Páginas

Amigos de Caaporã

SHOPPING LUX MAGAZINE

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Campinense faz o dever de casa contra o CRB e agora é lider do Grupo D da Copa do Nordeste

Os gols não saíram em grande quantidade como os torcedores presentes no Estádio Amigão gostariam que tivesse ocorrido. Mesmo assim, o magro resultado de 1 a 0, feito pelo Campinense, garantiu aos paraibanos a ponta do Grupo D, na partida que finalizou a terceira rodada da Copa do
Nordeste.

O CRB, ocupando a terceira colocação da chave e somando três pontos, viu-se completamente dominado pelos donos da casa e, sem apresentar um futebol eficiente, pagou pelos seus próprios erros ocorridos nos 90 minutos de jogo. Os dois clubes voltam a se enfrentar agora na semana que vem, pela quarta rodada da competição.
Rubro-Negro faz gol e joga nos erros do CRB
O Campinense começou a partida mostrando o porquê de querer presentear seus torcedores com uma vitória. Logo aos 2 minutos, Panda quase faz de fora da área e, no rebote, Jéferson ainda perdeu a chance de fazer 1 a 0. Pressionado, o CRB viu o adversário ganhar espaço e fazer uma forte marcação homem-a-homem. Com isto, não demorou muito para sair o zero do placar: aos 7, Jéferson Maranhense não desperdiçou a nova chance e pôs o Rubro-negro na frente.

Pela ala direita, o time de Campina Grande fazia valer sua maior disposição dentro de campo e criava mais perigo para a frágil defesa do CRB, muito com as ofensivas de Jéferson Maranhense e Bismarck. Como se não bastasse a confusão na pequena área, o sistema de meio de campo dos alagoanos praticamente foi inexistente. As iniciativas pelas laterais fizeram com que o Campinense sufocasse de todas as maneiras as saídas de jogo do Alvirrubro.

Sem ver melhora com os jogadores que iniciaram a partida, o técnico Heriberto da Cunha decidiu mexer no Galo da Pajuçara, tirando Paulo Vitor Paulista para a entrada de Paulo Vitor. O que de fato foi modificado, nos minutos finais do primeiro tempo, foi o volume de contra-ataques dos donos da casa, que preferiram esperar e segurar a parte física para partir nos contra-ataques. Ao término da etapa inicial, a impressão que ficou era a de que a Raposa poderia ter feito um placar mais elástico.

CRB tem melhora razoável; Campinense administra resultado

Com as mesmas formações, as equipes voltaram do intervalo com mais disposição fisica. Semelhante também foram as primeiras chances, que continuavam a sair dos pés de Bismarck, pelo lado do Campinense: em escanteio cobrado pelo jogador, Roberto Dias finalizou para fora. Aos 2 minutos, Jairo novamente falhou, colocando em perigo a defesa do Galo.

Os 15 minutos que se seguiram mostraram um CRB um pouco melhor dentro do jogo. Mesmo assim, a equipe alagoana mostrava pouca criatividade para furar o bloqueio montado pelo time da casa. Avançando os jogadores no meio, o Alvirrubro passou a ter um forte sistema de marcação, mas com a bola no pé o último passe se mostrava ineficaz.

Durante o segundo tempo, muitas foram as substituições realizadas pelos treinadores. Com as entradas de Jonathan e Bryan, o CRB tentou ganhar um aspecto mais ofensivo, muito embora sem sucesso. No Campinense, as entradas mantiveram o nível de equilíbrio entre os setores do Rubro-Negro, que passou os minutos finais apenas tocando a bola e esperando o apito final.

No fim, melhor para o Campinense, que chegou à liderança do grupo e soma agora sete pontos. Para os alagoanos, restou apenas a lamentação pela apresentação abaixo da expectativa e a chance de, na semana que vem, poder reverter o resultado contra o mesmo adversário.

FICHA TÉCNICA

CAMPINENSE 1 X 0 CRB

Local: Estádio Amigão, em Campina Grande (PB)
Data: 27/01, às 18h30 (19h30 horário de Brasília)
Arbitragem: Eduardo de Santana (SE)
Assistentes: João Carlos de Jesus (SE) e Victor Oliveira (SE)

Gols: (1-0) Jéferson Maranhense, aos 7/1ºT

Cartões amarelos: Zé Paulo, Wellintgton e Dedé (Campinense); Audálio (CRB)
Cartões vermelhos:

CAMPINENSE: Pantera, Tiago Granja, Roberto Dias, Edvânio e Panda; Dedé, Glaybson (Andrezinho, aos 15/2ºT), Wellington e Bismarck (Edmar); Zé Paulo e Jeferson Maranhense. técnico: Oliveira Canindé.

CRB: Tiago; Rodrigão, Audálio e Ednei; Paulo Sérgio, Diego Aragão, Paulo Vitor Paulista (Paulo Vitor), Jairo (Jonathan, aos 24/2ºT)e Edu Silva; Henry (Bryan, aos 19/2ºT) e Carlão. Treinador: Heriberto da Cunha.
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários sobre as publicações nesse blog passarão pelo moderador e só publicaremos comentários de pessoas que estiverem devidamente identificadas e que não denigram a imagem de outrem.

VISITANTES

busca no blog