Páginas

Amigos de Caaporã

SHOPPING LUX MAGAZINE

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Campinense inicia semifinais contra o Fortaleza na Arena Castelão



Foto: Secopa/CE
Hoje é um dia histórico para o Campinense. Logo mais, às 18h30, na capital do Ceará, o rubro-negro pisa no gramado da Arena Castelão para encarar o Fortaleza, pela primeira partida das semifinais da Copa do Nordeste.

Além de estar no reformado estádio que vai sediar jogos da Copa do Mundo de 2014, a Raposa marca época por disputar um estágio tão avançado do torneio regional.

Depois de eliminar o Sport de Recife em plena Ilha do Retiro, o representante paraibano chega com a melhor campanha entre os semifinalistas. A condição não coloca o clube como favorito, como analisa o técnico raposeiro Oliveira Canindé Lopes.

Mas segundo o treinador, eleva ainda mais a moral do grupo.
- Nós estamos focados nessa competição e todos nós sabemos onde podemos chegar. Então é hora de manter os pés no chão, mas continuar com a mesma garra, determinação e mantendo o desempenho, seguir firme no torneio. O Campinense tem um time competitivo e que sabe o que quer. Espero que consigamos impor mais uma vez o nosso ritmo contra o Fortaleza - comentou.

Não só o bom futebol e os resultados deixam Canindé contente. As lesões e punições disciplinares quase não apareceram no percurso. Hoje, mais uma vez, o comandante rubro-negro tem todos os titulares à disposição. Até o atacante Andrezinho, que estava lesionado, recuperou-se e fica como opção. Numa hora dessa não tem mistério. O time é o mesmo das quartas de final.

No entanto, além do adversário, o maior desafio do Campinense é a própria história. A Raposa nunca venceu o Fortaleza em jogos oficiais. O histórico de confrontos apresenta três empates e cinco vitórias do Leão do Pici. Os últimos encontros foram na polêmica Série C de 2011: dois equilibrados placares de 1 a 1 em Fortaleza e Campina Grande.

Na oportunidade, os paraibanos acabaram rebaixados depois de os cearenses vencerem o CRB por 4 a 0. A tese de uma suposta facilitação foi levantada pelo Campinense, que levou o caso aos tribunais. Nada mudou. Para o goleiro Pantera, remanescente de 2011, não existe revanchismo.

- Essa questão tem ser deixada para trás e o pensamento do Campinense tem que ser voltado para esse momento que a gente vem passando, que é muito bom - disse.

Fortaleza

O time comandado pelo técnico José Luiz Mauro, o Vica, tem uma baixa para encarar o Campinense. Na emocionante vitória por 2 a 1 que eliminou o Santa Cruz dentro do Arruda, nas quartas de final, o volante Esley recebeu o terceiro cartão amarelo e está suspenso.

Para a vaga, João Henrique deve ganhar a primeira chance entre os titulares. As principais peças do Fortaleza são o experiente zagueiro Ronaldo Angelim e o atacante Assisinho, autor do gol da classificação às semifinais.
Arbitragem
O apito estará nas mãos do sergipano Cláudi Francisco de Lima e Silva (CBF), que vai contar com as assitências de Cleriston Clay Barros Rios (Aspirante-Fifa) e Eric Nunes Costa (CBF-2), ambos também de Sergipe.

Prováveis escalações

Fortaleza: João Carlos, Rafinha, Gabriel, Ronaldo Angelim e Marinho Donizete; Jackson Silva, João Henrique, Everton e Jackson Caucaia; Jailton e Assisinho. Técnico: Vica

Campinense: Pantera, Tiago Granja, Edvânio, Roberto Dias e Panda; Wellington, Dedé, Glaybson e Bismarck; Zé Paulo e Jefferson Maranhense. Técnico: Oliveira Canindé Lopes.



Do EsportesPB

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários sobre as publicações nesse blog passarão pelo moderador e só publicaremos comentários de pessoas que estiverem devidamente identificadas e que não denigram a imagem de outrem.

VISITANTES

busca no blog