Páginas

Amigos de Caaporã

SHOPPING LUX MAGAZINE

sexta-feira, 30 de abril de 2010

PT não vai jogar a toalha na escolha do vice, avisa Anselmo Castilho

Publicado por João Costa em 30/04/2010
16h48 Atualizada em ( 30/04/2010
17h05 )

João Costa



O secretário de Articulação Governamental, em Brasília, Anselmo Castilho, disse nesta sexta-feira, 30, que o PT “não vai jogar a toalha” diante da demora do governador maranhão escolher um nome para compor a chapa majoritária como vice-governador, vaga reivindicada pelo seu partido.



“Não vamos jogar a toalha. Nossa posição já foi definida em torno de Luciano Cartaxo”, disse Castilho, que nesta sexta-feira participou do lançamento da pré-candidatura do deputado federal Wilson Santiago(PMDB) ao Senado Federal.



“Por outro lado não podemos culpar o PT, nem o seu presidente, deputado Rodrigo Soares por essa indefinição em torno da composição da chapa”, disse Castilho.



O vice-governador Luciano Cartaxo mantém a pressão sobre o PT e o PMDB para que se definam até a próxima semana se mantém ou não, o seu nome como candidato a vice-governador.



Cícero ganha gás da direção nacional e retoma agenda política de campanha

Publicado por Redação Paraíba.com.br em 30/04/2010
17h23 Atualizada em ( 30/04/2010
17h27 )

Turbinado pelo apoio declarado da direção nacional do PSDB a sua pré-candidatura ao governo do Estado, o senador Cícero Lucena retoma a agenda política de visita ao interior do Estado. Cícero tem compromisso, a partir desta sexta-feira, 30, em Serraria e neste sábado feriado de 1 de maio ele vai estar nos municípios de Patos e Itaporanga, onde prestigia um dos maiores campeonatos de pelada do Estado.



Cícero, durante o percurso político, se encontrará com diversas lideranças políticas, principalmente prefeitos, vice, vereadores e a população, em geral. Neste sábado, ele irá participar também de diversas atividades e de um almoço político com lideranças de Patos e de municípios vizinho.



Cícero ganhou num gás da direção nacional do PSDB, através do presidente Sérgio Guerra e também do presidenciável José Serra, que quer vê-lo disputando o governo do Estado nas eleições deste ano.



Cartaxo reclama de inércia e responsabiliza presidente da executiva por incentivar indefinição

Impasse no PT: Cartaxo reclama de inércia e desinteresse de Rodrigo Soares e responsabiliza presidente da executiva por incentivar indefinição

O vice-governador do Estado, Luciano Cartaxo (PT), voltou a reclamar da indefinição sobre a indicação do vice na chapa do governador José Maranhão (PMDB) e responsabilizou o presidente da sigla, deputado Rodrigo Soares (PT), pela falta de interesse em solucionar o problema.

Se mostrando verdadeiramente incomodado com a postura da executiva, Cartaxo não poupou criticas ao presidente da sigla, pontuando termos como inércia, desgaste e o desinteresse do deputado Rodrigo Soares.

“No mínimo está faltando interesse por parte do presidente do partido, nesse momento não pode haver inércia de um hiato tão grande como é esse hoje no PT”, detonou.

Cartaxo explica ainda que a executiva, em reunião com todos os filiados, decidiu, por maioria de votos, novamente indicar o seu nome para postular a vaga de vice e assim firmar a dobradinha com o governador José Maranhão (PMDB). A decisão, no entanto, não está sendo cumprida pelo presidente do PT com o processo de assumir a responsabilidade e comunicar o governador da decisão.

“Estamos apenas cobrando para que Rodrigo Soares assuma responsabilidade nesse processo de discussão da formação das alianças, pois faz 20 dias que tivemos um encontro e tomamos uma decisão, cabe agora ao presidente levar ao conhecimento de José Maranhão o que foi referendado pela sigla”, explicou.

O vice-governador lamentou ainda que nos dias posteriores a reunião do PT, Rodrigo Soares não tenha sequer solicitado uma reunião com o governador para tratar do problema.

“Isso só ratifica a falta de interesse do presidente, é a única explicação”, finalizou.

Márcia Dias/ Henrique Lima
PB Agora

Rodrigo garante que Cartaxo continua sendo o indicado para compor majoritária como vice

Mesmo após reclamações de Luciano, Rodrigo garante que o nome do vice-governador continua sendo o indicado para compor majoritária

Mesmo após declarações desgostosas de Luciano Cartaxo, o presidente estadual do PT, deputado Rodrigo Soares declarou na tarde desta sexta-feira (30) que o nome de Luciano continua sendo a indicação do PT para compor a chapa majoritária encabeçada pelo atual governador José Maranhão (PMDB) na condição de vice-governador.

Em entrevista concedida à Rádio Correio FM, Rodrigo Soares declarou que se o partido aprovou a indicação de Luciano, não há motivo para uma mudança de posicionamento. A afirmação foi uma resposta a reclamação feita por Luciano na manhã desta sexta-feira de que a indefinição sobre a indicação do vice para a chapa de Maranhão estava se prolongando demais e a culpa seria de Rodrigo Soares.

O deputado afirmou que Luciano sabe das ações que o partido tem feito para assegurar a permanência de seu nome na chapa de José Maranhão e garantiu que o entendimento do partido na Paraíba é que na aliança que está sendo formalizada com o PMDB, ao PT cabe a recondução de Luciano como pré-candidato a vice-governador.

O parlamentar negou que como acusou Luciano, esteja inerte diante da questão e afirmou que o partido tem dialogado permanentemente com o governador José Maranhão sobre a composição da chapa. “A gente tem tido conversas quase que diárias, que serão intensificadas neste mês de maio, para que possamos avançar e consolidar essa chapa das candidaturas de Maranhão como governador e Luciano Cartaxo”, assegurou Soares.

Rodrigo desmentiu ainda que seu nome estaria cotado para ocupar a vaga na vice-governadoria no lugar de Cartaxo e reafirmou sua disposição em disputar uma vaga de deputado federal. “Sou candidato a deputado federal. O nome do PT para ocupar a vice-governadoria é o nome de Luciano”, reiterou.


PB agora

quinta-feira, 29 de abril de 2010

PITIMBÚ: Festa de Santa Rita em Pitimbu terá banda Feras do RN

O municipio de Pitimbu vai estar em festa no próximo sábado 1º de maio. Trata-se da tradicional Festa de Santa Rita, realizada todos os anos na praia Ponta de Coqueiro.
A festa tem programação diversificada, com eventos religiosos (missas), barracas com comidas típicas, show da banda Feras do Rio Grande do Norte e atrações locais.

O evento será organizado pelas secretarias de Cultura e meio-ambiente, Saúde, infraestrutura e DEMUTRAN (Departamento Municipal de Trânsito). A secretária de Cultura Penha Menezes, convida todos os trabalhadores da região para comemorar o dia do trabalho na festa de Santa Rita, “É uma oportunidade de comemorar duas datas importantes, espero que todos venham se divertir,” disse Penha.

O prefeito de Pitimbu Rômulo Carneiro falou sobre a importância da Festa de Santa Rita para a população. De acordo com o prefeito, o evento deste sábado (1), mostra a importância de valorizar a fé do povo de Pitimbu.

 
Luiz Cláudio de Souza (DO BLOG SHOW DA MANHA)

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Imprensa nacional chama Cássio de ‘Ficha suja e cara de pau’

O ex-governador Cássio Cunha Lima (foto) foi chamado pela imprensa nacional nesta terça-feira (28), de político ‘Ficha suja e cara de pau’.

O artigo assinado por Paulo Rossi e publicado no jornal Correio Braziliense também não poupa críticas à intenção dos também ex-governadores cassados Marcelo Miranda (TO) e Jackson Lago (MA), e do senador cassado Expedito Júnior (RO), de tentar voltar ao poder nas próximas eleições.

Em termos duros Paulo Rossi, critica a demora do Congresso em votar o projeto de lei que tenta impedir a participação dos fichas sujas já nas eleições deste ano e ainda afirma que a deficiência de punições no país faz perpetuar o mau exemplo, transformado em mazela endêmica e cultural.

Confira a íntegra da matéria logo abaixo:

'Ficha suja e cara de pau
Autor(es): Paulo Rossi
Correio Braziliense - 28/04/2010

 
Está longe de ser novidade definir o Brasil como o país da impunidade. É a velha história: corrupção existe em todos os cantos do mundo, mas a notória dificuldade de punir alguém em terras tupiniquins perpetua o mau exemplo, transformado em mazela endêmica, cultural.

Reportagem assinada por Ivan Nunes e Diego Abreu na edição de segunda-feira do Correio Braziliense expõe uma das tradicionais faces da política verde-amarela. Três ex-governadores e um ex-senador que tiveram os mandatos cassados por irregularidades cometidas na campanha de 2006 estão bem cotados para voltar à vida pública nas eleições de outubro.
Marcelo Miranda (TO) e Cássio Cunha Lima (PB) perderam o cargo de governador e agora tentam uma cadeira no Senado. Jackson Lago (MA) quer retornar ao governo do estado, enquanto Expedito Júnior (RO) pretende trilhar o caminho de senador cassado para governador. Apenas Lago não aparece como favorito nas pesquisas.

A pergunta que não quer calar: como homens públicos detonados pela Justiça Eleitoral podem concorrer normalmente na eleição seguinte? Perda do mandato e inelegibilidade por três anos foi a pena imputada aos quatro. Aqui não temos casos de impunidade explícita, mas, digamos, sentenças leves. Tudo dentro da lei.

No Distrito Federal, vivemos a expectativa de conhecer os candidatos deste ano, principalmente às vagas na Câmara Legislativa. Se os deputados distritais envolvidos no escândalo de corrupção do GDF puderam votar no pleito indireto que elegeu o governador-tampão Rogério Rosso, quem os impedirá de concorrer em outubro? Já estamos acostumados às cenas de desfaçatez e falta de espírito público protagonizadas por tais parlamentares.

Brasília viu a prisão e a perda de mandato de um governador. Sinal de que a Justiça deu o ar da graça. A sucessão de José Roberto Arruda, porém, deve ter como personagem Joaquim Roriz, que renunciou ao cargo de senador para não ser cassado. O mesmo Roriz é padrinho político de Durval Ferreira, o homem que abriu a caixa de Pandora.

Enquanto isso, empaca no Congresso o projeto de lei que tenta impedir a participação dos fichas sujas já nas eleições deste ano. Não parece interessar aos caciques políticos mudar as regras do jogo. Diversas lideranças regionais, tanto da base do governo Lula quanto da oposição, correriam o risco de ser defenestradas.

Resta aos eleitores protestar nas urnas. Pesquisar a fundo o candidato, conferir seu passado e suas ações na vida pública. Vetar os fichas sujas e caras de pau. E torcer para acertar no julgamento.'

 
Da redação do Portal Correio com Correio Braziliense

Projovem Urbano oferece 9 mil vagas na Paraíba

O Projovem Urbano está com matrículas abertas até o dia 17 de maio no estado da Paraíba. São 9 mil vagas, sendo 4 mil na capital, João Pessoa, e outras 5 mil distribuídas em 12 cidades. Para saber os locais de matrícula e outras informações os interessados podem ligar para o telefone 0800 722 7777, que funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 23h, além de sábados, domingos e feriados, das 8h às 20h. O início das aulas das novas turmas está previsto para o dia 24 de maio.

Além de João Pessoa, os municípios com oferta de matrículas são: Alagoa Grande, Araruna, Conceição, Cuité, Monteiro, Pedras de Fogo, Sumé, Bayeux, Sapé, Solanea, Catolé do Rocha e Uiraúna.

Com duração de 18 meses, o Projovem Urbano é uma parceria do governo federal com os governos estaduais e municipais e destina-se a jovens de 18 a 29 anos, que sabem ler e escrever e não concluíram o ensino fundamental. Para se matricular, basta que o jovem apresente a carteira de identidade ou a certidão de nascimento e o histórico escolar, se tiver. Caso não possua o documento, ele fará um pequeno teste para comprovar que sabe ler e escrever.

O Projovem Urbano é coordenado pela Secretaria Nacional de Juventude, vinculada à Secretaria-Geral da Presidência da República, e sua execução fica a cargo do governo estadual ou da prefeitura municipal. Nas cidades com até 200 mil habitantes a parceria do governo federal é feita diretamente com as prefeituras. Já naquelas com população inferior a 200 mil habitantes, essa parceria é realizada com o governo do estado.

Em 2008 e 2009, o Programa matriculou mais de 350 mil jovens em todo o Brasil e outras 200 mil vagas estão sendo oferecidas em 2010. O Projovem Urbano combina a formação do ensino fundamental com iniciação profissional e práticas de cidadania, além da inclusão digital. O aluno também recebe um auxílio mensal de R$ 100,00 que será pago mediante a entrega dos trabalhos escolares e freqüência de 75% às aulas.

 
Da ascom da Secretaria-Geral da Presidência da República

Fabiano Lucena insinua possibilidade de votar em Maranhão em caso de desistêcia de Cícero

Fabiano Lucena insinua possibilidade de votar em Maranhão em caso de desistêcia de Cícero: “O que não está em meus planos é votar em Ricardo”

O deputado estadual Fabiano Lucena (PSDB) admitiu a possibilidade de votar em outro candidato caso Cícero desista, mas reiterou que não está em seus planos apoiar Ricardo Coutinho. Tal afirmação abre espaço de apoio a Maranhão, já que fora RC e Cícero, o atual governador é o único nome posto como pré-candidato ao Governo do Estado.

“Vou seguir Cícero para onde ele for. Caso desista, ou fico quieto ou voto com outro, mas não está nos meus planos votar em Ricardo”, afirmou Fabiano Lucena.

O deputado reiterou que em nenhum instante Cícero relevou uma tomada de decisão e que a questão ainda está em discussão. Quanto a afirmação do deputado Zenóbio Toscano de que caso vá para as Convenções Cícero não tem chance de apoio do partido porque 90% estaria com Cássio, Fabiano discordou e afirmou que os pesos estão equilibrados.

 
Renata Escarião
PB Agora

Ausência de deputados impede a Paraíba de obter R$ 52 milhões do Pac

Informações destituídas na tarde desta quarta-feira (28), pela Assessoria de Imprensa da Assembléia Leislativa da Paraíba, dão conta de que o Estado "está fora do PAC-Água e PAC-Saneamento" porque o Poder Legislativo não aprovou pedido de autorização ao Governo para contrair empréstimo de R$ 52 milhões.

A matéria deixou de ser votada na tarde de hoje, segundo a informação da Assembléia, por falta de quorum regimental e, agora, não há mais prazo hábil para que o empréstimo seja contraído. A nota é a seguinte:

"O Estado da Paraíba está fora do PAC-Água e PAC-Saneamento. É que, por falta de quórum, provocado inclusive pela falta de deputados da bancada governista, a Assembleia não conseguiu votar na tarde desta quarta-feira (28) matéria do Poder Executivo que pede autorização ao Poder Legislativo para contrair empréstimo de R$ 52 milhões de reais junto a Caixa Econômica Federal.

A matéria não foi votada porque na hora regimental o plenário da Casa contava apenas com 13 deputados, quando o quorum exige 109 parlamentares. A bancada governista – a mais interessada no assunto – contava apenas com nove dos 16 parlamentares.

O deputado Lindolfo Pires disse que a oposição na Casa não pode ser responsabilizada pela falta de quórum, vez que, segundo ele, os próprios deputados governistas não compareceram ao plenário na hora da votação. Sem a aprovação da matéria, o governo perdeu o prazo dado pela CEF para apresentar a autorização do Poder Legislativo e oficializar o empréstimo.

“A Paraíba está de fora do PAC e não é por culpa da oposição. O governo enviou matéria ao Legislativo pedindo autorização para contrair empréstimo junto a Caixa. Na hora da votação, os governistas não conseguiram sequer reunir seus dezesseis deputados. Agora, a bancada do governo quer transferir a culpa para a oposição. Isso não aceito”, declarou.

O líder do governo na Casa, o deputado Gervázio Maia (PMDB), disse que a Casa não votou porque a oposição não colaborou. Ele admitiu que a bancada governista estava desfalcada mas ressaltou que a Casa contava com deputados da oposição em gabinetes, os quais poderiam descer para o plenário para garantir o quórum e votar a matéria.

Gervázio Maia informou que o governo do Estado vai tentar conseguir um novo prazo junto a Caixa. “O governo, através do secretário Marcelo Weick, vai tentar um novo prazo junto a Caixa. Com isso, esperamos que a matéria volte a plenário e seja aprovada. Afinal, não se trata de matéria política, mas sim de um projeto que vai garantir à Paraíba obras de abastecimento d´água e saneamento básico”, finalizou."


Wellington Farias do Portal Correio

Caaporã: Polícia prende quadrilha acusada de praticar vários assaltos no Litoral Sul

A Polícia prendeu na tarde desta quarta-feira (28) quatro pessoas de uma quadrilha acusada de praticar vários assaltos no Litoral Sul paraibano.
De acordo com informações oficiais, a perseguição ao grupo foi iniciada pelas próprias vítimas que estavam em uma lan house, localizada no município de Caaporã, que havia sido atacada pelos criminosos. Os populares haviam sido rendidos e assaltados pelos bandidos e mesmo assim saíram em perseguição a quadrilha pelas ruas da cidade.
As vítimas, que estavam em um carro conseguiram alcançar e derrubar os bandidos que estavam em motos. Assustados, eles ainda tentaram escapar dos populares adentrando em um matagal da região.
A Polícia foi acionada e iniciou uma nova perseguição. Os bandidos ainda conseguiram fugir da mira dos policiais pelo menos uma vez. Mas foram surpreendidos logo depois com a chegada do reforço policial.
Para evitar uma nova fuga, a Polícia chegou a disparar alguns tiros para intimidar o grupo, que também estava armado. Eles foram descobertos no momento em que pediam ajuda a um outro comparsa, via celular.
Nos dois momentos, a força policial contou com a ajuda de populares que colaboraram através de denúncias anônimas.

 
Na operação foram presos os agricultores José Carlos Francisco da Silva e Marivaldo Moreno da Silva, ambos de 30 anos, e Wellington Pereira da Silva, de 20 anos, e apreendido o menor J.S.A, de 15 anos.
Com os bandidos foram apreendidos um revólver calibre 38 e alguns objetos de roubo como vídeo-games e vários celulares. Todos os criminosos foram autuados em flagrante e permanecem à disposição da Justiça.

A operação foi comandada pelo Sargento Diolindo e contou com a participação dos Cabos Queiroz e Evanir, e ainda, dos soldados Faustino e Luiz. Todos da 20ª Companhia de Polícia Militar.


Adriana Costa com informações de Hyldo Pereira da Correio Sat
Portal Correio

Frustração - Ciro Gomes e as prosopopéias do PSB

Durante alguns anos muitos de nós, brasileiros, estivemos nas espectativa de ver Ciro Gomes ser eleito Presidente da República. Este ano, porém, o PSB resolveu frustrar a espectativa de muitos brasileiros. O partido decidiu que vai apoiar a candidata petista Dilma para presidente. O partido não levou em consideração os interesses dos brasileiros. Deixou de lado as suas propostas para tentar pegar carona nas idéias do PT.

Sinto falta de uma eleição mais disputada, com políticos de outros partidos discutindos seus ideais para o Brasil. Assim, mesmo que outros partidos menores apresentem candidatos, o Brasil vai está com os pensamentos voltados para Dilma e Serra.

Particularmente prefiro o Serra.  Me sinto feliz em saber que, apesar de não ter uma disputa entre ele e Ciro Gomes, teremos enfim, alguém pelo menos melhor preparado para governar o nosso país. Apesar de muitos elogiarem o trabalho do presidente Lula, não devemos esquecer que ele não é o candidato. Desta vez, ele está apenas apoiando Dilma, o que não nos dá nenhuma garantia de que ela será uma boa administradora do nosso país. Precisamos desta vez, fazer algo diferente, e acreditar que realmente podemos mais, bem mais do que tudo o que está aí. O Brasil não pode viver eternamente a base de projetos sociais de ajuda financeira, que antes era tão combatido pelo PT, que nestes últimos anos esqueceu o seu antigo lema: "O PT não dá o peixe, ensina pescar!", será?

Não esqueçamos, também, que este mesmo PSB é o partido do ex-prefeito de João Pessoa e candidato a governador do estado da Paraíba, Ricardo Coutinho; também é o partido do governador de pernambuco, que aliás, é o presidente do mesmo, Eduardo Campos.

Em breve, esperamos ver Ciro Gomes disputando as eleições a presidência do nosso país e mostrando para o mundo toda a sua competência para fazer mais por este país.

Barbosa

CIRO GOMES - BIOGRAFIA

Político e advogado paulista (6/11/1957-). Ciro Ferreira Gomes nasce em Pindamonhangaba, no Vale do Paraíba, filho de um advogado de Sobral, Ceará. Vive até os 5 anos em Adamantina, interior paulista, e então se muda com a família para Sobral. Forma-se em direito na Universidade Federal do Ceará em 1979 e ingressa no Partido Democrático Social (PDS). Elege-se deputado estadual em 1982. Em 1984, deixa o PDS e filia-se ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), participando da mobilização por eleições diretas. Em 1986, reelege-se deputado estadual. Dois anos depois é eleito prefeito de Fortaleza, cargo que ocupa até 1990, quando vence as eleições para o governo do estado do Ceará pelo Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), ao qual se filiara no ano anterior. Exerce dois mandatos e obtém altos índices de aprovação popular. Recebe, em nome do estado do Ceará, o Prêmio Maurice Pate, da Organização das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), como reconhecimento pelo programa de saúde implantado por seu antecessor, Tasso Jereissati, responsável por diminuir em um terço a mortalidade infantil no Estado. Em setembro de 1994, torna-se ministro da Fazenda no governo Itamar Franco, permanecendo na função por apenas três meses. Em janeiro de 1995, vai para os Estados Unidos estudar economia na Harvard Law School por um ano e meio. Em 1997, deixa o PSDB e entra para o Partido Popular Socialista (PPS). Concorre às eleições presidenciais de 1998 e fica em terceiro lugar. Em 2002, concorre à Presidência pela coligação PPS - PTB – PDT. Inicia a campanha como um dos favoritos à sucessão, mas, prejudicado pela má repercussão de suas polêmicas declarações, termina como quarto colocado no primeiro turno, com 10% dos votos. Derrotado, adere ao governo Lula, tornando-se Ministro da Integração Nacional.

FONTE: http://ymy.blogs.sapo.pt/27663.html

domingo, 25 de abril de 2010

Vice de Ricardo Coutinho: Bira cita a força dos campinenses Ivandro Cunha Lima e Daniela Ribeiro (PP)

Mostrando que está antenado com a candidatura socialista ao Governo do Paraíba, que é representada pelo ex-prefeito de João Pessoa Ricardo Coutinho (PSB), o vereador Ubiratan Pereira, (Bira) do PSB, analisou possíveis composições para a vice na chapa oposicionista e revelou acreditar na força de dois nomes: o do ex-senador Ivandro Cunha Lima (PSDB) e da vereadora campinense Daniela Robeiro (PP).

Inicialmente Bira foi indagado sobre a postulação de Ivandro, ele deu a seguinte resposta: “é um grande nome, essa é uma característica nas oposições de termos bons nomes para compor a chapa, ao contrário do palanque adversário. Ivandro é um bom nome e a Daniela Ribeiro também é um nome forte, no momento correto, a chapa será formada da melhor maneira possível”, explicou.

Bira denunciou no início da semana a interferência de setores do Governo da Paraíba, que estariam agindo na cooptação de vereadores de João Pessoa: “ele deveria se preocupar com assuntos mais importantes, o debate é estadual e não municipal”, disparou.


Henrique Lima
do PB Agora

Governo do estado projeta investir US$ 100 milhões em estradas

Do Jornal da Paraíba

O governo do Estado assina nesta segunda-feira (26) contrato de empréstimo com a Corporação Andina de Fomento (CAF) no valor de 100 milhões de dólares, destinados à pavimentação e restauração de 1.018 quilômetros de estradas em todas as regiões da Paraíba. A solenidade ocorre às 17h de segunda-feira (26), no Palácio da Redenção, em João Pessoa.

O secretário do Meio Ambiente, dos Recursos Hídricos e da Ciência e Tecnologia, Francisco Sarmento, que terá a função de coordenar o programa, declarou que a concessão dos recursos foi uma grande vitória do governo e do governador José Maranhão em particular, que não descansou até ver resolvidas todas as pendências para a obtenção do empréstimo, que será de 100 milhões de dólares e terá ainda uma contrapartida de 50 milhões de dólares do governo do Estado.

Tão logo assumiu a administração estadual, o governador José Maranhão determinou que o secretário Francisco Sarmento tomasse todas as providências necessárias para sanar as pendências deixadas pelo governo passado e que impediam a aprovação do contrato de empréstimo pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN).


Aval da União

Após mais de um ano de esforços de várias secretarias de governo, dentre elas a Controladoria-Geral do Estado (CGE), a Procuradoria-Geral do Estado (PGE) e o escritório de representação do governo em Brasília, o contrato será assinado. “O próprio governador precisou atuar diversas vezes para que o processo de análise tivesse a consecução em tempo hábil, já que no contexto do empréstimo, a União atua como avalista junto a CAF”, explicou Sarmento, acrescentando que quatro editais de licitação serão paralelamente lançados pelo Departamento de Estradas de Rodagem da Paraíba (DER-PB), contemplando todas as rodovias a serem beneficiadas pelo programa.

“A última grande dificuldade enfrentada pelo governo para a contratação do empréstimo foi a queda da receita devido à crise mundial e, por outro lado, o aumento de despesas advindo da implantação de cargos, carreiras e salários, aprovados no apagar das luzes do governo anterior. Tais efeitos fizeram acender a luz amarela em índices da Lei de Responsabilidade, o que obrigou ao governo do Estado a ingressar com pedido de liminar na Justiça para que o Estado não fosse penalizado”. Para o coordenador do programa, sua implantação representará a redenção do sistema viário da Paraíba.

Aumento de motociclistas sem capacete na Paraíba preocupa (Em Caaporã não tem fiscalização)

Da Redação

Com G1

 
A imprudência dos motociclistas da Capital vem preocupando a Companhia de Policiamento de Trânsito (CPTran) do Estado. É cada vez mais constante o número de pessoas que conduzem motocicletas sem capacete, acessório obrigatório segundo as Leis de Trânsito.

A Polícia Rodoviária Estadual notificou 1.428 motociclistas em 2009. Neste ano, o último balanço da entidade registrou 602 autuações até abril. Somente no primeiro trimestre de 2010 foram contabilizados 261 acidentes envolvendo motoqueiros sem capacete, ferindo 196 pessoas.

Comandante da CPTran, o Capitão Arilson da Silva Valério, comentou que mesmo a multa , os pontos na carteira e a retenção da habilitação não têm assustado os imprudentes motociclistas. “Quando o infrator é pego, há multa de R$ 196, sete pontos na carteira e suspensão da habilitação por 12 meses. Mesmo assim, os motociclistas não respeitam as leis. Isso é falta de educação no trânsito”, explicou Valério.

Mais de 700 motocicletas estão retidas no pátio da CPTran, em João Pessoa.

Na quinta-feira (22), uma jovem de 26 anos morreu num acidente de moto no bairro do Grotão, na Capital . Ela estaria sem capacete.
O funcionário público Manuel Ferreira da Silva é considerado um exemplo entre seus amigos. Motociclista experiente, ele não deixa de usar o acessório. "Há muitos anos ando de moto e, graças a Deus, nunca cometi infração alguma. Isso porque sempre estou documentado e com capacete para ninguém pegar no meu pé", contou.

Em cidades do interior, em especial as do litoral sul, não existe fiscalização. Em Caaporã, por exemplo, é comum encontrarmos crianças e adolescentes pilotando motocicletas sem habilitação, com o consentimentos dos pais e muitas vezes, transportando os mesmos. Na última terça-feira houve um acidente que pouco não culminou com a morte do condutor, que segundo a redação deste blog apurou, estava bebendo minutos antes do acidente. São constantes os casos de acidentes envolvendo motociclistas na cidade, e muitos já perderam a vida nesses acidentes.

Na cidade não há fiscalização nenhuma, o que deixa todos muito confortáveis para pilotar sem capacete, em alta velocidade, sem habilitação pondo em risco as suas vidas e de outros, principalmente pedestres.

Ano passado, dois jovens que bebiam no rio de Cupissura, iam para Caaporã de motocicleta e  bateram de frente com um carro na PB-034, sentido Cupissura/Caaporã, os dois jovens e o motorista do carro morreram no local, a esposa e o filho do motorista ficaram feridos.

Quadrilha que arrombava casas é presa na praia de Acaú

Da Redação


Com informações da TV Cabo Branco

 
Foram presas às 9h deste sábado (24) cinco pessoas acusadas de arrombar casas na região da praia de Acaú, próximo ao município de Alhandra. Segundo informações da polícia, a priori eram sete pessoas, porém duas fugiram. Dentre eles um menor, acusado também pelo crime de homicídio.

Dentre os detidos estão Adriano Alvim Martins, 18 anos, sua irmã, Rosemira Alvim Martins, 23, a adolescente N. M. S. A., 13 anos, Manoel Messias de Almeida, 41 anos e Josinete Ninevina Ferreira, 41 anos. Todos eram vizinhos

 
De acordo com a 3ª Companhia da Polícia Militar de Alhandra, os acusados foram encontrados através de de denúncias anônimas e foram encaminhados para a Delegacia Municipal de Alhandra. A operação para prender os bandidos começou às 23h da sexta-feira (23).


sexta-feira, 23 de abril de 2010

Deputado Fabiano Lucena ganha por 6 x 0 no TSE e livra-se da cassação pedida pela MPE

Clilson Júnior

ClickPB

O TSE julga na noite de hoje (25) pedido de cassação contra o deputado estadual Fabiano Lucena (PSDB) que era acusado de abuso de poder, captação ilícita, corrupção e fraude. Por 6 votos a zero, os ministros não deram provimento a AIME – Ação de Impugnação de Mandato Eletivo (RO 2364) contra o deputado estadual da paraíbano.

Fabiano Lucena foi inocentado das acusações de abuso de poder econômico, captação ilícita de sufrágio, corrupção e ainda fraude. O Tribunal Superior Eleitoral, por unanimidade, rejeitou as preliminares e desproveu o Recurso, nos termos do voto do Relator. Votaram com o Relator os Ministros Arnaldo Versiani, Ricardo Lewandowski, Cármen Lúcia, Felix Fischer, Fernando Gonçalves e Ayres Britto (Presidente). A advogado de defesa de Fabiano Lucena foi o Dr. Abelardo Jurema Neto.


Tribunal de Contas Estado imputa débito de R$ 90,6 mil ao ex-prefeito de Sousa, Salomão Gadelha

Na parte vespertina da sessão desta quinta-feira (22), o Tribunal de Contas do Estado imputou o débito de R$ 90.619,51 ao ex-prefeito de Sousa Salomão Gadelha por despesas não comprovadas com recursos do Fundef. O processo, sob relatoria do auditor Antonio Gomes Vieira Filho, resultou de autos apartados das contas de 2003 apresentadas por Salomão e julgadas pelo TCE em 25 de dezembro de 2005.

Acompanhando parecer do Ministério Público, ratificado pelo procurador geral Marcílio Toscano Franca Filho, o relator propôs a atualização do débito com base nos índices da Caderneta de Poupança, o que, se tomados, elevaria para R$ 146.246,39 o montante de recursos a serem devolvidos pelo ex-prefeito, no prazo máximo de 30 dias. Prevaleceu, porém, por Voto de Minerva do presidente Nominando Diniz, o entendimento do conselheiro Umberto Porto contra o critério adotado para o referido reajuste. Ainda cabe recurso dessa decisão.

Também foram desaprovadas as contas de 2008 do ex-prefeito de Aroeiras José Francisco Marques, a quem o Tribunal imputou o débito de R$ 90.228,78 por gasto excessivo com combustível e despesas não comprovadas com recursos do INSS, conforme entendimento do Ministério Público e o voto do relator Arnóbio Viana, contra o qual também cabe recurso.

Tiveram suas contas aprovadas o ex-prefeito de Pedra Branca Antonio Bastos Sobrinho – exercício de 2008), conforme proposta do relator Oscar Mamede, e as Câmaras Municipais de Cajazeiras, Caraúbas, Zabelê, Riachão (essas quatro de 2007), Maturéia, Serraria e Salgadinho (2008). Também, o Fundo Municipal da Infância e Adolescência de Campina Grande (exercícios de 2007 e 2008), sob relatoria do conselheiro Flávio Sátiro.



Assessoria

Prefeitura de Alhandra divulga resultado do concurso público

Prefeitura de Alhandra divulga resultado do concurso público para preenchimento de 203 vagas. Confira

O prefeito constitucional do município de Alhandra, Estado da Paraíba, no uso de suas atribuições legais e tendo em vista o disposto no artigo 37 da Constituição Federal e de acordo com a Lei Orgânica do Município, a Lei Federal n.º 11.350, de 05 de outubro de 2006, e autorizado pela Lei Complementar Municipal n.º 001/2009, de 04 de dezembro de 2009, que CRIA O PLANO DE CARGOS, CARREIRAS E REMUNERAÇÃO DOS SERVIDORES DO MUNICÍPIO DE ALHANDRA, ESTABELECE OS QUANTITATIVOS DE CARGOS, DEFINE OS VENCIMENTOS, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS, sob a responsabilidade da FUNDAÇÃO ALLYRIO MEIRA WANDERLEY (Site: http://www.famw.com.br/), divulga o resultado oficial do concurso

O processo seletivo público destina-se ao provimento de vagas no Quadro Permanente da prefeitura municipal de Alhandra-PB, e os estabelecidos no regime Jurídico Estatutário dos servidores municipais, por meio da avaliação nas modalidades Prova Objetiva e Curso de Formação Profissional - Qualificação Básica.

As remunerações dos supracitados cargos obedecem às determinações constitucionais vigentes e à Lei Complementar Municipal n.º 001/2009, de 04 de dezembro de 2009, que Cria o Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração dos Servidores do município de Alhandra, Estabelece os Quantitativos de Cargos, Define os Vencimentos, e dá outras providências, que prever os respectivos vencimentos por cada categoria e cargos, como também a jornada de trabalho e as atribuições dos respectivos cargos

domingo, 18 de abril de 2010

Justiça monta ferramentas contra os maus políticos

Apesar da morosidade da Câmara Federal na aprovação do projeto de iniciativa popular proibindo o registro dos candidatos com antecedentes criminais, a Justiça Eleitoral e os órgãos de controle estão fechando o cerco contra os políticos "ficha suja". Os eleitores irão dispor este ano de ferramentas na internet para pesquisar a verdadeira face dos candidatos a cargos eletivos.

Os sites do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e o próprio Ministério Público do Estado estão disponibilizando programas para divulgação da ficha criminal e a atuação do candidato, possibilitando que o eleitor conheça em quem está votando.

O TSE, por exemplo, já exige a certidão criminal para homologar o registro dos candidatos e este ano irá publicar no site www.tse.gov.br a certidão com informações detalhadas sobre o andamento dos processos contra o candidato.

Os ministros do TSE chegaram a discutir a possibilidade da exigência de apresentação de certidões criminais também para os processos de improbidade administrativa, mas entenderam que isso não seria possível, uma vez que a Lei de Improbidade Administrativa (Lei 8.429/92) é anterior à Lei das Eleições (nº 9.504/97).

Além das certidões criminais fornecidas pelas Justiças Federal e Estadual na via impressa do requerimento de registro deverão constar na área do site contra os maus políticos a declaração de bens do candidato, comprovante de escolaridade, prova de desincompatibilização (de cargo ou função pública), quando for o caso, e fotografia recente do candidato.

O Ministério Público Estadual, o Ministério Público Federal e do Fórum de Combate à Corrupção na Paraíba também irão desenvolver a campanha “Conheça seu candidato e não erre seu voto”.

Esse será o slogan da campanha de mídia que será desenvolvida este ano sobre o voto consciente e que cria ferramentas online para que o eleitor pesquise a ficha de cada candidato. O eleitor terá acesso nos sites do MPF, do MPE e do Focco no mês de julho um buscador para que a partir do nome do candidato seja possível conhecer a ficha pessoal e de antecedentes criminais dos candidatos e notícias sobre a sua atuação parlamentar.


Jornal da Paraíba

O que nos causa indignação?

Todos os dias vemos ou ouvimos algo que nos deica estarrecidos. É pai que molesta filhos, mães que jogam filhos recém-nascidos em lagos dentro de sacos plásticos. Pai e madrasta que jogam filha pela janela de prédio. Mas, em se tratando de Brasil, isso só não bastaria . Precisávamos de mais alguma coisa, e aí vieram os políticos envolvidos nos n mensalões. Escândalos cada vez maiores e envolvendo cada vez mais dinheiro. Dinheiro este que sai dos nossos bolsos. Todas estas coisas nos causam indignação, ficamos enfurecidos e muitas vezes reclamamos de tudo.

Mas o que estamos fazendo para que isso mude? Que papel estamos assumindo? Somos o mocinhos ou somos os vilões desta história? Afinal de contas fomos nós quem elegemos os políticos! Ah! E são os políticos que criam as leis que regem as nossas vidas (ou deveriam reger). O que importa mesmo é que assumamos a nossa responsabilidade e façamos a diferença. Atuar como integrante deste contexto, cumprindo o nosso papel, denunciando, não se omitindo, não votando nos tantos fuchas sujas que existem nese país. Conhecendo o nosso município, o nosso bairro, a  nossa rua, encontraremos pessoas honestas, compromissadas em fazer acontecer algo de melhor no lugar em que vivemos.


sábado, 17 de abril de 2010

Rainha do Litoral Sul, espaço democrático

Após publicar matéria sobre jovens caaporenses interessados em disputar as próximas eleições muicipais aos cargos de vereadores, este blog foi alvo de muitas críticas e comentários ofensivos. Muitos, de forma covarde, pois se identificaram apenas como "Anônimos", enviaram mensagems e deixaram comentários usando palavras de baixo calão, com termos chulos, e até denegrindo a imagem de outrem. Queremos esclarecer que usamos este espaço para fazer chegar a população da nossa cidade um pouco de informação que possa interessar, fazer refletir, pensar e assim tomar melhores decisões na hora de fazer as suas escolhas sobre em quem votar.

Quando publicamos alguma informação neste blog é porque julgamos ser de interesse de todos. Todos os dias (quando temos tempo) buscamos os melhores conteúdos no estado, dando maior ênfase ao que importa a Caaporã, por que acreditamos que podemos fazer melhor. Podemos viver em melhores condições de saúde, educação, transportes, urbanismo, infraestrutura, meio ambiente, finanças. Acreditamos que um povo bem informado é também um povo melhor educado, com opinião formada, porque pode ponderar entre tudo o que recebeu de informação e, assim, assimilar o que realmente interessa.

Esperamos que quando acessar o blog, deixe o seu comentário, exponha as suas opiniões, mas tenha coragem de divulgar seu nome, e assim teremos o maior prazer em publicar o seu comentário. Não publicaremos mais, em hipótese alguma, opiniões de anônimos. Não faça uso de nomes de ninguém de modo ofensido que possa denegrir a imagem ou causar constrangimento.

Democracia("demo+kratos") é um regime de governo onde o poder de tomar importantes decisões políticas está com os cidadãos (povo), direta ou indiretamente, por meio de representantes eleitos — forma mais usual. Uma democracia pode existir num sistema presidencialista ou parlamentarista, republicano ou monárquico. (fonte: wikipédia)




da Redação
Por Luis Paulo

Caaporã: Um sonho a mais

            A cidade de Caaporã tem respirado política durante os últimos anos. Assuntos não faltam. São pessoas que estão interessadas em disputar  novos cargos eletivos, pretensos candidatos a governar a nossa cidade e legislar os nossos destinos. Muitos se acham espertos e prometem: Não estou pensando em meu próprio benefício, disputarei porque quero mudar esta cidade!. Será?

A cidade de Caaporã tem sofrido muito, mas pela ingenuidade do seu povo que pela falta de caráter de alguns políticos. Ultimamente estamos vivendo meio que amedrontados. Somos muitas vezes questionados sobre em quem votamos, isso também determina nossas amizades, nossos relacionamentos e nosso futuro profissional.

Nas campanhas ficamos ano após ano esperando pelas propostas de melhorias para a cidade, o que vemos, na maioria dos comícios são candidatos despreparados, principalmente aqueles que disputam vagas na câmara municipal. Muitos só apareceram porque estavam ocupando uma secretaria que os colocava em evidência e aí já se acha capaz de ser vereador. Falta o mínimo de respeito possível com o cidadão.

Abrir os olhos, falar, se revoltar com a situação parece não surtir efeitos. Mas, efetivamente somos responsáveis por elegermos maus governantes. Somos responsáveis pela falta de responsabilidades de alguns políticos que elegemos por que achávamos que devíamos algum tipo de favor.

Não podemos participar de briga pessoal entre políticos, porque somos que mais paga o preço. Não podemos agir por emoção na hora de votar. Precisamos ententer que somos nós quem elegemos prefeito, vereador, ou qualquer outro cargo eletivo, incluindo aí o presidente da República, todos estão a nosso serviço. Os designamos para nos servir.

Precisamos despertar, para que todos os anos não tenhamos que ver pessoas desabrigadas por causa de chuvas, famintos por conta do fim da safra da cana-de-açúcar. Precisamos pensar, idealizar, e fazer acontecer uma Caaporã melhor, mais democrática e para todos os caaporenses.

da Redação, por Luis Paulo

Prefeito de João Pessoa lança PAA em Caaporã e destaca papel da agricultura familiar

Os agricultores do município de Caaporã passam a ter destino certo para o escoamento de sua produção agrícola. Através do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), na modalidade "Compra Direta Local" da Agricultura Familiar, a Prefeitura de João Pessoa (PMJP) passa a ser o principal comprador da produção dos agricultores. O programa foi lançado pelo prefeito Luciano Agra no final da manhã desta sexta-feira (16). O investimento no programa, que vem sendo executado desde o início de março em parceria com o Governo Federal, é de R$ 2.126.911,34.

Participaram da solenidade além do prefeito Luciano Agra, o secretário de Desenvolvimento Social (Sedes), Lau Siqueira, o vice-prefeito de Caaporã, Cristiano Kiko, e outras autoridades. O prefeito Luciano Agra disse que o programa vai beneficiar cerca de 240 famílias dos produtores rurais de Alhandra, Pitimbu e Pedras de Fogo, sendo que 50 da cidade de Caaporã. "Estas famílias ainda receberão assistência técnica para produzir mais e com qualidade, além de terem acesso a financiamentos nas linhas de crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar, o Pronaf", destacou.

Luciano Agra lembrou ainda da importância do programa para o município de Caaporã, onde os agricultores envolvidos no programa poderão produzir sem receio de perder seus produtos por falta de compradores e que sem a figura do atravessador vai haver um aumento da sua margem de lucro. Desta forma haverá uma melhora na qualidade de vida de suas famílias", declarou.

Resultado de uma parceria - O secretário de Desenvolvimento Social (Sedes), Lau Siqueira, explica que o PAA é mais um programa do governo Lula em parceria com a Prefeitura de João Pessoa. Segundo Lau Siqueira, não há dúvidas que ocorrerá um enorme impacto para as populações em situação de vulnerabilidade social da Capital e para os agricultores das cidades contempladas. "O PAA da Prefeitura de João Pessoa faz parte de um conjunto de ações da Política de Segurança Alimentar e Nutricional, coordenada pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), e conta com o apoio logístico das prefeituras dos municípios produtores dos alimentos.", esclareceu.

Os agricultores João Lima da Silva e Evandro Alves comemoraram a implantação do programa no município. "Para nós, agricultores, é muito importante essa parceria, agora vamos plantar sem preocupação, pois já temos para quem vender e a um preço muito bom. Antes nós vinhamos pra feira tendo que gastar com transporte, ou vendia ao atravessador por um preço muito baixo o que diminuía e muito o nosso lucro. A partir de hoje estamos muito felizes", declararam.


PREFEITO DE JOÃO PESSOA REALIZA ENCONTRO COM AGRICULTORES DE CAAPORÃ E EX-PREFEITO RICARDO COUTINHO COMPARECE COMO CONVIDADO ESPECIAL

A prefeitura de João Pessoa, através da Secretaria de Desenvolvimento Social, promoveu na manha de hoje um encontro com agricultores de Caaporã, para tratar do programa Compra Direta desenvolvido pela PMJP, com a finalidade de comprar, parte dos alimentos da merenda escolar, diretamente aos produtores rurais da Região Metropolitana de João Pessoa da qual Caaporã faz parte, de acordo com a Lei Complementar nº 90/2009. de iniciativa do deputado Branco Mendes.

O prefeito Luciano Agra, chegou acompanhado dos Secretários Dunga Junior e Lau Siqueira, respectivamente das pastas de Articulação Política e Desenvolvimento Social. O ex-prefeito Ricardo Coutinho chegou em seguida acompanhado do senador Efraim Morais, o deputado estadual Branco Mendes e deputada estadual Socorro Marques e do prefeito de Alhandra Renato Mendes, todos recepcionados pelo vice-prefeito Cristiano Kiko.

Lideranças locais e da região marcaram presença a exemplo da ex-prefeita, Jeane Nazário, o ex-prefeito Amaro José, os vereadores Jorge e Manuel do Fumo, as vereadoras Didi e Josi, o ex-vereador Dário, Nô de Admilson do distrito de Cupissura, Professor Nau, Val de Julio, o presidente Câmara de Alhandra, Manoel do Posto, entre outras. (grifo nosso)

Atendendo solicitação dos agricultores, a vereadora Didi e o vereador Jorge se desdobraram na organização do evento, que teve pleno êxito.

Sobre o Programa de Aquisição de Alimentos na modalidade de Compra Direta

O PAA consiste na aquisição, por parte da Prefeitura de João Pessoa (PMJP), de 80 toneladas por mês de produtos agrícolas de origem vegetal "in natura" (não industrializados), sem intermediários, de agricultores familiares dos municípios de Alhandra, Caaporã, Pedras de Fogo e Pitimbú. Os produtos são repassados para as entidades cadastradas junto ao Banco de Alimentos, beneficiando pelo menos 80 mil pessoas na Capital.

O programa vai beneficiar ainda as 239 famílias dos agricultores, que terão a compra de seus produtos garantida por um preço justo, durante todo o ano. Estas famílias ainda receberão assistência técnica para produzir mais e com mais qualidade, além de terem acesso a financiamentos nas linhas de crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf).

O secretário de Desenvolvimento Social (Sedes), Lau Siqueira, explica que este é mais um programa do governo Lula, em parceria com a Prefeitura de João Pessoa, que terá um enorme impacto para as populações em situação de vulnerabilidade social da nossa Capital e para os agricultores das cidades contempladas. "Estamos articulando, também, para que as nossas entidades de acolhimento e os hospitais públicos sejam, também, contemplados", esclareceu o secretário.

O PAA da Prefeitura de João Pessoa faz parte de um conjunto de ações da Política de Segurança Alimentar e Nutricional, coordenada pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), e conta com o apoio logístico das prefeituras dos municípios produtores dos alimentos.

O investimento no programa, que vem sendo executado desde o início de março em parceria com o Governo Federal, é de R$ 2.126.911,34.

O que é - Instituído pela Lei nº 10.696, de 02 de julho de 2003, e regulamentado pelo Decreto 5.873 de 15 de agosto de 2006, o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) tem a finalidade de incentivar a Agricultura Familiar, compreendendo ações vinculadas à distribuição de produtos agropecuários para pessoas em situação de insegurança alimentar e à formação de estoques estratégicos.

O PAA destina-se à aquisição de produtos agropecuários produzidos por agricultores familiares que se enquadrem no Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar – Pronaf.


Da Redação
com informações da Secom/JP
publicado em http://www.despertacaapora.blogspot.com/

VISITANTES

busca no blog