Páginas

Amigos de Caaporã

SHOPPING LUX MAGAZINE

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

MPF recebe denúncias de falta de medicamentos excepcionais na Paraíba

Assessoria
MPF recebe denúncias de falta de medicamentos excepcionais na Paraíba


Em audiência pública, realizada na manhã de hoje (31), o Ministério Público Federal e o Conselho Estadual de Direitos Humanos ouviram denúncias de pacientes e explicações de representantes das Secretarias de Saúde do estado da Paraíba e do município de João Pessoa sobre falta de medicamentos excepcionais. A audiência também tratou de outros problemas ligados à saúde e previdência social, como a qualidade do atendimento do INSS no estado e da substituição dos médicos cooperativados, prevista para o dia 19 de dezembro deste ano.

O procurador da República Duciran Farena esclareceu os presentes quanto ao trânsito em julgado das Ações Civis Públicas nºs 0008490-68.2003.4.05.8200 e 0003315-59.2004.4.05.8200, afirmando que o Ministério Público Federal quer buscar provas de que há descumprimento das decisões judiciais. Observou ainda que no tocante aos medicamentos excepcionais, o estado da Paraíba, desde agosto de 2012, está obrigado a fornecer os medicamentos da relação de medicamentos especializados (Portaria MS/GM n. 533/2012) dispensados conforme o protocolo clínico do SUS. Os casos de pacientes que possuem prescrição de medicamentos fora da tabela e medicamentos da tabela mas utilizados para patologias não previstas no protocolo clínico estão fora do âmbito das ações transitadas em julgado, mas podem ser objeto de judicialização à parte.

Diversos pacientes e familiares atenderam à convocação pública e compareceram à audiência, relatando e relataram as dificuldades que passam com a falta dos medicamentos excepcionais. Segundo Zuma Nunes, coordenador-geral da Associação Paraibana de Anemias Hereditárias, cerca de 200 pacientes que necessitam do medicamento hidroxiureia, estão precisando fazer uso urgente desse remédio, mas ele está em falta na Secretaria Estadual de Saúde na Paraíba (SES/PB), embora conste da relação de medicamentos especializados. Gilcélia Menezes, diretora do CED-MEX, alegou que a Secretaria de Saúde do Estado fez um registro de preços, mas o fornecedor teria cancelado o empenho, recusando-se a fornecer o produto. Outros casos, como o micofenalato de mofetila para pacientes portadores de lúpus (doença que não se enquadra dentre aquelas para as quais é permitida a dispensação pelo SUS) também foram discutidos.
No tocante à previdência social, houve inúmeras críticas quanto ao atendimento dos postos de serviço do INSS na Paraíba. A defensora Pública Federal Lídia Ribeiro e o promotor de Justiça Marinho Mendes, ambos conselheiros do CEDH, questionaram Rogério Oliveira, gerente-executivo substituto do INSS, quanto aos critérios das perícias, que, segundo afirmaram, estimulam a judicialização ao negarem indevidamente benefícios aos usuários.

A conselheira do CEDH-PB e ouvidora de Segurança Pública, Valdênia Paulino, destacou que o CEDH-PB busca a integralidade dos direitos humanos e que é parceiro da população na luta pela efetivação dos direitos. Também criticou o excesso de burocracia que impede o acesso das pessoas à saúde e previdência social. Ao final da reunião, o procurador Duciran Farena deixou registrada sua preocupação com a suspensão dos contratos com cooperativados no próximo dia 19 de dezembro, porque entende que “nada está sendo feito e o estado da Paraíba continua confiando apenas em recursos judiciais”.


Encaminhamentos - Como resultado da audiência, foi deliberado que a Secretaria de Saúde do Estado apresentará em 15 dias, lista dos pacientes que estão cadastrados para recebimento do medicamento hidróxido de uréia, e dispensação realizada nos últimos oito meses. A SES/PB também apresentará demonstrativo do controle de estoque informatizado, especificamente estoque nos últimos oito meses do hidróxido de uréia e requinol, mencionando respectivos processos de compra, além de listagem dos pacientes cadastrados para anemia falciforme e lupus, com medicação dispensada nos últimos oito meses. Ainda informará em 15 dias sobre as providências para substituir os cooperativados em 19 de dezembro deste ano.
Por sua vez, o INSS informará em 15 dias sobre a qualidade do atendimento na Paraíba, campanhas de conciliação e acesso a recursos administrativos nos casos de indeferimento; acordo-padrão no estado da Paraíba e mudanças Sistema de Administração de Benefícios por Incapacidade (Sabi) para contemplar todos os CIDS (Cadastro Internacional de Doenças). Já a Secretaria de Saúde do Município de João Pessoa informará sobre o fornecimento de medicamentos da atenção básica para pacientes com anemia falciforme e lupus, bem como sobre a distribuição gratuita de filtro solar para aqueles pacientes com prescrição médica.
Foi deliberado ainda que será designada nova audiência para discutir demandas inerentes à dependência química.
Participaram da audiência pacientes, representantes de associações, além do presidente do CEDH-PB João Bosco Francisco, a defensora Pública Federal Lídia Ribeiro Nóbrega, o promotor de Justiça Marinho Mendes, a diretora do Cedmex Gilcélia Maria Menezes de Ribera, o chefe do Núcleo de Assistência Farmacêutica da SES/PB Manoel Mariano Neto, a gerente de medicamentos da Secretaria Municipal de Saúde de João Pessoa (SMS/JP) Janaína Silva Lessa Ferreira, o procurador Federal do INSS Flodoaldo Carneiro da Silva, o gerente-executivo substituto do INSS Rogério da Silva Oliveira, o consultor jurídico da SMS/JP Stanley Marx, o assessor jurídico da SES/PB Ronilton Pereira Lins e o vereador Geraldo Amorim.

Marcelo Rodrigues, prefeito eleito de Alhandra, participa da 1ª edição do Fomenta Paraíba



Evento acontece no SEBRAE de João Pessoa e deve reunir cerca de 400 pessoas.
O vice prefeito de Alhandra, Cal Lucena também vai prestigiar o evento
O novo prefeito de Alhandra, o empresário e produtor rural, Marcelo Rodrigues (PMDB) e o vice prefeito eleito da cidade, Cal Lucena (PMDB) vão participar da primeira edição do Fomenta Paraíba, que terá inicio na noite desta terça-feira (30), às 19h, na Casa Roccia, em Tambauzinho. O evento prossegue  nesta quarta-feira (31) e deve reunir cerca de 400 empresários de todo o Estado, além de gestores públicos, no Centro de Educação Empreendedora do SEBRAE Paraíba, em João Pessoa. O evento, que é uma parceria entre o Governo Federal, através da Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação (SLTI), do Ministério do Planejamento, o SEBRAE Nacional e o Governo do Estado, tem como proposta de estimular a participação das micro e pequenas empresas (MPE) nas aquisições públicas, que é um mercado com grande potencial para os pequenos negócios.
Durante o Fomenta Paraíba os gestores da União, estados, e municípios, de empresas estatais, superintendentes e diretores administrativos, compradores públicos, pregoeiros, procuradores e diretores de compras públicas receberão orientações e capacitações na área de compras governamentais. Já na Rodada de Negócios os participantes terão a oportunidade de apresentar produtos e serviços a compradores públicos, como instituições públicas federais, estaduais e municipais, que também irão expor suas principais necessidades de compras.
“Não tenho experiência político/administrativa, mas quero administrar Alhandra da melhor forma possível e vislumbro neste evento do Sebrae uma ótima oportunidade de aprender um pouco sobre gestão pública, por isso, eu e meu vice prefeito fizemos questão de participar do evento”, afirma o futuro prefeito de Alhandra, Marcelo Rodrigues, que disputou a sua primeira eleição este ano e já saiu vitorioso.
Segundo afirmação da gestora do Fomenta Paraíba e analista do SEBRAE Paraíba, Germana Espínola, publicada no site do órgão, a Paraíba possui cerca de 112 mil pequenos negócios (micro e pequenas empresas e empreendedores individuais), que representam em torno de 97% do total de empresas do Estado. “Apesar de ser um dos estados com maior proporção de pequenas empresas que vendem ao governo, a participação de empresas paraibanas nos processos ainda é prejudicada pelas limitações dimensionais, desinformação, despreparo técnico e gerencial e ainda por resistências culturais. Com o evento, esperamos ampliar em 20% a participação das MPE nas licitações e pregões”, destacou ela.
 
Assessoria

Primeira reunião de transição na Prefeitura de Alhandra foi com secretários de Administração e Educação do município




 
Reunião aconteceu nesta terça-feira (30), na sede da
  Prefeitura de Alhandra, no gabinete do prefeito

O prefeito eleito de Alhandra, Marcelo Rodrigues (PMDB) e seu vice, Cal Lucena (PMDB), junto com membros da equipe de transição e de sua assessoria jurídica se reuniram na manhã desta terça-feira (30), na sede da Prefeitura de Alhandra, com os secretários de Educação, Vanilta Amâncio Leite e de administração, Juracy Mendes Nóbrega, para começar a receber documentos e informações da Prefeitura. Essa é a segunda reunião, de outras que acontecerão até o final do ano, entre a atual equipe da Prefeitura e a futura gestão do município. O grande objetivo destes encontros é assegurar que os serviços essenciais da Prefeitura não sejam suspensos ou fiquem comprometidos por causa da mudança de governo, a partir de janeiro do próximo ano.
“Iniciamos semana passada, com a reunião com o prefeito Renato Mendes (DEM) esse o processo de transição que até agora está avançando já que aos poucos as informações que estamos solicitando estão sendo repassadas. Espero que a atual gestão realmente nos passe as informações e os documentos que nós solicitamos, a fim de que possamos, a partir de dados concretos, formular um pré projeto de governo que assegure a manutenção dos serviços essenciais da Prefeitura para que o povo de Alhandra não seja prejudicado com a mudança de gestão”, afirma Marcelo Rodrigues.
Na reunião desta terça-feira, a equipe do futuro governo recebeu dos atuais secretários municipais de Alhandra alguns documentos, de uma relação de 24 itens, que foram solicitados, via ofício, na última reunião do dia 24. Na próxima quinta-feira (01), às 10h, ficou agendado outro encontro na Prefeitura, para entrega dos demais documentos. Na ata da reunião desta terça-feira também consta que ficou acordado que no dia 12 o restante dos documentos deverão ser entregues. “Nossa expectativa é que a Prefeitura não se negue a entregar essa documentação, até porque o próprio Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) editou, no último dia 17, uma resolução normativa orientando os prefeitos eleitos a requisitar o devido levantamento de dados e os atuais gestores devem facilitar o acesso a essas informações e documentos sob pena de responderem judicialmente por negação e/ou omissão”, finaliza o advogado Rodrigo Diniz Cabral, integrante da equipe jurídica do futuro prefeito de Alhandra.
Assessoria 
com Alhandra em Foco
 

Prefeito eleito defende unificação no PMDB da PB e dispara: "Vou para onde Maranhão for"


O prefeito eleito de Cabedelo Luceninha (PMDB) disse durante entrevista ao PolíticaPB que é mais um dos filiados que defende a pacificação e unidade dentro do seu partido. Ele inclusive revelou que deve muito ao ex-governador José Maranhão (PMDB) e que apesar de respeitar a vontade de colegas de partido que querem uma renovação no comando da sigla a nível estadual, defende a unificação em torno do nome de Maranhão para sucessão da presidência do Diretório Estadual do PMDB.

“Eu acredito que até dezembro, quando se encerra o mandato de António de Antonio de Souza , eles devem entrar em um consenso, é José Maranhão é a pessoa indicada para conduzir nosso partido, porque se o PMDB é grande hoje aqui no Estado, isso se deve muito a ele, porque Maranhão sempre procurou unificar e fazer com que o partido crescesse. Então, eu sou uma pessoa bastante ligada a Maranhão e eu acompanho a sua determinação, visto que enquanto ele foi governador ajudou muito a Cabedelo, e por isso estarei sempre a sua disposição e vou para onde Maranhão for”, declarou Luceninha.

Ele disse ainda reconhece que existem outros grandes nomes no partido, mas que teme que possa haver uma desfacelação do partido com a possibilidade de várias chapas .“A gente sabe que o PMDB é hoje partido importante para o crescimento do país e o partido de maior bancada de sustentação ao Governo da nossa presidente Dilma e eu acho que estamos vivendo um problema interno que tem que ser resolvido realmente por aqueles que fazem a estadual hoje, que tem a frente nosso colega Antonio Souza. Mas, diante mão nós estamos aí juntos com o ex-governador José Maranhão. E por isso defendo uma unificação, porque sempre quando existe uma divisão, alguém sempre sai prejudicado. E o PMDB sempre foi um partido unido e não é agora que ele vai se desfacelar com uma briga interna”, acrescentou ele.




Fonte: Adaucélia Palitot - PolíticaPB

Efeitos da seca: 2ª etapa de vacinação contra a febre aftosa é suspensa na Paraíba

De acordo com o secretário Executivo de Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca, Rômulo Montenegro, o agravamento da situação de estiagem durante este ano foi o principal motivo do pedido de cancelamento da campanha

A segunda etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa está suspensa na Paraíba até o dia 31 de dezembro deste ano. A campanha estava prevista para ser iniciada nesta quinta-feira (1º). Desta forma, os criadores paraibanos ficam obrigados a comparecer as Unidades da Defesa Agropecuária, no período de 1º de novembro a 31 de dezembro de 2012 para atualizarem seus cadastros. Caso contrário ficarão impedidos de participar dos programas direcionados a atividade agropecuária.

De acordo com o secretário Executivo de Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca, Rômulo Montenegro,  o agravamento da situação de estiagem durante este ano foi o principal motivo do pedido de cancelamento da campanha junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

 “A norma vigente prevê que poderão ser adotadas estratégias de vacinação diferentes das estabelecidas, após analisados cada caso pelo  Ministério. O que ocorreu no nosso caso, mostramos a situação em que o rebanho se encontra por motivo dos efeitos da seca, fizemos o pedido e fomos atendidos” explica o secretário.

A Defesa Agropecuária da Paraíba alerta que a comercialização de vacinas contra a febre aftosa somente será permitida mediante a solicitação do criador e autorização do Serviço Veterinário Estadual.  A preocupação dos Serviços Veterinários Oficiais (SVOs) é pelo comprometimento dos índices vacinais e proteção dos rebanhos em função dos efeitos danosos da seca. Isto porque os animais ficam debilitados com baixíssimo peso, e dificuldade de manejo, fazendo com que eles não respondam  satisfatoriamente a vacina por causa do estado nutricional comprometido.

O diretor do Departamento de Saúde Animal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Guilherme Marques, ressalta que a medida adotada nos estados da região Nordeste não afetará o processo de reconhecimento da região como zona livre da febre aftosa com vacinação em 2013.

Prefeito determina fechamento de rua após assaltos à agência do Banco do Brasil

O prefeito do município de Serra Branca, no Cariri Paraibano, Eduard Torreão Mota tomou uma decisão extrema. Ele determinou o fechamento  da avenida Principal da cidade com correntes e cadeados. Com essa decisão, os veículos não poderão mais trafegar no local no horário das 8 às 13 horas.
A decisão foi tomada em comum acordo a direção do banco e o prefeito e tem como objetivo coibir os assaltos a agência do Banco do Brasil que já foi vítima dos bandidos duas vezes. Enquanto a avenida permanecer fechada, duas viaturas da polícia permanecerão no local reforçando a segurança.
Com a decisão do prefeito, o trânsito teve que ser desviado o que causou revolta nos moradores.

Redação

Procon multa 49 postos por aumento no preço da gasolina

Procon multa 49 postos por aumento no preço da gasolina
Quarenta e nove postos de combustíveis foram multados pelo Proncon de João Pessoa por aumentarem o preço da gasolina sem justificativa e pela diferenciação de preço para o pagamento no cartão. No total, foram aplicadas 52 multas que somam R$ 568 mil.


O procedimento foi iniciado em maio deste ano, quando as pesquisas do Procon-JP revelaram uma elevação do preço do combustível de até 15%. Na época, os postos foram autuados e tiveram 10 dias para se defender. Nos meses seguintes, outros estabelecimentos também foram autuados. Foram 45 postos multados por aumento sem justificativa e quatro por diferenciar o preço no pagamento em dinheiro e no cartão de débito ou crédito direto para o vencimento. Os valores variam de R$ 5 mil a R$ 15 mil.


Após garantir ampla defesa, a consultoria jurídica do Procon-JP analisou caso a caso e constatou que não houve reajuste de preço das distribuidoras para os postos que fosse compatível com o aumento no preço final para os consumidores.


Segundo o Procon-JP, as empresas violaram regras determinadas pelo Código de Defesa do Consumidor (CDC). Entre estas, a prevista no Artigo 39 da lei, que diz que é vedado ao fornecedor de produtos ou serviços, dentre outras práticas abusivas, exigir do consumidor vantagem manifestamente excessiva e elevar o preço sem justa causa.


Já a Lei Estadual Nº 9.624/11, estabelece o valor único nos preços cobrados pelos postos de combustíveis na hora do pagamento à vista, considerado em espécie, cheque, no cartão de débito ou crédito. Só pode ter aumento no cartão se a compra for parcelada.


De acordo com o coordenador do Procon-JP, Marcos André Araújo, as multas foram definidas com base em um critério proporcional, respeitando a realidade financeira de cada estabelecimento. Segundo ele, os estabelecimentos receberão as notificações com o valor das multas a partir desta quarta-feira (31).


O coordenador lembrou que, há um ano, o menor preço do litro da gasolina era de R$ 2,27 e, pela última pesquisa, o consumidor só pode comprar o produto por, no mínimo, R$ 2,58. Além disso, apenas dois postos estavam com esse menor preço.


Defesa

Entre as justificativas dadas pelos postos de combustíveis autuados está a de que não houve aumento abusivo no preço do litro da gasolina, mas sim, o fim de um período promocional. Com isso, os valores de revenda teriam voltado ao normal.


No entanto, segundo o Procon-JP, o acompanhamento dos preços mostra justamente a prática do aumento e não o término de um desconto. As empresas não apresentaram qualquer documento que comprovasse essa alegação.


G1

Candidatos que disputaram o primeiro turno têm de prestar contas finais até terça-feira (6)

Os candidatos que encerraram a sua participação nas Eleições 2012 no primeiro turno têm até terça-feira (6) para apresentar à Justiça Eleitoral suas prestações de contas finais de campanha. O mesmo prazo vale para comitês financeiros e partidos. O primeiro turno das eleições municipais ocorreu no dia 7 de outubro.
Caso o candidato não apresente as contas eleitorais não poderá obter a certidão de quitação eleitoral e, em consequência, ficará impedido de obter o registro de candidatura para a próxima eleição por não estar quite com a Justiça Eleitoral.
Já os 100 candidatos que concorreram ao segundo turno das eleições para prefeito, no dia 28 de outubro, têm até o dia 27 de novembro para entregar as prestações de contas finais.
Primeiro turno
No dia 11 de outubro, a Justiça Eleitoral liberou a atualização do Sistema de Prestação de Contas Eleitorais (SPCE), cadastro em sua versão 1.07. Pela primeira vez, o sistema de prestação de contas possibilita a entrega do arquivo eletrônico da prestação de contas final de candidatos, partidos e comitês financeiros pela internet. Mas essa modalidade só pode ser utilizada pelo prestador de contas caso realize a atualização do sistema para a versão 1.07. Acesse aqui o link para download do SPCE Cadastro 1.07.
O envio das prestações de contas finais pela internet não isenta candidatos, partidos e comitês da obrigatoriedade de entrega dessas prestações, com todos os seus demonstrativos e peças na forma impressa, à Justiça Eleitoral.

EM/LF

TRE indefere registro de substituição de última hora dos barrados pela Ficha Limpa

Na sessão dessa terça-feira (30), o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SP), seguindo o mesmo entendimento da Procuradoria Regional Eleitoral em São Paulo (PRE-SP), afirmou que é ilícita a substituição de última hora de candidato inelegível em razão da Lei da Ficha Limpa.
A Lei das Eleições estabelece a possibilidade de substituição de candidatos para os cargos majoritários sem estabelecer o prazo mínimo para realização da substituição (artigo 13 da Lei 9.504/97). Antes da aplicação da Lei da Ficha Limpa, houve alguns precedentes judiciais que entenderam que, nas eleições majoritárias, a substituição poderia ser requerida a qualquer tempo antes do pleito.
Contudo, ao examinar o caso, o Procurador Regional Eleitoral de São Paulo André de Carvalho Ramos argumentou que a substituição de última hora viola vários direitos e princípios constitucionais e se manifestou pelo indeferimento do registro de candidatura da substituta. De acordo com a manifestação da PRE/SP, “Não se pode aceitar que não há prazo para substituição dos candidatos nos pleitos majoritários, admitindo-se como legítima conduta como a que se analisa (substituição às 18hs e 04 min do dia anterior ao pleito)”. Para Carvalho Ramos, “A surpresa e o desconhecimento é a antítese da escolha cidadã. Renúncia e substituição nas vésperas representam condutas incompatíveis com a Constituição”.
Entenda o caso
A candidata à Prefeitura de Euclides da Cunha Paulista, Maria de Lurdes Teodoro dos Santos Lima, foi considerada inelegível, inclusive pelo Tribunal Regional Eleitoral, por ter sido condenada em segunda instância em ação de improbidade administrativa (uma das hipóteses da Lei da Ficha Limpa).
A candidata, entretanto, recorreu ao Tribunal Superior Eleitoral para reverter o indeferimento e, assim, enquanto seu registro ainda estava sub judice (sem resposta definitiva da Justiça), pôde continuar realizando campanha. No entanto, às 18 horas e 4 minutos do dia 6 de outubro, ou seja, a pouco mais de 12 horas da abertura das urnas, a candidata pleiteou sua substituição por sua filha, Camila Teodoro Nicácio de Lima. Camila acabou eleita, mesmo sem ter realizado campanha eleitoral em seu nome e sem que sua foto estivesse na urna eletrônica, pois não houve tempo para mudança.
O Juiz Eleitoral atuante em primeira instância indeferiu o pedido das candidatas, o que foi agora confirmado pelo Tribunal Regional Eleitoral. Ainda cabem recursos dessa decisão. Após manifestação definitiva da Justiça, os votos recebidos por Camila serão considerados nulos.
Precedente
A decisão do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo é inédita no período pós-Ficha Limpa, não havendo notícia de decisões parecidas nos demais estados. O caso julgado hoje é muito importante porque houve substituição de última hora em outras cidades do estado de São Paulo, como, por exemplo, em Paulínia.
O Procurador Regional Eleitoral em São Paulo, André de Carvalho Ramos, enalteceu a decisão, declarando que “manter a visão tradicional de que não há prazo para substituição permitiria que os barrados da Ficha Limpa, na prática, continuassem no poder, colocando parentes ou pessoas próximas como seus substitutos”.
Processo relacionado:
Recurso Eleitoral n.º 586-68
CZN

terça-feira, 30 de outubro de 2012

NA PARAÍBA: Acusado de estupro é violentado por detentos com cabo de vassoura



O presidiário Cláudio Antônio da Silva, 19 anos, acusado de estuprar um menino de 5 anos, foi violentado sexualmente no final da tarde desta segunda-feira (29), dentro da cadeia pública da cidade de Cruz do Espírito Santo, na região metropolitana de João Pessoa.O detento é morador do Distrito de Massangana I.

De acordo com o sargento Lira de Castro, do Destacamento da Polícia Militar da cidade, por volta das 17h, uma viatura foi acionada para conter um tumulto dentro da unidade prisional. Ao chegar na cadeia, ficou constatado que Claudio Antônio foi violentado sexualmente pelos colegas de cela.

“O detento foi estuprado por cerca de doze detentos. Eles rasparam a sobrancelha de Claudio, praticaram sexo com ele e, em seguida, introduziram um pedaço de cabo de vassoura no ânus do preso”, revelou o sargento.

Conforme o policial, Claudio estava na cadeia há 15 dias e na última sexta-feira (26) tinha sido transferido do isolado para a cela. O preso foi socorrido para pela viatura da PM 5322 para o Hospital de Emergência e Trauma da Capital. De acordo com o boletim médico da unidade hospitalar, o estado de saúdo do detento é regular.

De acordo com boletim divulgado pelo Trauma, Claudio Antônio passou pelos procedimentos médicos de emergência e segue internado. Seu estado de saúde é considerado regular.


MaisPB

com Portal Correio

Hulk é convocado por Mano Meneses para jogo da Seleção Brasileira contra seleção da Colômbia nos Estados Unidos

Lista com todos os convocados foram divulgados por Mano Meneses nesta terça


O paraibano Hulk foi convocado mais uma vez pelo técnico Mano Meneses para jogo da Seleção Brasileira. O anúncio foi feito por mano na manhã desta terça-feira (30).

O atacante do Zenit (Rússia), fará parte da equipe que enfrentará a Colômbia no próximo dia 14 de novembro, em Nova Jersey em jogo amistoso.

Além de Hulk, Mano Menezes também o atacante Neymar, do Santos, o lateral esquerdo Fábio Santos (Corinthians) e o volante Arouca (Santos).

Confira a lista 

Goleiros:

Jefferson - Botafogo

Diego Alves - Valencia (ESP)

Laterais

Daniel Alves - Barcelona (ESP)

Adriano - Barcelona (ESP)

Fábio Santos – Corinthians

Zagueiros

Thiago Silva - PSG (FRA)

David Luiz - Chelsea (ING)

Leandro Castán - Roma (ITA)

Réver - Atlético-MG

Volantes

Sandro - Tottenham (ING)

Ramires - Chelsea (ING)

Paulinho – Corinthians

Arouca – Santos

Meias

Kaká - Real Madrid (ESP)

Oscar - Chelsea (ING)

Thiago Neves – Fluminense

Giuliano - Dnipro (UCR)

Lucas - São Paulo

Atacantes

Neymar – Santos

Hulk - Zenit (RUS)

Leandro Damião - Internacional


MaisPB

com Terra

Furacão Sandy dificulta retorno de Estelizabel à cidade de João Pessoa



A candidata do PSB à Prefeitura de João Pessoa nas eleições deste ano, Estela Bezerra, está encontrando dificuldades para retornar ao Brasil, em virtude dos transtornos causados pelo Furacão Sandy, nos Estados Unidos. Ela viajou logo após o primeiro turno e se encontra atualmente na cidade de Arlington.

Nas últimas horas, Estela utilizou sua conta no Twitter para narrar o clima de tensão vivido em várias partes dos Estados Unidos. “Aqui em Arlington nada funciona. Nem comercio, escolas ou transportes. Por ser outono tem muitas folhas caídas que obstruem a drenagem urbana”, contou.

“O comportamento geral é de expectativa. Se os ventos ficarem mais velozes existe a possibilidade do corte de água, energia e queda de arvores! A volta (ao Brasil) que seria amanhã (nesta terça-feira) esta em suspense. Aeroportos fechados. Falta energia em grande parte da cidade. Em Nova York a situação é mais preocupantes”, acrescentou Estela, que assim que chegar a João Pessoa deve assumir um cargo no primeiro escalão do Governo do Estado.

Saiba mais
De acordo com informações de agências de notícias internacionais, o furacão Sandy começou a varrer a Costa Leste dos EUA na noite desta segunda-feira (29), matando pelo menos 15 pessoas nos Estados Unidos e uma no Canadá.

A ilha de Manhattan ficou alagada, caótica e com um grande apagão, informaram os serviços de emergência e testemunhas. No Estado de Nova York, Sandy matou 7 pessoas, incluindo um homem de 30 anos atingido pela queda de uma árvore no Queens, disse um porta-voz do governador Andrew Cuomo.

Em Nova Jersey, há três mortos, dois deles atingidos por uma árvore, que caiu sobre um carro no condado de Morris, segundo os serviços de emergência. Duas pessoas morreram na Pensilvânia, uma atingida por árvore e outra no desabamento de uma casa, informaram as autoridades locais.

Em Maryland, uma mulher bateu com o carro em uma árvore e morreu. Na Virgínia Ocidental, outra mulher, de 48 anos, colidiu com um caminhão em meio a uma tempestade provocada por Sandy, informou a polícia.

No Atlântico, na Costa da Carolina do Norte, uma tripulante de um veleiro réplica do HMS Bounty morreu no hospital após ser resgatada no mar e levada a um hospital. O capitão do barco permanece desaparecido.

Paraíba Já

MPPB recomenda medidas para evitar prejuízos na transição de governo

Assessoria

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) recomendou à atual prefeita de Damião, Maria Eleonora Soares Diniz, e ao prefeito eleito Lucildo Fernandes de Oliveira a adoção de várias medidas para garantir a continuidade dos serviços prestados pela administração municipal e evitar que a população da cidade do Curimataú seja prejudicada com a mudança de gestão, a partir de 2013.
De acordo com a recomendação ministerial, eles terão que providenciar, logo após a homologação do resultado das eleições, a criação de equipes de transição mista, compostas por representantes das duas gestões. Outro grupo de trabalho integrado por técnicos nas áreas contábil, tributária, jurídica e outros setores deverá ser criado para receber a documentação da equipe de transição. Com isso, o novo prefeito poderá se preparar para assumir o governo.
O MPPB também recomendou que os gestores observem a resolução normativa número 9/2012, do Tribunal de Contas do Estado (que versa sobre a instituição de equipe de transição). A atual prefeita também deverá fazer o levantamento das dívidas dos município e prestar informações detalhadas sobre os credores e sobre a capacidade de a administração realizar novas operações de crédito de qualquer natureza. Com isso, será possível conhecer o grau de comprometimento do orçamento para o primeiro ano de mandato dos novos prefeitos.
Prestação de contas
Até o término do mandato (31 de dezembro), Maria Eleonora Diniza deverá fazer a prestação de contas parcial dos convênios e contratos de repasse, cuja execução se estenda para a nova gestão. Já a substituição dos ocupantes dos cargos do governo deverá ser feita de forma gradual, até que os novos ocupantes passem a dominar os trâmites legais e burocráticos. O objetivo dessa medida é evitar a paralisação dos trabalhos.
Outra medida a ser adotada diz respeito aos servidores municipais que estão à disposição de outros órgãos. "É preciso examinar com detalhes a situação e, se for o caso, promover o retorno desse servidor ou permitir a sua cessão, quando houver justificativa para tanto", disse o promotor de Justiça, Eduardo de Freitas Torres.
A atual prefeita também deverá repassar ao novo gestor informações sobre a folha de pagamento. Os dois deverão solicitar à Câmara de Vereadores a relação dos projetos de leis encaminhados pelo executivo, contendo o seu teor, bem como projetos de iniciativa de vereadores que afetam a ação do governo.
A recomendação ministerial visa alertar os gestores quanto à observância das regras de transição de mandato do poder executivo. Ela está respaldada na Lei de Responsabilidade Fiscal (no que diz respeito à transparência da gestão e da prestação de contas) e na Súmula 230 do Egrégio Tribunal de Contas da União. "A súmula dispõe sobre a responsabilidade do novo gestor de apresentar a prestação de contas quando o anterior não o tiver feito ou, na impossibilidade de fazê-lo, adotar medidas legais visando resguardo do patrimônio público, sob pena de corresponsabilidade", explicou o promotor de Justiça.
Segundo ele, o descumprimento da recomendação ministerial poderá acarretar no ajuizamento de ação civil pública por ato de improbidade administrativa.

Provas do Enem já estão na PB

Vinte e seis caixas contendo os exemplares dos testes do Enem já estão no Estado e sob a vigilância do Exército Brasileiro.


Francisco França
Estratégia: Exército foi designado para a vigilância das provas desde o ano passado

As provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que serão aplicadas na Paraíba, no próximo final de semana, já estão no Estado e sob a vigilância do Exército Brasileiro. Vinte e seis caixas contendo os exemplares dos testes chegaram à Paraíba na última sexta-feira e se encontram guardados em uma sala do 15º Batalhão de Infantaria Motorizado (BIMtz), instalado em Cruz das Armas.
O local é gradeado, fechado com cadeados e ainda está sendo monitorado por circuito interno de câmeras, que funciona durante as 24 horas diárias. As imagens são gravadas e armazenadas em um banco de dados. Só existem duas cópias das chaves que dão acesso ao local e apenas as equipes do Ministério da Educação e do comando da unidade militar podem entrar na sala.
Segundo o comandante do 15º BIMtz, coronel Reinaldo Salgado, os exames vieram de Pernambuco e foram escoltados por um comboio da Polícia Rodoviária Federal até chegarem a João Pessoa. Do batalhão, só sairão no dia que antecede o início do Enem e seguirão direto para os locais de prova.
“Será elaborado o mesmo esquema de segurança, que foi verificado no ano passado, para garantir a segurança dos exames. Além dos agentes da Polícia Rodoviária Federal, teremos apoio da Polícia Militar”, disse o oficial.

A iniciativa de entregar ao Exército a responsabilidade de guardar os exemplares do Enem foi adotada pelo governo federal desde o ano passado, com o objetivo de evitar o vazamento das questões, como ocorreu em anos anteriores. Além da Paraíba, outros que aplicarão o teste já receberam as provas desde a semana passada. O material também está sendo guardado nas unidades militares.
Os exames estão sendo enviados pelo Instituto Nacional de Pesquisas e Estudos Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão do Ministério da Educação, responsável pela realização dos testes. Segundo a entidade, a distribuição dos cadernos de questões começou na última sexta-feira. Cerca de 11,5 milhões de exemplares da prova percorreram 9.728 rotas para chegar a 1.612 municípios diferentes, em que serão aplicados os testes.
Ao todo, foram percorridos 304 mil quilômetros do território nacional.
O material foi dividido em 45 mil malotes. Quase 450 mil fiscais do Enem e 72 unidades do Exército Brasileiro foram mobilizados para atuar nos trabalhos. Além deles, equipes da Polícia Federal, Polícia Rodoviária e Polícia Militar também auxiliaram nas atividades. As provas serão aplicadas nos dias 3 e 4 de novembro, às 13h (horário de Brasília). Ao todo, 5.791.290 pessoas participarão do exame, no país.
Só na Paraíba, serão 141.519 candidatos. O Estado possui a quinta maior quantidade de inscritos do Nordeste, segundo dados do Ministério da Educação. As mulheres serão maioria dos participantes do Enem e corresponderão a 59% do total de inscritos do Brasil. Serão 3.416.435 concorrentes contra 2.374.855 homens (41%).

JPonline

Relatório aponta colapso em portos, rodovias e ferrovias do Nordeste

Escoamento da produção industrial e agropecuária está ameaçado. Pesquisa da CNI diz que governos precisam buscar alternativas.

Do G1 PE
Um mapeamento completo da região Nordeste foi feito pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) para apontar as prioridades e os investimentos necessários para a modernização, recuperação e ampliação de rodovias, ferrovias, hidrovias e portos. O objetivo é propor soluções para garantir o escoamento da produção industrial e agropecuária nos próximos anos. De acordo com o relatório “Nordeste Competitivo”, muitos são os problemas e os desafios que precisam ser enfrentados pelos governos dos noves estados.

Entre os problemas mais preocupantes, estão as rodovias da região. A falta de manutenção, o desgaste provocado pelo excesso de cargas transportadas diariamente e os gargalos podem colocar em risco o escoamento da produção até 2020. A rodovia em situação mais crítica é a BR 101 – o trecho mais problemático fica na divisa de Sergipe com Alagoas, na cidade de Propriá, passa por Maceió e vai até o estado de Pernambuco.

O trecho da cidade de Xexéu ao Recife tem capacidade para suportar 51,3 mil toneladas por dia, mas, atualmente, passam pela estrada veículos transportando 68 mil toneladas. Por dia, isso equivale a 32% a mais que a capacidade. Em 2020, a estimativa é que a utilização chegue a 98 mil toneladas por dia – 91% acima do limite.

Outro gargalo rodoviário é o trecho da BR-324, na Bahia, entre Feira de Santana e Salvador. O principal entroncamento rodoviário do Nordeste movimenta 40 milhões de toneladas de carga por ano. Também na Bahia, a BR-242, que escoa a produção de soja do estado, está em péssimas condições.
Na Bahia, a BR-242 escoa a produção de soja do estado (Foto: Reprodução/TV Globo)Na Bahia, a BR-242 escoa a produção de soja do estado (Foto: Reprodução/TV Globo)
A previsão da CNI é de um investimento de R$ 2,03 bilhões para evitar que nove rodovias se tornem intransitáveis nos próximos anos, operando com um excedente de até 151% da capacidade. A confederação diz que é necessário um investimento de R$ 25 bilhões para garantir a circulação e o escoamento da produção dentro do Nordeste, para outras regiões do país e para o exterior.

“O principal mérito desse projeto é identificar os fluxos de produção e comércio da região e, a partir desses fluxos, identificar quais aqueles projetos de infraestrutura que terão maior retorno econômico e social para a região”, contou José Augusto Fernandes, diretor de políticas e estratégia da CNI. Ao todo, o estudo aponta 83 projetos prioritários para resolver os problemas – desse total, apenas 26,5% estão em andamento.

Escoamento
O Nordeste é um grande produtor de açúcar, álcool, adubos e fertilizantes, combustíveis, metais, bebidas, grãos, biscoitos, petroquímicos, frutas e a criação de gado. Segundo o IBGE, o Nordeste responde por 13% do Produto Interno Bruto (PIB), que é a soma de todas as riquezas produzidas no país. O estudo da CNI mostra que muito tem que ser feito para escoar a produção em condições ideais e evitar o colapso nos próximos anos.
Relatório aponta trechos de rodovias que devem ser recuperados (Foto: Reprodução/TV Globo) 
Relatório aponta trechos de rodovias que devem ser
recuperados (Foto: Reprodução/TV Globo)
Entre os principais projetos estão a pavimentação da BR-110, entre Mossoró e Campo Grande e entre Janduis e Serra Negra do Norte, no Rio Grande do Norte; a construção da BR-110, entre São José do Egito e o entroncamento da BR-412, em Pernambuco; e a pavimentação da BR-110, entre Ibimirim e o entroncamento da BR-316, também em Pernambuco.
Portos
Além das rodovias, os portos também preocupam. Os do Recife e o Complexo Portuário de São Luís, no Maranhão, já operam acima da capacidade limite. Nos próximos anos, também vão operar acima da capacidade o Porto de Natal, no Rio Grande do Norte, o Complexo Portuário de Salvador, e os portos de Fortaleza e o de Pecém, no Ceará. Eles precisam receber investimentos de cerca de R$ 11 bilhões para ampliação e modernização.
Segundo o estudo, o Porto de Suape, em Pernambuco, também deve chegar a um nível crítico nos próximos anos. “Em termos de valor de investimento, 90% dos projetos identificados estão na área de portos e ferrovias. No entanto, a mensagem que esse projeto passa é que a questão de transporte deve ser vista de forma integrada. Ou seja, se eu tenho um ferrovia e o porto não funciona, eu não estou otimizando o meu investimento. Na medida em que eu possa, por exemplo, avançar na maior eficiência dos portos, eu também aumento o sistema de cabotagem na região. Em lugar de transportar um produto do Recife a Fortaleza por rodovia, eu poderei fazê-la através de navios”, comentou José Augusto Fernandes.
Complexo Portuário de São Luís, no Maranhão, já opera acima da capacidade limite (Foto: Reprodução/TV Globo)Complexo Portuário de São Luís, no Maranhão, já opera acima da capacidade limite (Foto: Reprodução/TV Globo)
A dificuldade em escoar a produção preocupa empresas e indústrias. Uma fábrica de cerâmica localizada na região de Suape, no Litoral Sul de Pernambuco, é um exemplo do colapso que está se formando. A indústria se instalou ao lado do porto para facilitar o escoamento da produção para os mercados interno e externo. Cerca de 40% da produção são exportados, mas, mesmo estando a menos de 10 km de um dos principais portos do Nordeste, a empresa tem problemas na hora de escoar o produto.
A empresa gera 600 empregos diretos, R$ 300 milhões investimentos e produz 1,2 milhão de metros quadrados de cerâmica por mês. O empresário Marcos Ramos reclama da ineficiência dos portos e do alto preço cobrado. “Os problemas para quem precisa exportar acima de tudo é competitividade, ter custos adequados. A gente onera muito o custo do produto com a ineficiência e dos serviços que preciamos contratar com terceiros, como porto, transporte”, falou.
Estrada Férrea dos Carajás, que liga São Luís a Açailândia, no Maranhão (Foto: Reprodução/TV Globo) 
Estrada Férrea dos Carajás, que liga São Luís a Açailândia,
no Maranhão (Foto: Reprodução/TV Globo)
 
Trilhos e rios
As ferrovias precisam de R$ 12 bilhões de investimentos. Apesar da construção da Ferrovia Transnordestina, é preciso recuperar trechos antigos de nossos trilhos. Alguns trechos estão em péssimo estado de conservação, como o da Estrada Férrea dos Carajás, que liga São Luís a Açailândia, no Maranhão.

O estudo também indica a necessidade de investimento de R$ 272 milhões nas hidrovias e na recuperação de rios importantes, como o São Francisco. Hoje, com problemas de assoreamento e necessidade de obras de dragagem, a navegação comercial no Velho Chico não é possível em vários trechos. “O que nos estamos oferecendo são projetos, prioridades para serem examinadas pelo setor público e setor privado. A nossa expectativa e que, com a maior participação das concessões, o setor privado também possa ter um maior envolvimento com esse projeto”, concluiu o diretor de políticas e estratégia da CNI, José Augusto Fernandes.

Segunda Câmara do TCE tem pauta com 59 processos

São 59 os processos constantes da pauta de julgamentos da 2ª Câmara Deliberativa do Tribunal de Contas da Paraíba para esta quarta-feira (30). Há, em meio a eles, 38 pedidos de registro de aposentadorias e pensões para servidores públicos ou seus dependentes.
Serão examinados processos decorrentes de inspeções especiais, contratos, convênios, tomadas de preços, recursos e pregões oriundos, caso a caso, das Prefeituras de Cajazeiras, Itabaiana, Lagoa Seca, São Domingos do Cariri e São Francisco.
Também, da Secretaria de Estado da Saúde, da Companhia de Desenvolvimento do Estado da Paraíba, da Superintendência de Transportes Públicos e do Instituto de Previdência dos Servidores Municipais, ambos de Campina Grande. A 2ª Câmara do TCE, órgão sob a presidência do conselheiro Arnóbio Viana, reúne-se às terças-feiras, a partir das 14 horas, com acesso público permitido.

tce

Surfistas paraibanos são agredidos durante competição em Porto de Galinhas

Uma cena lamentável marcou a quarta etapa do circuito pernambucano, disputada no último fim de semana, em Maracaípe, Porto de Galinhas.

Clique aqui para ver as fotos

Na semifinal da categoria Profissional, os paraibanos Raphael Seixas, 24, e José Francisco, o Fininho, 17, foram agredidos por alguns surfistas locais depois da bateria.

Segundo Raphael, ele e Fininho estavam avançando juntos à próxima fase e eliminavam o garoto local Tiago Silva, 15 anos.

Para ajudar o amigo e conterrâneo, Fininho (líder da bateria) passou a marcar Tiago, que buscava apenas 3.60 para superar Raphael.

Os locais de Maracaípe foram à beira da água e passaram a incentivar Tiago a fugir da marcação, mas a tática não deu certo e o pequeno local foi eliminado.

Ao sair da água, Raphael Seixas foi surpreendido com uma voadora e mais alguns chutes. Logo depois, Fininho foi recebido com um soco na orelha.

Os paraibanos foram a uma delegacia e registraram queixa contra os agressores. Segundo as vítimas, eram uns 15 nativos e 7 participaram da agressão.

Alguns deles costumam participar de eventos locais e agora estão punidos pela Federação Pernambucana de Surf.

Depois de ser agredido, Raphael Seixas fez bonito na água e ficou em segundo lugar na dobradinha paraibana com Elivelton Santos, vencedor da categoria Profissional.

José Francisco, o Fininho, acabou em quarto, atrás do local Cézar Aguiar.

Waves

Levantamento de ONG registra 845 mortes no trânsito em 2011 na PB

É como se oito aviões tivessem caído, em 2011, na Paraíba.
Acusado de matar defensora em acidente vai a júri na quarta-feira.

Do G1 PB com TV Cabo Branco
Em 2011, 845 pessoas morreram em acidentes de trânsito na Paraíba, de acordo com a ONG “Educar para o trânsito, educar para a vida”. Pelos dados, é como se oito aviões tivessem caído no estado durante o ano passado.
Já no comparativo dos acidentes registrados de janeiro a outubro de 2011 com o mesmo período deste ano, a Polícia Rodoviária Federal constatou um aumento de 34% de mortes em rodovias, ruas e avenidas nas cidades. “É fácil confrontar números, é fácil pesquisar números de acidentes de trânsito. O difícil é conformar famílias. Não podemos nos conformar com tanto sangue derramado nas nossas estradas”, disse Luiz Carlos André, presidente da ONG.
Um desses casos é o da defensora pública-geral Fátima Lopes em 2010. O acusado de causar o acidente deve ser julgado na quarta-feira (31). De acordo com a denúncia do Ministério Público, Eduardo Paredes teria ultrapassado o sinal vermelho, dirigia em alta velocidade e sob efeito de bebida alcoólica.
Acusado de matar defensora é indiciado por outro crime de trânsito na Paraíba (Foto: Walter Paparazzo/G1) 
Eduardo Paredes deve ir a júri na quarta-feira (31)
no 2º Tribunal do Júri (Foto: Walter Paparazzo/G1)
 
O acidente aconteceu na manhã do dia 24 de janeiro de 2010 quando Fátima Lopes e o marido seguiam em um carro para a missa em João Pessoa. Um outro veículo ultrapassou o sinal vermelho na Avenida Epitácio Pessoa e bateu na lateral do carro que estava o casal. Devido a violência da colisão, Fátima Lopes morreu e seu marido, Carlos Marinho de Vasconcelos Correia Lima, ficou gravemente ferido.
De acordo com a denúncia do Ministério Público, Eduardo Paredes, que na época tinha 33 anos, é acusado de cometer homicídio doloso, quando há intenção de matar. Ele teria ultrapassado o sinal vermelho, dirigido em alta velocidade e sob efeito de bebida alcoólica, assumindo o risco de uma morte. O réu chegou a ser detido no Centro de Ensino da Polícia Militar, mas a Câmara Criminal do Tribunal de Justiça concedeu o habeas corpus em março de 2010. Na quarta-feira ele deve ir à júri popular no 2º Tribunal do Júri da capital.
Dois homens em uma motocicleta bateram na traseira de um ônibus na rua Bancário Sérgio Guerra, uma das principais ruas do bairro Bancários, em João Pessoa. O acidente aconteceu na manhã desta segunda-feira (29) e os dois ocupantes da moto se feriram.  (Foto: Walter Paparazzo/G1) 
Na segunda (29) dois homens se feriram em um
acidente nos Bancários(Foto: Walter Paparazzo/G1)
 
Atendimento
No dia 23 deste mês o Hospital de Emergência e Trauma em João Pessoa divulgou um balanço dos atendimentos na unidade hospitalar e constatou de 63,64% das ocorrências registradas naquela semana tinham relação com acidentes de trânsito.
De acordo com os dados de atendimento entre 14 e 20 de outubro, foram atendidas 187 pessoas feridas em acidentes automobilísticos, sendo os acidentes com motocicleta os responsáveis pela maioria deles, com 132 ocorrências, ou 45,2% do total.
O diretor técnico da unidade hospitalar, Edvan Benevides, informou que mesmo com a fiscalização dos órgãos de trânsito e com campanhas educativas, a imprudência de muitos condutores de motocicletas acaba por aumentar os índices de acidentes. Ele disse ainda que a imprudência aumenta a gravidade dos acidentes, causando traumatismo craniano e de coluna, o que pode levar a paraplegia ou tetraplegia, além da amputação de membros. “Observamos que a maioria destes acidentados é de jovens de até 25 anos, o que compromete o futuro destas pessoas”.
De acordo com a ONG "Educar para o trânsito, educara para a vida", os acidentes são responsáveis por mais de 800 mortes na Paraíba e a maioria dos casos foi provocada pela irresponsabilidade no trânsito. A pesquisa, que analisou dados do Batalhão de Trânsito, do Departamento Nacional de Trânsito e do seguro DPVAT, constatou que no Brasil 43 mil pessoas morrem por ano vítimas da violência no trânsito e outras 500 mil ficam feridas. "A educação é um caminho para um trânsito seguro e humano", disse Luiz Carlos André, presidente da ONG "Educar para o trânsito, educar para a vida”.

Atraso de salários em Nazarezinho e Santa Cruz chega a R$ 310 mil


Os sindicatos dos servidores dos municípios de Nazarezinho e Santa Cruz – ambos localizados na região de Sousa – estão aguardando decisões da justiça sobre as ações impetradas contra os prefeitos Junior Braga (PTB) e Raimundo Antunes (PT).

Os mandados de segurança que tramitam na 4ª vara da comarca estão sendo julgados pela juíza Kátia Daniela de Araújo e pedem o bloqueio dos recursos do FPM para o pagamento dos salários referentes ao mês de setembro dos sindicalizados, o que também inclui os aposentados.

Com 330 filiados, em Santa Cruz o sindicato presidido por Maria de Fátima Soares está cobrando aproximadamente R$ 170 mil pelo atraso dos funcionários, com exceção dos professores e agentes de saúde.

Já os cerca de 370 sindicalistas de Nazarezinho querem receber os proventos que totalizam R$ 140 mil. Segundo a presidente Maria do Socorro Pedrosa, apenas os servidores da Educação receberam o dinheiro.

De acordo com a assessoria jurídica dos dois sindicatos, caso a situação se repita com relação ao pagamento do mês de outubro, novas ações de cobrança serão ajuizadas. “Isso poderá acontecer após o quinto dia útil de novembro”, disse o advogado Fabrício Abrantes.



Fonte:
Cidade Notícia

HÁ ALGO DE PODRE NO “REINO DO PSB”



Os resultados das últimas eleições de 7 e 28 de outubro, deixaram o PSB em uma confortável situação política. Isso projeta ainda mais, o já consagrado governo do presidente nacional do partido, Eduardo Campos, atual governador do Estado de Pernambuco. Não por acaso, além da conquista do maior número de prefeituras  nas capitais, o PSB conquistou ainda, muitas prefeituras onde manteve aliança, inclusive com partidos de oposição ao governo federal.

A influência do bom trabalho do governo de Pernambuco é tanta que, o candidato de seu partido, um até então desconhecido, começo a corrida pela prefeitura do Recife com apenas 5% das intenções de votos, segundo primeira pesquisa Ibope encomendada pela Rede Globo, os números do  senador Humberto Costa, candidato do PT à Prefeitura do Recife, que saiu na dianteira na primeira pesquisa Ibope para a eleição municipal deste ano. O petista aparecia com  40% das intenções de voto, seguido por Mendonça Filho, do DEM, com metade das intenções de voto do primeiro colocado - 20%. Em terceiro lugar estava o tucano Daniel Coelho, com 9%. O PSB, com Geraldo Julio, ocupava apenas  a quarta posição, com 5% das intenções de voto.

Bastou, então, que o governado entrasse na campanha para que o candidato do PSB, Geraldo Julio, começasse a aparecer em primeiro nas pesquisas, inclusive vendo em primeiro turno, como foi confirmado no dia 7 de outubro.
Mas, nem todos os estados da federação têm um governador tão comprometido. Na Paraíba, onde o PSB também governa o Estado, nem a presença de Eduardo Campos foi capaz de mudar a rejeição ao atual governo. Isso ficou bastante evidente nas eleições municipais, quando a candidata apoiada pelo governador Ricardo Coutinho, começou a corrida, segundo números do Ibope em quarta colocada nas pesquisas.

A primeira pesquisa do Ibope foi divulgada em 10 de agosto pela TV Cabo Branco e registrou os seguintes resultados: José Maranhão com 27%; Cícero Lucena (26%); Luciano Cartaxo (14%); Estelizabel Bezerra (9%); Lourdes Sarmento (1%); Renan Palmeira e Antônio Radical não pontuaram.
Nos resultados gerais, apesar de o PSB ter crescido muito no estado, não à toa foi o segundo partido que mais elegeu prefeitos na Paraíba, mas, não por mérito do bom governo, e sim, as escolhas não foram feitas baseadas em nada que se tenha dito da parte de Ricardo Coutinho, mas das atividades de campanha dos candidatos diretamente nos municípios. Na capital, a candidato não foi para segundo turno, ficando em terceira colocada.

Definitivamente, “há algo de pode nesse “reino do PSB”...

ACM Neto exalta vitória de líderes de CPI, mas nega 'surra' em Lula

NELSON BARROS NETO
DE SALVADOR
FÁBIO GUIBU
ENVIADO ESPECIAL A SALVADOR

FOLHA ONLINE

ACM Neto, 33, eleito prefeito de Salvador, exaltou a vitória nas eleições municipais dos que chamou de "protagonistas" da CPI que investigou o mensalão, em 2005: Eduardo Paes (PMDB), Gustavo Fruet (PDT) e Arthur Virgílio (PSDB), além dele, representante do Democratas.
À época, o prefeito eleito da capital baiana disse que seria "capaz de dar uma surra" no então presidente Lula, porque estaria sendo alvo de grampos telefônicos.
Petista atribui derrota em Salvador a greves da polícia e dos professores
ACM Neto (DEM) derrota petista e é eleito prefeito de Salvador
Eleitos prefeitos, 25 deputados devem renunciar ao cargo na Câmara
Cresce a pulverização do poder nas grandes cidades
Veja especial Eleições 2012
O episódio foi explorado pelo candidato do PT, Nelson Pelegrino, e pelo próprio Lula na campanha na cidade.
Ontem, em entrevista à Folha em seu apartamento com vista panorâmica da orla, ele disse que seu triunfo "sepulta" de uma vez por todas o assunto. E que não representa, agora, uma espécie de "surra eleitoral" no ex-presidente, mesmo tendo enfrentado um partido que controla os governos federal e estadual.
Ele, que receberá a segunda capital mais endividada proporcionalmente à sua receita, diz que tomará medidas impopulares, logo no início da gestão, para equilibrar as finanças municipais. Leia, a seguir, trechos da entrevista de ACM Neto à Folha:
Folha - Com a sua vitória, o DEM volta a ser protagonista na política nacional?
Antonio Carlos Magalhães Neto - Várias vezes foi preconizada a morte do Democratas, e ele está aí, vivo, e vai continuar. Qualquer que fosse o prefeito eleito da terceira maior cidade do Brasil, seu partido teria relevância. Então, pela importância de Salvador, é claro que o Democratas saiu vitorioso. Nós entramos sem nenhum prefeito de capital e saímos com dois [incluindo Aracaju/SE].
O sr. disse que ligou para o vice-presidente Michel Temer, após a apuração, para ele ser seu interlocutor no Palácio do Planalto.
Estaremos com ele nesta semana. Eu quero construir as pontes com o governo federal, tanto com o vice-presidente, quanto os ministros e a presidente. No momento certo, com o devido ritual, eu quero estar com todos eles.
O que o senhor tem a oferecer em troca?
Primeiro, um prefeito comprometido. E, no campo político, a garantia de que ambos vão poder capitalizar e ter os créditos devidos de tudo o que fizerem em Salvador. Vou saber reconhecer e aplaudir o governador e a presidente.
O sr. espera seguir os passos de nomes como o ex-prefeito de Curitiba, Beto Richa [hoje governador do PR], bem avaliado mesmo na oposição?
Espero. Tenho alguns espelhos e ele é um deles. É um grande exemplo e pretendo, sim, tomar as medidas necessárias para que Salvador tenha um grande gestor. Claro, não há que se esperar que, da noite para o dia, vamos resolver todos os problemas. Com trabalho e com empenho, não tenho dúvida de que a gente conseguirá.
Como o sr. viu o avanço do PSB nestas eleições? É um possível aliado para 2014?
O PSB é um partido que cresceu, tem um grande nome nacional, que é o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, e acho que o Democratas tem que ter diálogos não só com ele, mas com todos os partidos.
Há rumores de que o senador Aécio Neves já o sondou para o PSDB. Há chance de o sr. ser vice da chapa dele para a Presidência, em 2014?
Aécio é meu amigo e tenho com ele uma relação extremamente próxima, mas só falo de 2014 em 2014.
Em entrevista à Folha, em 1999, o sr. disse que tinha o sonho de ser presidente da República.
A partir dessa entrevista com Mônica [Bergamo], eu aprendi que não existe pergunta mal feita, existe resposta mal dada. Então, não vou cair na sua (risos). Eu tinha 19 anos de idade.
Sua vitória, no contexto que foi, representa uma "surra eleitoral" em Lula?
(Risos) Não, veja, quem ganhou foi a cidade. Eu não tenho nada de pessoal contra o ex-presidente. Acho que esse assunto, graças a Deus, foi sepultado nesta eleição. Meus adversários não poderão mais usar isso. Foi um momento da minha vida, que é normal para quem estava começando, e o momento hoje é outro. Agora, tem uma coisa interessante: os quatro protagonistas daquela CPI hoje são prefeitos: Eduardo Paes, Gustavo Fruet, Arthur Virgílio e ACM Neto.
O sr. rejeita o rótulo do carlismo, mas diria que seu avô mais ajudou ou atrapalhou?
Deu muito mais bônus que ônus, muito mais. Se não fosse assim, eu não era prefeito de Salvador hoje. A base inicial nossa foram os eleitores que sempre admiraram o senador Antonio Carlos. Agora, a minha capacidade de construir um arco muito mais amplo, de quebrar paradigmas, foi o que permitiu que a gente construísse a nossa vitória.
O grito na festa da vitória, no seu comitê, foi "Ô, ACM voltou!" ACM voltou?
Rapaz, veja bem... Já não tenho mais idade para cair em pegadinha. O que posso dizer a vocês, é o seguinte: nós vamos iniciar um novo momento na politica de Salvador e meu governo vai ser o governo de todos. Dos carlistas e dos não carlistas.

Lula vence só em metade das suas apostas

Agência Folha

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva subiu em palanques, participou de carreatas e fez comícios em 17 cidades nos primeiro e segundo turnos. Abertas as urnas, acumula um saldo de oito vitórias e nove derrotas.
Na matemática fria, o balanço lulista é de empate. Na prática, porém, a vitória em São Paulo tem maior peso político que a soma das outras prefeituras.
Lula fez sua mais arriscada jogada política na capital paulista. Escolheu um candidato sem experiência em eleições, um "poste", como ele mesmo admitiu na reta final da disputa, e que trocava Itaim Paulista (periferia) por Itaim Bibi (bairro nobre).
Em 2010, a mesma estratégia já havia dado certo. A então ministra Dilma Rousseff, que confundia Roraima com Rondônia e Mato Grosso do Sul com Mato Grosso, foi escalada por Lula, disputou a eleição e foi eleita mesmo sem experiência nas urnas.

Alex Argozino/Editoria de Arte/Folhapress
O efeito dessas duas sacadas vitoriosas estará na definição do candidato do PT ao governo paulista, em 2014.
É provável que o PT nem fale sobre prévias e apenas espere a indicação de Lula.
A ministra Marta Suplicy (PT), possível candidata ao governo paulista, deixou isso claro ontem: "O Lula tem a maior intuição, o maior tirocínio político que este país viu em muito tempo".
Liberado após um duro tratamento contra um câncer na laringe, Lula arregaçou as mangas e subiu em palanques para ajudar seus aliados, mas também usou essas viagens para fazer campanha contra antigos adversários dos tempos de Palácio do Planalto.
Foi assim em Manaus, quando admitiu no palanque de Vanessa Grazziotin (AM) que estava lá para derrotar o tucano Arthur Virgílio, senador de oposição e seu desafeto nos tempos de Presidência.
Assim como na capital amazonense, Lula perdeu dessa forma também em Salvador, para ACM Neto (DEM), um dos deputados federais que lideraram a oposição ao governo Lula no Congresso.
Outra derrota importante ocorreu em Belo Horizonte.
Com o apoio de Aécio Neves (PSDB), o candidato do PSB, Marcio Lacerda, bateu Patrus Ananias (PT) ainda no primeiro turno da disputa.
Nessas viagens pelo país, Lula também criou rusgas.
Uma delas em Fortaleza, ao subir no palanque do PT numa disputa tensa contra o PSB, do governador Cid Gomes e de seu irmão Ciro. "O Lula foi muito incorreto comigo, pessoalmente", disse Ciro, ex-ministro de Lula.
Se entrou de cabeça em algumas disputas, Lula pulou fora de outras. Foi assim, por exemplo, em Recife, Teresina e São Luís. Perdeu nas três.
Para comemorar, além do triunfo em São Paulo, a ida para o segundo turno em Campinas, com Marcio Pochmann, e conquistas na Grande São Paulo (São Bernardo, Mauá, Santo André, Osasco e Guarulhos). (EDUARDO SCOLESE)

VISITANTES

busca no blog