de 2012 e apresentação da versão 2013 do Sistema de Acompanhamento da Gestão dos recursos da Sociedade (Sagres), a cargo de técnicos do TCE.
Também, sobre os Objetivos do Milênio (pela coordenadora Núbia Gonçalves e pelo auditor de contas públicas Josedilton Diniz), sobre “Os desafios do desenvolvimento na perspectiva dos municípios e dos pequenos negócios” (pelo consultor do Sistema Sebrae Arnaldo Junior Farias), sobre produtos e serviços da Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil e, ainda, sobre “As compras governamentais como política indutora de desenvolvimento local” (pelo auditor de contas públicas do TCE José Lusmá Felipe dos Santos).
Na ocasião, o conselheiro Fábio Nogueira reafirmou seu compromisso com “a missão pedagógica de um Tribunal que não encerra seu papel no julgamento das contas públicas”.
Ascom/TCE-PB
Frutuoso Chaves

Homem é esquartejado e queimado na zona rural de Campina Grande

De acordo com o Copom, os acusados não foram presos, apesar das rondas efetuadas na região dos crimes
do Portal Correio
Google MapsUm dos crimes ocorreu no Alto Branco
Um dos crimes ocorreu no Alto Branco
O Centro de Operações da Polícia Militar (Copom) de Campina Grande registrou entre à noite de deste domingo (25) e a madrugada desta segunda-feira (25), o assassinato de quatro pessoas em bairros e distrito da cidade.
O último crime ocorreu no Sítio Varzea Grande, zona rural da cidade, onde um homem foi encontrado morto e teve partes do corpo decepadas, na manhã desta segunda (25). As primeiras informações repassadas pela polícia apontam que os criminosos além de esquartejar a vítima, queimaram partes de seu corpo. Uma moto carbonizada foi encontrada ao lado do cadáver.
No bairro do Pedregal, por volta das 23h25, uma mulher foi assassinada a tiros na Rua São Francisco. Segundo informações da polícia, moradores informaram que o crime ocorreu por trás do muro da Embrapa. Os tiros atingiram clavícula, rosto e cabeça da jovem.
No bairro Alto Branco, o servente de pedreiro Raiano Quésio de Oliveira, 24 anos, foi morto a tiros. O Copom disse que recebeu a informação de que três homens estavam na localidade conhecida como travessa Franklin Araújo Rosa Mística, exibindo armas após o crime.
Quando a polícia chegou ao local encontrou o homem morto com perfurações na região do tórax e braços. Durante revista, os peritos encontraram uma arma de brinquedo nas partes íntimas da vítima.
Em Galante, o agricultor Marcos Antônio Borges de Sousa, 45 anos, foi executado no sítio Pau Careta, por uma homem ainda não identificado. A vítima foi morta com um tiro na cabeça.
De acordo com o Copom, os acusados não foram presos, apesar das rondas efetuadas na região dos crimes.

Diretora é agredida por aluno de 15 anos em escola do Rio


A diretora da Escola Municipal João Kopke, em Piedade, no subúrbio do Rio de Janeiro, foi agredida por um estudante de 15 anos após ter repreendido o jovem que se recusava a entrar na sala de aula. Segundo informações da Polícia Civil, o garoto confirmou que não gostou da atitude da educadora, que teria chamado a atenção dele na frente dos colegas.

Ele confirmou aos policiais que empurrou a mulher, que caiu no chão, e ainda deu um soco no rosto dela. O caso aconteceu na última quinta-feira e foi registrado na 24ª Delegacia de Polícia (Piedade). A denúncia foi encaminhado ao juizado da Infância e da Juventude.

Ainda de acordo com a polícia, a diretora, Leila Soares, reclamou que estava com dores no ouvido após o soco, mas não apresentava sinais aparentes de agressão. Ela foi encaminhada ao Instituto Médico Legal (IML) para fazer exame de corpo de delito.

Em nota, a secretária da Educação do Rio de Janeiro, Claudia Costin, disse que lamenta o episódio e que não admite qualquer tipo de violência nas escolas da rede. A secretaria disse ainda que o estudante será transferido para outra unidade.  

 
Terra

Opinião de Rachel Sheherazade favorável a Marcos Feliciano causa polêmica dentro do próprio SBT


Um grupo de funcionários do SBT, entre eles alguns artistas da emissora, está descontente com alguns comentários feitos pela âncora Rachel Sheherazade no "SBT Brasil".

Segundo o jornal Folha de S.Paulo, os funcionários pensam em um abaixo-assinado batizado de "Rachel não nos representa", que será encaminhado à direção da emissora. O SBT diz não conhecer a iniciativa.

À publicação, o diretor de jornalismo do SBT, Marcelo Parada, disse que qualquer âncora da emissora tem plena liberdade para emitir opiniões.

Entre os motivos que podem ter despertado a revolta dos funcionários, está a defesa da jornalista à nomeação do deputado federal Marcos Feliciano à Comissão dos Direitos Humanos.

 Fonte: Correio, da Bahia

Deputado defende obra interna de transposição de águas na Paraíba a partir do Rio Piranhas


Os prejuízos causados pelos efeitos da estiagem no interior do Estado foi um dos temas discutidos pelo deputado Carlos Dunga (PTB) na primeira semana do seu retorno à Assembleia Legislativa da Paraíba. O deputado se mostrou preocupado com a situação das cidades que sofrem com a seca e disse que os governos federal e estadual devem se espelhar no exemplo dado pela Casa de Epitácio Pessoa, que está promovendo a campanha SOS Seca PB. “Os rebanhos estão sendo dizimados, não temos mais alimentação para o gado e o custo dos produtos tem subido muito, como é o caso da fava que está sendo vendida a R$ 30 o quilo”, advertiu.

Para Carlos Dunga, ao invés de combater essa situação com de bolsas emergenciais, é preciso que se tenha uma ação enérgica que resulte numa ação prática imediatamente. Ele disse que o povo já está cansado de discursos fantasiosos que nada resolvem. "O estado da Paraíba manda, através do Rio Piranhas, um volume de água para o oceano bem maior em relação ao que estamos reivindicando através da interligação de bacias do Rio São Francisco”, destacou. De acordo com Dunga, enquanto apenas se ouve falar na transposição, o povo vem morrendo de sede, a exemplo do que vem acontecendo na cidade de Barra de São Miguel, que conta um poço com aproximadamente 30 mil litros de água, mas devido à falta de maquinário apropriado não atende a população local.

Profundo conhecedor das questões que envolvem a seca e defensor intransigente do homem do campo, Carlos Dunga voltou a defender a realização da transposição de águas do Rio Piranhas para o Rio Taperoá, beneficiando toda região compreendida entre as cidades de Patos e Campina Grande. “É preciso uma ação urgente, pois o sertanejo e o caririzeiro estão sofrendo muito com a seca”, afirmou. Dunga disse também que o cenário é desolador e a cada dia a situação vem se complicando cada vez mais. “Os rebanhos estão morrendo, as lavouras se perdendo, e o mais grave: tem gente morrendo também de fome e de sede”, observou.

Carlos Dunga disse que a transposição do Rio Piranhas é imprescindível, tendo em vista que o volume de águas de rios paraibanos que atualmente estão sendo levadas para o estado do Rio Grande do Norte é maior do que a quantidade de água que será recebida pelo estado com a transposição do São Francisco. “Temos que nos unir em torno dessa proposta, pois ela representa a salvação do homem do campo”, defendeu.

 Fonte: PolíticaPB

Ministro do Supremo rejeita ação do Sindfisco contra a Bolsa Desempenho da categoria


O blog noticiou há algumas semanas que auditores fiscais estariam prontos para contestar na Justiça a própria entidade de classe, o Sindfisco, que se posicionou contrariamente à garantia do Bolsa Desempenho instituído pelo governo do Estado.

Nem precisará mais. O ministro Dias Tófolli, do Supremo Tribunal Federal, assinou despacho na sexta-feira passada negando seguimento da Reclamação apresentada pelo Sindfisco contra o Bolsa Desempenho, que prevê prêmios pecuniários para o auditor fiscal que atingir metas de arrecadação.

Com a decisão, a concessão de liminar para suspender o pagamento dos benefícios fica prejudicada.

O Sindicato aponta que a concessão de gratificações e prêmios é inconstitucional para os servidores que recebem subsídios. O governo alega que trabalha com o princípio da eficiência fiscal. O Sindfisco, que estimulou greves e paralisações da categoria na Paraíba, perdeu mais uma na Justiça.

Por ora, vai vencendo a tese de que deve ganhar mais quem trabalha mais e melhor.

 Fonte: Blog de Luis Torres

No Litoral Sul: Ladrões levam R$ 750 mil em celulares de transportadora na Paraíba

Polícia acredita que furto deve ter acontecido durante fim de semana.  Investigação aponta para participação de mais de uma pessoa.

Do G1 PB
Polícia acredita que assalto a transportadora deve ter acontecido durante fim de semana (Foto: Walter Paparazzo/G1) 
Polícia acredita que assalto a transportadora deve
ter acontecido durante fim de semana
(Foto: Walter Paparazzo/G1)
 
Ladrões levaram aproximadamente R$ 750 mil em aparelhos celulares da sede de uma transportadora localizada na cidade do Conde, Litoral Sul da Paraíba. A polícia acredita que o assalto aconteceu durante o fim de semana.
O cabo Adelson, da Polícia Militar, disse na manhã desta segunda-feira (25) que o furto foi percebido pelo supervisor da empresa na manhã de hoje. Segundo o cabo, foram levadas sete caixas de celulares. “Nós acreditamos que esse furto tenha sido cometido por mais de uma pessoa”, afirmou.
O G1 entrou em contato com a empresa, que confirmou o furto mas que não poderia passar informação sobre o furto. O caso deve ser investigado pela Delegacia do Conde, segundo a polícia. Porém, até as 11h desta segunda-feira, o delegado Francisco de Assis informou que o caso ainda não tinha sido registrado.

RC lança Pacto Solidário 2013 que amplia atuação para infraestrutura e desenvolvimento humano

O governador Ricardo Coutinho faz o lançamento, nesta segunda-feira (25), do edital do Pacto Solidário 2013 para o Desenvolvimento Social da Paraíba. O novo pacto pretende ampliar as áreas de atuação nos municípios paraibanos, incluindo infraestrutura e desenvolvimento humano, além de educação e saúde.
Em vigor desde 2011, o Pacto pelo Desenvolvimento Social foi criado com o objetivo de melhorar a qualidade de vida dos paraibanos em todas as áreas de assistência básica.
Secom PB

Governo da Paraíba anuncia que vai pagar translado de alpinista morto

Decisão foi governador após Itamaraty informar que não arcaria com custos. Familiares informaram que translado custa cerca de R$ 20 mil.

Do G1 PB
Josenildo Correia da Silva desapareceu no monte Aconcágua desde quarta (6) (Foto: Arquivo Pessoal) 
Josenildo Correia da Silva desapareceu no monte
Aconcágua no dia 6 (Foto: Arquivo Pessoal)
 
O governo da Paraíba informou na manhã desta segunda-feira (25) que vai arcar com os custos dos translado do corpo do alpinista paraibano Josenildo Correia da Silva, encontrado no Monte Aconcágua, na Argentina, na última quarta-feira (20). Segundo familiares da vítima, o preço do transporte do corpo até a Paraíba seria de aproximadamente R$ 20 mil.
De acordo com a secretária de Comunicação da Paraíba, Estela Bezerra, a decisão do custeio do translado partiu do governador Ricardo Coutinho, após o Ministério das Relações Exteriores informar que não iria arcar com os custos do envio do corpo do alpinista a Paraíba. A Secretaria de Comunicação não informou que secretaria arcará com o custo.
No último sábado, parentes e amigos de Josenildo Correia haviam iniciado uma campanha para arrecadar dinheiro com o objetivo de custear o translado da Argentina para a Paraíba. Segundo Claudionor Gomes, amigo da família e que acompanha a mulher do alpinista na Argentina, “ela expressou o desejo de enterrar o marido dela na Paraíba”, disse.
Entenda o caso
Josenildo desapareceu no dia 6 de março quando tentava chegar ao topo do Monte Aconcágua, com outros quatro brasileiros. O corpo do alpinista foi encontrado pela Guarda Florestal do monte por volta das 13h da quarta-feira.
A esposa de Josenildo, Alessandra Pereira, iria retornar na sexta-feira ou no sábado (23) da Argentina, para onde viajou para auxiliar nas buscas. Previsão que, segundo o amigo da família, não deve se concretizar. "Pelas informações que temos, a liberação do corpo leva mais uns três dias. Por isso, a nossa preocupação é se concentrar em levantar o dinheiro para que possamos realizar o desejo da família, que é o de enterrar o corpo de Josenildo em Guarabira", acrescentou.
Monte Aconcágua
O Aconcágua é o ponto mais alto das Américas. O pico fica localizado nos Andes argentinos, a cerca de 110 km de Mendoza. A montanha representa um desafio para os alpinistas, que têm de enfrentar o frio e a escassez de oxigênio, comum em grandes altitudes, para tentar atingir o seu pico.

Technos compra dona das marcas de relógios Armani e Diesel no Brasil por R$182 mi

DAS AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS
Folha Online
A Technos anunciou a compra do grupo Dumont Saab, que detém as marcas de relógios Armani, Diesel, DKNY, Michael Kors, Burberry, Marc Jacobs e Adidas no Brasil.
Segundo a Technos, o negócio --anunciado nesta segunda-feira-- custou R$ 182,1 milhões.
A operação, que prevê a compra de 100% do capital votante e 95,84% do capital social da Dumont Saab, foi realizada por meio da Technos Amazônia Indústria e Comércio.
Sediada em Manaus (AM), a Dumont Saab foi fundada em 1970 e é uma das líderes do mercado relojoeiro no Brasil.
Com a aquisição, o portfólio da Technos aumenta para 19 marcas, sendo 7 próprias e 12 licenciadas. A companhia passa também a distribuir no Brasil algumas marcas internacionais de relógios.
"Admiramos o sucesso e tradição do grupo Dumont Saab e estamos honrados em contar com suas marcas, estrutura e ótima equipe de profissionais para empreendermos juntos projetos ainda mais ambiciosos num futuro próximo", afirmou Joaquim Ribeiro, presidente-executivo da Technos.
Após a compra, a empresa passa a contar com cerca de dez mil clientes varejistas e aproximadamente de 140 franquias exclusivas. Segundo comunicado, a infraestrutura de assistência técnica também é beneficiada e conta agora com aproximadamente 15 escritórios próprios e um centro técnico em São Paulo.
O negócio será submetido à ratificação dos acionistas em assembleia geral. No processo, será assegurado o direito de retirada para os que discordarem da operação, no prazo de 30 dias após a publicação da ata da assembleia.

Empresário quer fazer reality show de US$ 6 bilhões em Marte até 2023

NICOLA CLARK
DO "NEW YORK TIMES"
Folha Online

The New York Times Quando Bas Lansdorp começou a sonhar há mais de uma década em fundar a primeira colônia humana permanente em Marte, seu enfoque principal não foi superar os desafios tecnológicos. Foi o modelo empresarial. "Toda a tecnologia de que precisamos já existe --ou quase", disse. "Eu simplesmente não conseguia imaginar como financiar a coisa."
Lansdorp, um engenheiro e empresário holandês de 36 anos, não tem a fama de Dennis Tito, o financista americano que anunciou em fevereiro um plano para enviar duas pessoas em um sobrevoo a Marte em 2018.
Lansdorp também não pode se comparar à riqueza de Elon Musk, o bilionário fundador da SpaceX e da Tesla Motors, que propôs enviar até 80 mil pessoas ao planeta vermelho e cobrar US$ 500 mil de cada uma.
Mas Lansdorp está convencido de que encontrou o plano perfeito para levantar os US$ 6 bilhões que diz precisar para pousar uma primeira equipe de quatro pessoas na superfície de Marte até 2023. A missão seria transmitida como um programa de reality show para todo o mundo e duraria vários anos.
"Quantas pessoas você acha que desejariam ser os primeiros seres humanos a chegar a Marte?", perguntou Lansdorp, em uma entrevista, lembrando que mais de 600 milhões de espectadores disseram ter sintonizado os primeiros passos de Neil Armstrong na Lua em 1969.
"Estamos falando em criar um grande espetáculo de mídia, muito maior que os pousos na Lua ou os Jogos Olímpicos, com um enorme potencial de receita originária de direitos de transmissão e patrocínios", diz.
Lansdorp será o produtor-executivo, não um ator: ele não pretende fazer a viagem. Apesar do significativo ceticismo que seu plano despertou, ele cita seu sucesso em fundar e atrair financiamento para a companhia de energia eólica Ampyx Power --uma empresa que tenta usar aviões sem piloto e de curto alcance para gerar eletricidade-- como evidência de que pode transformar ideias amplas em realidades financeiramente viáveis.
O engenheiro não quis dizer quanto ganhou vendendo sua participação na Ampyx, mas disse que não precisaria trabalhar durante vários anos, pelo menos.
Com dez anos para selecionar e preparar sua primeira equipe, o projeto, chamado Mars One ("Marte Um"), espera começar o recrutamento de astronautas on-line neste outono. O candidato deve ter pelo menos 18 anos, ser fisicamente apto, falar inglês e estar disposto a superar o processo de seleção e um programa de treinamento de oito anos sob o olhar constante de uma câmera.
Não é necessário possuir habilidades técnicas específicas ou experiência, mas não esqueça de ler as letras miúdas do contrato: por motivos de recursos e de logística, essa é uma viagem só de ida.
PRIMEIROS PASSOS
No mês passado, o Mars One conseguiu seus primeiros investidores externos, e esses fundos serão usados para financiar os estudos do projeto conceitual da espaçonave, de um módulo de pouso, dos sistemas de suporte à vida, dos veículos de suprimento e dos sistemas de comunicação.
O site recebeu 1,7 milhão de visitantes únicos desde que foi ao ar, em junho passado, segundo o Google Analytics. Mais de 8.000 pessoas de mais de cem países já enviaram seus currículos por e-mail desde que o recrutamento on-line começou, em janeiro.
Lansdorp montou o Mars One como uma fundação sem fins lucrativos, mas ela é a acionista majoritária de uma companhia comercial, a Interplanetary Media Group, que possui os direitos exclusivos de venda das transmissões de televisão e de publicidade.
CETICISMO E CRENÇA
Ainda assim, nem todo mundo está convencido de que o projeto irá decolar. "A ideia de voar para Marte sem retorno não é tão absurda quanto pode parecer", disse Robert Zubrin, ex-presidente da Sociedade Espacial Nacional dos Estados Unidos. "Mas eu sou muito cético de que ela possa ser financiada por receitas de televisão."
Peter Mejer, diretor operacional da unidade holandesa da Trifork, um desenvolver de software baseado em Copenhague, disse que sua empresa --que também está fornecendo tecnologia de hospedagem na web e de rede para o Mars One-- concordou em investir uma soma não revelada. "Para nós é uma oportunidade não apenas de uma perspectiva tecnológica, mas também de marketing e de exposição da nossa marca."
PROCESSO DE SELEÇÃO
O grupo de candidatos será reduzido para algumas centenas até 2014, momento em que o Mars One espera começar a transmitir o processo por televisão em países escolhidos.
Junwie Cheng, que se candidatou para a missão a Marte, é um importador de metais de 26 anos de Taiyuan, uma cidade de 4 milhões de habitantes no nordeste da China. Ele admite que não é do tipo que aprecia muita gente, mas diz que está habituado a viver em locais lotados. "Às vezes, quando pego o metrô ou o ônibus, não encontro lugar para pôr meus pés."

Em "Salve Jorge", Théo conta a Helô que Lívia guarda seringas na bolsa

Do UOL, em São Paulo


  • Divulgação/TV Globo
    Théo vai contar a Helô que achou seringas na bolsa de Lívia Théo vai contar a Helô que achou seringas na bolsa de Lívia
No capítulo de "Salve Jorge" que vai ao ar no dia 3 de abril, quarta-feira, Théo (Rodrigo Lombardi) contará a Helô (Giovanna Antonelli) que Lívia (Claudia Raia) guarda seringas em sua bolsa.
O capitão descobriu a arma letal da vilã depois de passar a noite com ela em Istambul. Na ocasião, Lívia argumentou que usa os objetos para misturar cremes para pele. Antes disso, no Brasil, Théo já terá reencontrado Morena (Nanda Costa).
Depois de conseguir mais essa pista, Helô afirmará para Ricardo (Alexandre Barros) que Lívia é a culpada pela morte de Jéssica (Carolina Dieckmann) e Rachel (Ana Beatriz Nogueira).

Ex-prefeito de Areia é multado em R$ 25 mil por improbidade administrativa

TRF-5 reverteu sentença após recurso oferecido pelo MPF em Campina Grande contra Ademar Paulino de Lima
 Por Ascom/MPF
MPFAdemar Paulino de Lima
Ademar Paulino de Lima
A Terceira Turma do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF-5), no Recife (PE), condenou o ex-prefeito de Areia Ademar Paulino de Lima ao pagamento de multa civil de R$ 25 mil, bem como à pena de proibição de contratar com o poder público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios por três anos, em razão da prática de improbidade administrativa que feriu os princípios da administração pública.
A decisão de 18 de dezembro de 2012 reverte sentença da 6ª Vara Federal, que julgou improcedentes os pedidos da ação proposta pelo Ministério Público Federal em Campina Grande, em 20 de novembro de 2009, pela omissão de recolhimento aos cofres da Previdência Social das contribuições descontadas de segurados, no período de março a dezembro de 2004, no valor de R$ 847.164,58. Na ação, o MPF alegou que o parcelamento realizado pelo município perante à autarquia previdenciária não tinha o condão de eximi-lo da responsabilidade pela prática do ato de improbidade.
No acórdão, o TRF-5 afirmou que não foi apontado “nenhum motivo relevante para respaldar o fato ou justificar o emprego emergencial daqueles recursos”, situações que a jurisprudência afastaria a prática do ato de improbidade, bem como que “na qualidade de ordenador de despesas do município, o réu estava obrigado a providenciar o recolhimento das contribuições”, ficando o então gestor proibido de atribuir a responsabilidade a subordinados.
A apelação do Ministério Público Federal perante o TRF-5 já transitou em julgado, não cabendo mais recurso. Inclusive, em 13 de março de 2013, a Justiça determinou a expedição de ofícios à Presidência da República, Governo do Estado da Paraíba e município de Areia (PB) comunicando a proibição do réu em contratar com o poder público.
Execução – Em 19 de março de 2013, o procurador da República Marcos Alexandre Bezerra Wanderley de Queiroga manifestou-se nos autos para executar o pagamento da quantia devida pelo ex-prefeito aos cofres públicos. O valor deverá ser recolhido em favor do Fundo dos Direitos Difusos, nos termos da Resolução nº 16, de 8 de março de 2005.
O ex-prefeito deve ser citado para realizar o pagamento, com valores devidamente corrigidos, no prazo de 15 dias. No caso de inadimplemento, os bens de Ademar Lima podem ser penhorados, bem como bloqueados  valores de contas correntes e aplicações financeiras. A petição foi juntada aos autos em 21 de março de 2013.

Resumo da novela Flor do Caribe - dia 25 a 30 de Março


Novela Flor do Caribe - www.resumodenovelas.net
Resumo da Novela Flor do Caribe - GLOBO - 18h

Confira o resumo oficial dos capítulos da novela "Flor do Caribe" do dia 25 a 30 de Março. Nesta semana Ester sente que seu filho nascer, Alberto pede Ester em casamento, Samuca chama por seu pai, Ester propõe casamento a Alberto, Cristal se interessa por Cassiano, Chico tenta impedir o casamento de Ester...

Segunda-feira, 25/03/2013 - capítulo 13
Ester sente que seu filho nascer

Ester diz a Taís que vai contar aos pais que está grávida de Cassiano. Cassiano descobre uma forma de fugir. A notícia da gravidez de Ester se espalha pela vila. Olívia se emociona ao saber que vai ser avó. Cassiano diz a Duque que não vê a hora de se vingar de Alberto. Dom Rafael se enfurece com o interesse de Cristal sobre seus negócios.

Alberto diz ao avô que se aproveitará da gravidez de Ester para ficar com ela. Cristal revela a Amparo que desconfia dos negócios do pai. Quirino se casa com Doralice. Quirino e Doralice encontram um bebê em um cesto na porta de sua casa. Ester sente que está na hora de seu filho nascer e chama por Veridiana.


Terça-feira, 26/03/2013 - capítulo 14
Alberto pede Ester em casamento

Dadá chama a avó para ajudar Ester a dar à luz seu filho. Juliano se assusta ao ver o bebê que Doralice e Quirino acharam na porta de casa. Cassiano continua cavando o chão, para fugir da solitária. Candinho ordenha Ariana para dar leite a William. Dadá avisa que o filho de Ester e Cassiano nasceu. Hélio passa no vestibular e faz planos com Zuleika sobre seu futuro no Grupo Albuquerque.

Ester decide que o nome de seu filho será Samuel. Alberto convida Ester para ir a Natal fazer compras para Samuca. Donato é condenado a 20 anos de prisão. Taís e Olivia ficam apreensivas quando Chico informa que está guardando o dinheiro da indenização dado por Alberto para quando Cassiano voltar. Uma parede de terra desaba em cima de Duque. Alberto pede Ester em casamento.


Quarta-feira, 27/03/2013 - capítulo 15
Samuca chama por seu pai

Ester diz a Alberto que ainda ama Cassiano. Cassiano consegue tirar Duque debaixo da parede de terra que caiu sobre ele. Hélio visita o pai na cadeia. Ester se recorda de quando Cassiano lhe pediu que prosseguisse com sua vida caso algo acontecesse com ele.

Ester conta a Taís que Cassiano morreu em um confronto com a polícia. Taís incentiva Ester a ficar com Alberto. Viridiana conta para Dadá e Lino que sua mãe trabalhou na casa de Dionísio, mas não revela o motivo de ela ter ido embora. Cassiano escreve cartas para Ester. Samuca chama por seu pai.


Quinta-feira, 28/03/2013 - capítulo 16
Ester propõe casamento a Alberto

Alberto diz a Ester que pode ser o melhor pai do mundo para Samuca. Ester diz a Alberto que precisa refazer sua vida antes de pensar em se casar. Alberto decide financiar uma ONG para Ester trabalhar.

Cassiano e Duque tem dificuldades para encontrar a saída pelo duto de esgoto. Ester sente uma ciúmes de Alberto, quando ele sai com Yvete para dar uma entrevista. Bibiana visita Donato na prisão. Durante a caminhada pelo duto, Cassiano cai e quebra a perna. A ONG é inaugurada. Ester propõe casamento a Alberto.


Sexta-feira, 29/03/2013 - capítulo 17
Cristal se interessa por Cassiano

Alberto declara seu amor por Ester. Ester conta a Taís que, apesar de não ter esquecido Cassiano, vai se casar com Alberto. Yvete revela a Alberto que gostaria de trabalhar com ele como secretária particular. Alberto aceita Yvete como secretária e lhe dá um beijo. Duque machuca a mão. Lindaura, Samuel e Samuca ficam felizes com a notícia do casamento de Ester. Dionísio não aprova o casamento de Alberto com Ester.

Dom Rafael desconfia da mão machucada de Duque e manda os capangas vistoriarem a cela. Chico insiste em dizer que Cassiano voltará. Cassiano é escalado para pilotar o avião que levará Dom Rafael e sua família para a apresentação de Cristal. Cristal se interessa por Cassiano. Dom Rafael orienta Cassiano a evitar Cristal. Cassiano consegue ligar para casa e fala com Chico.


Sábado, 30/03/2013 - capítulo 18
Chico tenta impedir o casamento de Ester

Cristal surpreende os devotos e sua família, ao cantar na igreja uma música de ritmo forte. Cassiano gosta do canto de Cristal. Chico tenta impedir o casamento de Ester, dizendo que Cassiano está vivo. Rafael e Cristal discutem. Cristal avisa a Amparo que sairá de casa.

Chico avisa ao comandante que falou com Cassiano ao telefone, e que ele lhe pediu ajuda. Cassiano e Duque voltam a cavar o túnel e encontram a saída no teto da mina. Donato sai da prisão. Bibiana avisa a Donato que Hélio se formou e trabalha no Grupo Albuquerque. Dom Rafael descobre que Duque e Alberto fugiram da cela e manda seus capangas irem atrás dos prisioneiros.

Resumo das Novelas da Globo. Próximos Capítulos de "Flor do Caribe".

Leia Mais: http://www.resumodenovelas.net/2013/03/Resumo-novela-Flor-do-Caribe-dia-25-30-Marco.html#ixzz2NcVboYbZ

"Salve Jorge": Russo apanha e é torturado por capangas de Mustafá



http://natelinha.uol.com.br/img/pag/315x265/img20130324213259.jpg
Nos próximos capítulos de "Salve Jorge" o telespectador vai poder ver pela primeira vez Russo (Adriano Garib) sofrendo uma represália após cometer tantas maldades. O segurança vai levar uma surra dos capangas de Mustafá (Antonio Calloni).

Tudo acontece quando Mustafá acredita que Russo é o responsável pelo sumiço de Morena (Nanda Costa). Ele contrata uns homens para dar um susto no traficante. Quando Russo sai da boate, bandidos dão uma paulada em sua cabeça e o colocam num carro.

Levado para um depósito, ele vê Mustafá e percebe que está preso com seguranças armados ao seu redor. Um deles começa a torturar o vilão para que ele informe onde Morena está. Ele diz que nunca mais a viu e que ela morreu em uma explosão.

Durante a cena, Mustafá recebe uma ligação de Aisha (Dani Moreno) informando que Helô (Giovanna Antonelli) disse que ela pode viajar para o Brasil assim que terminar de cuidar do caso da brasileira que não morreu na explosão.

O empresário percebe que se trata de Morena e libera o segurança.

Russo fica furioso com a surra e resolve se vingar de Musfatá. Ele manda seus capangas sequestrarem o bebê de Tamar (Yanna Lavigne) e Demir (Tiago Abravanel).
Ciente de que foi Russo o culpado, o turco desabafa para Murat (Anderson Muller): "Eu sei quem fez... Foi uma resposta daquele Russo... Foi ele! Eu tenho que certeza que foi ele! Eu não posso permitir que por minha culpa aconteça o pior com essa criança! Vaaaya! Se acontecer vai ser minha culpa, Murat!".

"Salve Jorge" vai ao ar logo após o "Jornal Nacional".

NATELINHA

Samu Caaporã teve bastante trabalho nesse domingo.

Ontem por voltas das 20:15 da noite o samu caapora se deslocou  para efetuar um socorro a uma vitima de um provável atropelamento, um rapaz conhecido por BEL, próximo a taquara distrito de Pitimbu a USB Caapora chegou Rápido mas a vitima ja estava em óbito e também atendeu a esposa da vitima que chegou ao local minutos depois e foi encaminhada para o hospital e maternidade Ana Virginia, as 02:25 da madrugada chega na porta da Base do SAMU uma vitima que foi agredida com vários golpes de facão na cabeça e nas pernas, a vitima foi socorrida pela USA Caapora onde foi estabilizadas e encaminhadas ao hospital e maternidade Ana Virginia, no momento em que a vitima de arma branca se encontrava em frente ao SAMU mais um chamando para mais uma ocorrência no município  Pitimbu onde uma vitima solicitou o atendimento, e assim foi apenas o domingo deste profissionais.


Portal do Litoral Sul

Prefeitura de Alhandra tira dúvidas de servidores sobre processo do TCE no concurso público realizado em 2010


O prefeito de Alhandra, Marcelo Rodrigues, integrantes de sua assessoria jurídica, secretários municipais e vereadores da cidade se reuniram na tarde desta sexta-feira (22), no espaço Paradise, com servidores municipais para esclarecer as dúvidas que surgiram sobre o processo Nº 15669/12, do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE), que investiga possíveis irregularidades no concurso realizado pela Prefeitura de Alhandra, em 2010. Na ocasião, a atual gestão deixou claro que não teve e nem tem interferência com o procedimento investigativo, uma praxe do TCE, nem tão pouco pretende prejudicar os servidores e afastá-los de sua função e distribuiu uma Nota Oficial sobre o assunto com todos os presentes.

“Seria um caos na área de Educação, se o TCE, através do Ministério Público, chegasse a conclusão de que o concurso devesse ser anulado e determinasse o afastamento dos concursados”, disse o secretário de Educação de Alhandra, Valfredo José, abrindo os trabalhos e se dirigindo a uma plateia formada em sua grande maioria por professores e profissionais de sua Pasta.
O prefeito Marcelo Rodrigues prosseguiu reforçando que a atual gestão irá defender, via departamento jurídico, a validação do concurso. “Vocês estudaram, empregaram seus esforços, acreditaram que o concurso público lhes daria estabilidade e mais tranquilidade e é por vocês que nos vamos lutar, queremos que o concurso seja validado, que vocês permaneçam onde estão, a Prefeitura é solidária aos concursados, afinal vocês não podem pagar pelos erros de outros”, disse o prefeito, reforçando que seu antecessor, Renato Mendes, é quem tem que responder pelas possíveis irregularidades cometidas e futuras ações de improbidade administrativa.
Os advogados Rodrigo Cabral e Márcio Cabral, que integram a assessoria jurídica da Prefeitura, apontaram os vícios do processo, detalharam os questionamentos do TCE, inclusive pontuando suas irregularidades,  esclareceram os encaminhamentos de praxe em situações semelhantes, falaram das ações que já foram realizadas pela atual gestão, no sentido de se contrapor a nulidade do concurso, esclareceram que o processo investigativo do TCE não foi motivado por nenhuma denúncia e que ele é um procedimento usual do tribunal em todos os concursos públicos, e no final responderam várias perguntas dos presentes. Segundo Rodrigo Cabral, a Prefeitura já se antecipou junto ao Ministério Público de Alhandra, no caso de uma decisão de anulação do concurso, e propôs, que neste caso, seja realizado um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para que os concursados não sejam prejudicados e para que os servidores aprovados sejam mantidos em seus cargos e funções.
O vereador Edielson Nunes, líder da bancada de situação na Câmara de Alhandra, que estava acompanhado dos parlamentares João Sufoco e Irmã Ozana, reforçou que tanto o poder executivo, quanto o legislativo vão lutar pela validação do concurso. “Apesar de ser possível, não seria justo com todos vocês, que lutaram tanto para chegar onde estão, perder tudo com a anulação do concurso. Para a Prefeitura também seria péssimo, porque ela ficaria sem profissionais em cargos estratégicos. Diante disso, só nos resta lutar para que o concurso não seja prejudicado”, afirmou o vereador.
“Na nossa gestão, há democracia, participação popular e, sobretudo, diálogo”, disse Marcelo Rodrigues, destacando que aquele momento de reunião, onde servidores e gestores debatem assuntos em comum e de interesse do município, reflete o compromisso que ele tem com a cidade que administrará até 2016. “Sou o prefeito de todos, de quem votou em mim e de quem não votou, de quem gosta de mim e também de quem não gosta. Faço um apelo para que todos os alhandrenses se unam em prol de uma cidade melhor para todos”, disse o prefeito. 
“Houve um burburinho muito grande na cidade quando se tornou público que o Tribunal está investigando possíveis irregularidades do concurso e para tirar as dúvidas que surgiram com a notícia e tranquilizar os servidores, o prefeito marcou esse encontro”, destacou a secretária de Comunicação de Alhandra, jornalista Eliane Sobral. Na ocasião, ela falou sobre os mecanismos oficiais de divulgação das ações e informações da atual gestão que já estão disponíveis, a exemplo do twitter (@alhandranews), o facebook (newsalhandra) e, em breve, o portal da transparência (www.alhandra.pb.gov.br). “Essas são algumas das ferramentas de comunicação disponibilizadas, através das quais os cidadãos de Alhandra podem ficar bem informados, inclusive, sobre os encaminhamentos desse processo do concurso”, afirmou.
O prefeito avaliou o encontro como muito positivo. “Nós atingimos nossos objetivos, pois deixamos claro que a atual gestão não tem interesse de prejudicar ninguém, mostramos os caminhos que poderão seguir o processo e reforçamos que queremos que os concursados permaneçam no seu posto de trabalho dentro da legalidade, o que sair deste contexto é fofoca, especulação de quem não quer uma Alhandra mais feliz”, finalizou Marcelo. 
            Sobre o concurso
 
 O concurso foi homologado  no dia 06 de maio de 2010, através do Decreto     Nº 009/2010 e tinha o objetivo de preencher 203 vagas, distribuídas em 27 cargos na Prefeitura de Alhandra, sob o Regime Jurídico Estatutário. As inscrições ocorreram no período de 20 de janeiro a 03 de fevereiro de 2010, exclusivamente na sede da Prefeitura e as provas foram aplicadas no dia 20 de março. Apesar do curto período, 5.219 candidatos concorreram às vagas disponíveis.  A Fundação Allyrio Meira Wanderley, de Patos (PB), foi a empresa organizadora do concurso.








Secom

CBF marca CSP x Coritiba para o Amigão e clube paraibano não gosta



A indecisão do CSP sobre onde iria mandar a partida da Copa do Brasil de 2013 acabou. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou, em seu site oficial, que o primeiro jogo da primeria fase da competição entre o Tigre e o Coritiba será realizado no Estádio Amigão, às 21h50, no dia 4 de abril, em Campina Grande. Quem não ficou muito feliz com a decisão da entidade foi o presidente do clube paraibano, Josivaldo Alves, que preferia levar o confronto para o estádio do Treze, o Presidente Vargas, também em Campina.
Estádio Amigão em Campina Grande (Foto: Magnus Menezes / Jornal da Paraíba)
Estádio Amigão em Campina Grande (Foto: Magnus Menezes / Jornal da Paraíba)
 
Para o dirigente, a localização do Amigão deve afastar o público da partida. Josivaldo Alves também alegou que o CSP jogaria melhor no PV, pois o campo tem dimensões parecidas com o Estádio da Graça, com  as quais os jogadores do Tigre estão mais acostumados.
- Na verdade, nós queríamos o Almeidão, que é dentro de João Pessoa, e teríamos a possibilidade de jogar com a nossa torcida. Mas o estádio vai estar em reforma na data que nós queremos. Então a solução ideal seria jogarmos no PV, pois ele é dentro da cidade de Campina Grande e poderia atrair um público maior para a partida – afirmou o presidente.
Josivaldo Alves, presidente do CSP (Foto: Renata Vasconcellos)
Josivaldo Alves queria mardar o jogo no Estádio
Presidente Vargas (Foto: Renata Vasconcellos)
 
Josivaldo Alves aproveitou para pedir que os torcedores de Treze e Campinense prestigiem o jogo. De acordo com ele, o CSP estará representando a Paraíba na partida contra o Coritiba.
- Como vamos jogar fora de João Pessoa, peço aos torcedores de Campina que apareçam para o jogo. Nós estamos representando o nosso Estado numa competição nacional. Sem falar que o Coritiba é um grande clube, que tem jogadores conhecidos. Vai ser um bom espetáculo – disse Josivaldo.
Após este encontro no Amigão, caso o Coritiba não vença por dois ou mais gols de diferença, CSP e Coxa vão jogar novamente no dia 18 de abril, às 22h, no Estádio Couto Pereira, em Curitiba.

Larissa Keren
Globo ESporte/João Pessoa

VISITANTES

busca no blog