Páginas

Amigos de Caaporã

SHOPPING LUX MAGAZINE

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Criança que, supostamente, havia se afogado, foi estuprada e assassinada por afogamento


De acordo com o atestado de óbito emitido pelo o IML de Patos, sobre o caso da estudante de iniciais A. F.S. de 9 anos de idade, que morava no Sítio Aracatí de Cacimbas interior da Paraíba, revela que a criança foi estuprada e em seguida afogada criminalmente. O assassino ainda ocultou o cadáver enfiando uma estaca na blusa da menina e enterrando ela na lama do açude conforme ficou constatado.

Antes do enforcamento e afogamento, a criança sofreu abusos sexuais. A violência foi tanta que a menina teve os ossos dos quadris (bacia) quebrados, o criminoso ainda ocultou o cadáver na tentativa de confundir as autoridades policiais de que a morte se deu por afogamento.

É que quando a notícia se espalhou pela região através das rádios e de outros canais de comunicação, mais de cinquenta populares voluntários se mobilizaram juntamente com a Polícia Militar e os conselheiros tutelar a fim de encontrar a menina que estava desaparecida há três dias.

As equipes vasculharam toda a área do açude da Chã próximo ao Distrito de São Sebastião de Cacimbas, último local onde a garota foi vista na companhia de Carlos Júnior Pereira de 29 anos que inclusive é ex-presidiário. Segundo uma testemunha, ele estava carregando a menina nas costas e se afastando do local do banho, dizendo que estava ensinando a garota nadar, depois desapareceram misteriosamente.

O corpo da criança só foi encontrado na quarta feira (13/02) por volta das 05h40min da manhã pelas domesticas Maria Das dores dos Santos e Esmeralda Marques Farias com a ajuda de um menino que avistaram algo parecido com uma pessoa e resolveram averiguar, a o se aproximarem conheceram a menina que estava em um local de águas rasas com a blusa presa numa estaca.

A policia Militar, a Civil, o Conselho Tutelar, e vários populares acompanharam e remoção do cadáver feita pelos Bombeiros. A perícia realizou os primeiros levantamentos e em seguida encaminhou o corpo para ser feita a necropsia em Patos.
O acusado foi preso em flagrante na própria casa no Distrito de São Sebastião na noite da terça feira 12, e encaminhado para Cadeia Pública da cidade de Teixeira, a Polícia encontrou em poder dele roupas de crianças, uma porção de drogas equivalente a um cigarro de maconha, além de material pornográfico. "Júnior" como é conhecido já tem passagem pela policia por assalto na cidade de Campina Grande e contra ele, pesa outra acusação de estupro.

De acordo com o levantamento feito pela Polícia, o acusado é considerado de alta periculosidade e era acostumado aterrorizar a população do Distrito, quem tiver alguma informação de outros crimes praticados por "Júnior" pode ligar para o número 197 que terá a identidade preservada.

O delegado da Polícia Civil Dr. Rony Fernandes, falou sobreo o caso e destacou a importância do empenho das ações conjuntas das Polícias: Militar e Civil, do Conselho Tutelar, Ministério Público, do Juiz de Direito da comarca de Teixeira, da comissária de Polícia Nenê Correia, da colaboração do Delegado regional de Patos Dr. Danilo do Capitão Rômulo, a população em geral e de toda a imprensa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários sobre as publicações nesse blog passarão pelo moderador e só publicaremos comentários de pessoas que estiverem devidamente identificadas e que não denigram a imagem de outrem.

VISITANTES

busca no blog