Páginas

Amigos de Caaporã

SHOPPING LUX MAGAZINE

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Prefeito eleito de Alhandra reúne futura equipe de governo para definir preenchimento de quadros

O futuro prefeito de Alhandra, Marcelo Rodrigues (PMDB), reuniu sua equipe de secretários e assessores para definir o organograma de pessoal que vai ocupar os cargos comissionados do segundo e terceiro escalão da prefeitura a partir de janeiro de 2013.

Durante toda a manhã e boa parte da tarde desta sexta-feira (21), os futuros auxiliares do governo mostraram as necessidades de pessoal de suas respectivas pastas e sugeriram nomes que passarão, necessariamente pelo crivo de Marcelo e de seu vice prefeito, Cal Lucena, para serem contratados. A reunião aconteceu numa propriedade na área rural de Alhandra. Dados da folha de pessoal da Prefeitura referente ao mês de novembro mostra que o município tem 676 funcionários efetivos, 348 pessoas contratadas e cerca de 70 cargos comissionados.
O futuro prefeito abriu a reunião lembrando da necessidade de disponibilidade de seus auxiliares a partir de 1º de janeiro. “Vocês precisarão estar 100% disponíveis para exercer a função que lhes foi confiada, com amor e carinho, porque agora a cidade de Alhandra vai ser administrada pelos donos dela. Vamos cuidar da nossa cidade com afinco e quero reafirmar que não ficarei constrangido de substituir o auxiliar que não estiver em sintonia com esse objetivo”, disse Marcelo, destacando que a prioridade da gestão que começa a atuar a partir do dia 1º de janeiro é assegurar os serviços essenciais da população, sem comprometer o equilíbrio fiscal do município. “Temos que ter muito critério na contratação de pessoal, pois a nossa prioridade é garantir a governabilidade da gestão, ao mesmo tempo em que devemos assegurar a disponibilidade dos serviços essenciais à população”, disse Marcelo, reforçando que neste aspecto a palavra final de quem vai integrar a equipe será sempre dele e de seu vice.
Marcelo Rodrigues também cobrou empenho dos futuros secretários no sentido de fazer funcionar a máquina administrativa a partir de janeiro. “O governo não será de Marcelo, nem de Cal, mas de todos nós, pessoas que lutaram para que a nossa cidade tivesse a oportunidade de ser administrada com um olhar voltado, exclusivamente, para ela, para os interesses de seus filhos”, disse o futuro prefeito, externando a ‘pressão’ a que está sendo submetido desde que sua vitória nas urnas foi confirmada. “Só eu sei o tamanho da responsabilidade que assumi. A expectativa da população, que lutou quase 20 anos para ter sua cidade administrada por um filho da terra, é enorme e isso tem me tirado noites de sono, comprometido meu bem estar, me privado de momentos com minha família, mas, sei que tudo isso é em prol de um objetivo muito nobre, que é fazer a nossa cidade crescer, se desenvolver e deixar o nosso povo mais feliz. Foi com esse propósito que eu fui eleito e é com esse pensamento que quero que os meus secretários comecem a atuar a partir de 1º de janeiro”, finalizou Marcelo.
Além dos futuros secretários e adjuntos, do vice prefeito Cal Lucena, ainda participaram da reunião, a coordenadora de comunicação da futura gestão, jornalista Eliane Sobral, o  comunicador, Jailson Queiroz, os vereadores João Sufoco, Edielson e Valfredo, e a vereadora eleita Irmã Ozana, além do futuro assessor de gabinete, Marcelo Vasconcelos.
 
Assessoria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários sobre as publicações nesse blog passarão pelo moderador e só publicaremos comentários de pessoas que estiverem devidamente identificadas e que não denigram a imagem de outrem.

VISITANTES

busca no blog