Páginas

Amigos de Caaporã

SHOPPING LUX MAGAZINE

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Público prestigia encerramento do 17º Salão de Artesanato da Paraíba


O 17º Salão de Artesanato da Paraíba recebeu, neste domingo (27), turistas e paraibanos que estiveram no Jangada Clube, na praia do Cabo Branco, em João Pessoa, para conferir o último dia do evento. A edição recebeu aproximadamente 72 mil visitantes, ultrapassando a marca de R$ 1 milhão em vendas.

O espaço reuniu artesãos de várias regiões do Estado com peças produzidas em diferentes técnicas e estilos. Entre os destaques da exposição estavam as peças de Emiliano Pereira, da cidade de Monteiro, que há mais de 50 anos trabalha com a produção de renda renascença. O artesão revelou que participou das últimas 16 edições, mas este ano teve um motivo a mais para comemorar.

“Essa é uma grande oportunidade de mostrar o nosso trabalho, aqui na capital, principalmente durante o período de férias, pois conseguimos alcançar os turistas que visitam a cidade. Apesar de ser um dos pioneiros do Salão, este ano eu terei a oportunidade de ter as minhas peças expostas em um evento fora da Paraíba. O material será apresentado a lojistas, decoradores e especialistas do Brasil e do mundo, entre os dias 4 e 7 de março, durante a Craft Design, na cidade de São Paulo”, ressaltou Emiliano.

Outro artista que registrou uma boa receptividade por parte dos visitantes foi Francc Neto, especialista em obras de marchetaria há 18 anos. Ele é natural da cidade de Catolé do Rocha e também terá as criações na 22ª Craft Design. Francc enfatiza que sempre trabalha com madeiras de reflorestamento, alternativa ou de demolição.

“O Salão é um evento que sempre nos ajuda a divulgar nosso trabalho, além de proporcionar a interação entre os artistas e a ampliação de novos contatos. É importante ver o resgate de muitos artesãos que viviam isolados no Alto Sertão do Estado e hoje têm a oportunidade de estar aqui, em um evento que já entrou na agenda do povo paraibano”, acrescentou.

A professora Theresa Karla reside na capital paraibana e revela que todos os anos faz questão de prestigiar o evento. A nova estrutura, o ambiente climatizado e a qualidade das peças em exposição foram os pontos mais atrativos na visão da educadora, que durante horas passeou pelos corredores e estandes.

“É perceptível que qualidade e o acabamento dos materiais têm evoluído consideravelmente ao longo desses anos, por isso o incentivo ao artesanato paraibano é mais uma forma de engrandecer e estimular o potencial cultural do estado”, observou a visitante.

O casal de turistas Gleison Ricardo e Ítala Carneiro visitou o espaço pela primeira vez. Os dois ficaram impressionados com a organização e segurança do evento, além de destacarem a receptividade dos artesãos como um dos grandes atrativos. “Ficamos apaixonados pelas peças em renascença e algodão colorido. Com certeza, serão uma ótima opção para presentear nossos familiares no fim das férias”, finalizou Gleison.

O 17º Salão de Artesanato da Paraíba foi aberto no dia 19 dezembro de 2012 e teve exposições de peças de madeira, renda renascença, fibra da palha de coqueiro, fuxico, crochê, bambu, cabaça, metais, cerâmica, tecelagem, artesanato indígena, osso, couro, literatura de cordel, fios e algodão colorido.

Nesta edição também foi criado um espaço gastronômico, onde o visitante pôde conferir atrativos regionais de licores, biscoitos caseiros, castanhas, cachaças, pimentas, doces, rapaduras e outras peculiaridades da culinária local. O evento foi promovido pelo Programa de Artesanato da Paraíba, coordenado pela primeira-dama, Pâmela Bório, com a supervisão da gestora do Programa, Ladjane Barbosa.




Fonte: Da Secom PB

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários sobre as publicações nesse blog passarão pelo moderador e só publicaremos comentários de pessoas que estiverem devidamente identificadas e que não denigram a imagem de outrem.

VISITANTES

busca no blog