Páginas

Amigos de Caaporã

SHOPPING LUX MAGAZINE

domingo, 28 de fevereiro de 2010

Caaporã: Educação Infantil-Um novo olhar sobre esta base do saber

A cidade de Caaporã está passando por um momento muito delicado em relação à educação infantil. Observa-se uma clara falta de comprometimento por parte dos professores em alfabetizar. São muitos os alunos das séries iniciais que não têm a devida atenção dos seus mestres. Os professores reclamam da superlotação das salas de aula, dos baixos salários, e em muitos momentos do nível de educação familiar de muitos alunos. Na contramão de tudo isso está o fato de que os mesmos professores, na sua maioria prestam serviço também na rede privada, nas poucas escolas privadas do município. Com salário que não passam nem perto do que o setor público paga (segundo informações de alguns professores, há escolas particulares que pagam menos da metade de um salário mínimo. Mesmo assim, estes professores se comprometem mais com os alunos do setor privado e fazem de conta que ensinam no setor público. Uma professora de uma escola particular do município, disse a redação deste blog que ganha R$ 250,00 (Duzentos e Cinquenta Reais) em uma escola particular e do município, recebe R$ 641,00 (Seiscentos e Quarenta e Um Reais), mas esta mesma professora não se empenha de igual modo com os alunos da rede pública.

Estamos com um problema sério nesse sentido que precisa ser enfrentado e combatido. O professor das séries iniciais precisa assumir o seu papel e tomar para si a responsabilidade da educação do discentes. A cidade não precisa de semialfabetizados e sim de pessoas alfabetizadas, capazes de entrar no ensino médio com segurança para aventurar um curso universitário sem necessariamente depender de cotas do governo federal.

O problema cresce num efeito cascata. O aluno que não foi alfabetizado, chega ao ensino médio sem saber de nada e acaba, na maioria das vezes ficando pelo caminho, caindo na marginalidade, ou enfrenta um ensino médio de má qualidade e vai tentar a universidade sem qualquer perspectiva de sucesso. As famílias de baixa renda, ajudadas por programas federais, como o bolsa familia, mandam seus filhos para a escola mas não cobram resultados porque a grande maioria não tem escolaridade e fica no embate de fazer os filhos frequentarem as aulas e no fim do mês receber a ajuda financeira do governo federal. Esse condicional para o pagamento do bolsa familia não ajuda em nada no aprendizado do aluno, não influencia na qualidade de vida do educando, mas vai influenciar no futuro deste. Fecha as portas para o conhecimento, alavanca a reprodução desenfreada nas classes sociais mais pobres e superlota as salas de aula.

Professores da rede estadual entram em greve amanhã; 700 mil alunos ficam sem aulas

Fernando Rodrigues
ClickPB


Os funcionários e professores da rede estadual de Educação da Paraíba entrarão em greve por tempo indeterminado a partir desta segunda-feira. A informação foi confirmada pelo coordenador do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado (Sitep), Antonio Arruda. De acordo com ele, dois itens fundamentais fazem parte da pauta de reivindicações dos trabalhadores: o aumento de 15,93% para o magistério e a implantação do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) para os demais servidores.

O sindicalista estima que o movimento vá atingir todos os 23 mil trabalhadores e deixar sem aula cerca de 700 mil alunos.

O coordenador do Sintep disse que mesmo diante da pressão dos trabalhadores o governo não acenou com nenhuma proposta. “O secretário de Educação nos pediu um crédito de confiança de 15 dias para estudar a pauta e apresentar uma contra proposta” revelou.

Salários

Conforme os números do sindicato, piso salarial do magistério é de R$ 610,00 para uma carga horária de 30 horas semanais.
Reivindicamos a implantação imediata do Piso Nacional de Salário com vencimento de R$ 825,00 para professor com idêntica carga horária. O valor corresponde a um reajuste de 15,93%.

Por sua vez, o secretário de Educação, Sales Gaudêncio, que não acredita na paralisação, disse que agendou amanhã, às 18h, uma nova rodada de negociações com os representantes da categoria para discutir o pedido dos professores. Segundo Gaudêncio, o encontro será no Palácio da Redenção, às 18 horas, e o governador José Maranhão será fará presente.

Contratação

O secretário Gaudêncio revelou que o Estado vai convocar os aprovados do último concurso da educação para ocupar as 22 vagas de professores de Sociologia exonerados por falta de comprovação de títulos. “A Secretaria de Recursos Humanos está levantando as demandas das regionais para podermos contratar”, disse.

sábado, 27 de fevereiro de 2010

NOTÍÍCIAS DO FLAMENGO

Terremoto no Chile deixa os rubro-negros Maldonado e Fierro preocupados




Leias estas resportagens também no site do FLAPORÃ

Gratuidade nos transportes interestaduais para idosos

De janeiro até o fim de fevereiro deste ano, a Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) da Prefeitura de João Pessoa (PMJP) emitiu 27 novas carteiras que garantem a gratuidade e o desconto de meia passagem a passageiros idosos, com renda igual ou inferior a dois salários mínimos, no transporte interestadual. A carteira é o documento concedido pela Sedes aos idosos que não têm renda ou que não têm como comprová-la, atestando que eles atendem aos critérios do público beneficiário, estabelecido pelo artigo 40 do Estatuto do Idoso (Lei 10.741/2003) e regulamentado em 2006 pelo Decreto 5.934. Desde julho de 2007, o número de carteiras confeccionadas pela Sedes foi de 327.

Segundo a coordenadora do Programa de Atenção à Pessoa Idosa (Papi), Nilsonete Gonçalves, apenas uma empresa de ônibus se negou a conceder o benefício no período de vigência da liminar concedida à Associação Brasileira das Empresas de Transportes Terrestres e Passageiros (Abrati). "Com a decisão do Superior Tribunal Federal (STF) em suspender os efeitos desta liminar, todas as empresas estão obrigadas a garantir o benefício, sob pena de serem multadas".

Pelo Decreto 5.934, devem ser reservadas aos maiores de 60 anos, com renda igual ou inferior a dois salários mínimos, duas vagas gratuitas em cada veículo, comboio ferroviário ou embarcação do serviço de transporte interestadual de passageiros ou assegurado o desconto de, no mínimo, 50% no valor da passagem para os demais assentos do veículo, caso as vagas reservadas com esta finalidade tenham sido ocupadas.

Para solicitar a carteira é preciso se dirigir ao Programa de Atenção à Pessoa Idosa (Papi) da PMJP e apresentar comprovante de residência, foto e documentos de identificação. O Papi funciona na unidade Centro da Sedes, na Avenida Santos Dumont, 80, no centro da Capital, atendendo nos horários de 8h as 12h e de 13h as 17h, de segunda a sexta-feira.

Os idosos que têm como comprovar a renda exigida pela lei devem se dirigir diretamente às empresas com seu comprovante de renda, de residência e documento de identificação, e solicitar o bilhete de viagem que deverá ser concedido automaticamente.

A diretora de Assistência Social da Sedes, Francisca Fernandes Vieira, explica que cabe ao Ministério Público e aos órgãos de controle social, como os Conselhos Estadual e Municipal do Idoso, fiscalizar nas empresas de ônibus se o decreto está sendo respeitado ou não. "Quanto às pessoas que se encontram em situação de acolhimento institucional, cabe aos coordenadores destas unidades orientá-las sobre os seus direitos e encaminhá-las ao serviço", destacou Francisca.

Orientações

Para solicitar a gratuidade, o bilhete de viagem deve ser solicitado nos pontos de venda da transportadora com antecedência de, pelo menos, 3 horas em relação ao horário de partida do ponto inicial da linha. Na ocasião, o idoso poderá solicitar, também, a emissão do bilhete de viagem de retorno.

Para adquirir o desconto de 50%, o idoso deverá obedecer aos prazos, levando-se em conta o horário de partida do ponto inicial da linha, no máximo com 6 horas de antecedência para viagens com distância de até 500 quilômetros e no máximo com 12 horas de antecedência para viagens com mais de 500 quilômetros de distância.

No dia marcado para a viagem, o idoso deverá comparecer ao terminal de embarque pelo menos 30 minutos antes do horário marcado para a viagem, sob pena de perder o benefício.

Blog Hermes de Luna

Rodrigo Soares é empossado presidente do PT/ PB

Deputado Rodrigo Soares toma possa na presidência estadual do PT

O deputado estadual do Partido dos Trabalhadores, Rodrigo Soares, tomou posse da presidência do PT no Estado na noite desta sexta-feira (26) em João Pessoa. O evento contou com as presenças do governador José Maranhão (PMDB) e do vice-governador, Luciano Cartaxo, que é do mesmo partido de Rodrigo.

De acordo com o deputado, este é um momento de muita alegria para ele e para toda militância petista, que o apoiou durante o PED (Processo de Eleições Diretas), pois a partir de agora o Partido dos Trabalhadores da Paraíba irá viver um novo momento.

“Nós queremos fazer com que o PT da Paraíba se torne mais unido e forte para avançarmos cada vez mais com projeto nacional em nosso Estado. Nós vamos dialogar com os filiados de todos os municípios para que ninguém se sinta isolado e buscar dialogar para que o PT se mantenha na chapa majoritária, nas eleições deste ano”, pontuou o deputado.

Sobre as alianças para as eleições de 2010, Rodrigo disse que enquanto presidente do partido no Estado irá seguir as orientações da Direção Nacional. Ele adiantou que a prioridade para 2010 é construir um palanque amplo e único para eleger Dilma Roussef presidente do Brasil.


Assessoria

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

IBGE da Paraíba abre amanhã inscrições para recenseadores do Censo 2010

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), na Paraíba, inicia nesta sexta-feira (26) as inscrições para o Processo Seletivo Simplificado destinado a selecionar candidatos à contratação temporária de recenseadores para a realização do Censo Demográfico de 2010.

Ao todo são 3.784 vagas, distribuídas por todos os 223 municípios paraibanos. O quadro de vagas por municípios e áreas de trabalho será

disponibilizado no site da Fundação Cesgranrio www.cesgranrio.org.br). Estão reservados 5% do total de vagas para os portadores de necessidades especiais.

As inscrições estarão abertas de 26 de fevereiro a 19 de março de 2010, e poderão ser feitas pela Internet no site do IBGE ou pelo endereço (http://www.cesgranrio.org.br/) nas Agências dos Correio e em Postos de Inscrição nos Municípios / Área de Trabalho onde o candidato desejar trabalhar.

A taxa de inscrição é de R$ 18,00. Fará jus à isenção total ou parcial do valor da taxa de inscrição o candidato que, cumulativamente: estiver inscrito no Cadastro Único para programas sociais do Governo Federal – CadUnico e for membro de “família de baixa renda”, nos termos do Decreto nº 6.135/2008. Compreende-se por “família de

baixa renda” aquela que possua renda familiar mensal per capita de até
meio salário mínimo ou aquela que possua renda familiar mensal de
até três salários mínimos.

A solicitação deverá ser feita via internet entre os dias 26/02 a 04/03, mediante o preenchimento do “Requerimento de Isenção da Taxa de Inscrição”. Os resultados de análise da taxa de isenção serão divulgados no dia 23 de março de 2010

Nos Municípios / Áreas de Trabalho onde não existirem Agência(s)

Credenciada(s) dos Correios designada(s) como Posto(s) de Inscrição, as inscrições serão realizadas nos endereços que serão divulgados, durante o período de inscrições, que funcionarão como Posto(s) de Inscrição nos distritos, povoados, comunidades carentes e outras localidades definidas como Áreas de Trabalho.

Nas grandes cidades paraibanas, há vagas específicas para áreas de trabalho em diversos bairros. Em João Pessoa, por exemplo, há 661 vagas para um total de 8 áreas de trabalho, como Mangabeira (134 vagas), o Centro (105 vagas), o Cristo (97 vagas), Cruz das Armas (98 vagas), a área do litoral (83 vagas), Valentina Figueiredo (58 vagas) e a cidade antiga (68 vagas), entre outras.

A idéia é que os moradores desses bairros se inscrevam no processo seletivo para, se aprovados, poderem trabalhar nas imediações de suas residências. Assim, o IBGE contará com recenseadores perfeitamente ambientados nas comunidades a serem visitadas pelo Censo 2010. Como em João Pessoa, a mesma lógica será para Campina Grande, Santa Rita, Bayeux e Patos.

Além de vagas específicas, os bairros também contarão com postos de
inscrição locais. Em João Pessoa, haverá postos no Cristo, em Água Frias Agência dos Correios, Lagoa Parque Solon de Lucena, em Tambaú, em Cruz das Armas, em Mangabeira, em Jaguaribe, todas nas Agências dos Correios.

A lista completa com os endereços dos postos de inscrição, por municípios, está disponível na página da Cesgranrio. Os candidatos deverão se inscrever nos postos específicos das áreas de trabalho em que residem e desejam atuar.

A previsão de execução dos trabalhos é de até: 05 meses para a função de Recenseador a jornada de trabalho recomendável é de no mínimo, 25 ( vinte e cinco ) horas semanais além de participação integral e obrigatória no treinamento que será de 5,5 dias com carga horária de 8 ( oito ) horas diárias.

A remuneração dos recenseadores será variável, de acordo com o número de entrevistas por eles realizadas e a região em que eles estiverem trabalhando. Os valores mensais aproximados podem variar entre R$ 800 e R$ 1.500, além de 13º salário e férias proporcionais.

Para concorrer é necessário ter, pelo menos, 18 anos de idade, ser brasileiro nato ou estrangeiro naturalizado, ter concluído o ensino fundamental (antigo 1º Grau), estar em pleno gozo dos direitos políticos e, no caso dos candidatos do sexo masculino, estar em dia com o Serviço Militar.

É vedada a participação de servidores da Administração direta ou indireta da União, Estados, Distrito Federal e Municípios, de empregados ou servidores de suas subsidiárias e controladas e, ainda, de contratados temporariamente nos últimos 24 meses.

As provas têm data inicialmente prevista para 30 de maio de 2010, com duração de 4 horas, das 13 às 17 h ( considerando o horário de Brasília ) e ocorrerão simultaneamente em todo os locais de provas a serem informados a partir do dia 18 de maio de 2010.

Serão visitados a partir de de 1º de agosto de 2010 cerca de 1,1 milhão de domicílios, nos 223 municípios paraibanos, ao todo são 4.270 setores censitários, são pequenos mapas da paraíba, onde nele estão em média cerca de 350 domicílios para serem visitados por cada um dos 3,7 mil recenseadores. Em todos os 223 municípios paraibanos o IBGE está montando uma estrutura com posto de coleta.

O Censo 2010 será totalmente informatizado. Os recenseadores utilizarão computadores de mão equipados com os dois questionários da pesquisa, além de receptores GPS e mapas digitais. O início da coleta está previsto para 1º de agosto de 2010.

Em 2010, o Brasil realizará seu 12º censo demográfico. O primeiro deles ocorreu ainda no tempo do Império, em 1872, e o primeiro censo coordenado pelo IBGE foi em 1940. Investigando as características dos domicílios, a fecundidade, a escolaridade, a ocupação, a renda, os grupos de cor e raça e a religião da população, além dos indivíduos portadores de deficiência, o Censo é a principal referência para as políticas públicas implementadas pelas três esferas de governo.

TC alarga prazo para entrega dos balancetes de janeiro

Entes das administrações estadual e municipal, em meio aos quais prefeitos e dirigentes de mesas de Câmaras de Vereadores, têm prazo até 7 de março para o encaminhamento dos balancetes de janeiro de 2010 ao Tribunal de Contas do Estado.

A prorrogação, determinada pelo presidente do TCE, conselheiro Nominando Diniz, deu-se em atendimento à solicitação formulada, neste sentido, pelo presidente do Conselho de Contabilidade da Paraíba Elinaldo de Sousa Barbosa, então preocupado com a interrupção do expediente em todos os órgãos públicos durante o período do Carnaval.

“O prazo em questão deveria encerrar-se neste final de fevereiro. Todavia, o TCE estará recebendo os referidos balancetes, por meio eletrônico, até o próximo dia 7, sem aplicação de multa, ou imputação de qualquer outra penalidade aos gestores públicos”, informa o conselheiro Nominando Diniz

Focco divulga nota de apoio ao MPE sobre contratações irregulares

Os órgãos que integram o Fórum Permanente de Combate à Corrupção (Focco) divulgaram nota de apoio à recomendação do Ministério Público do Estado da Paraíba, direcionada aos prefeitos, para que promovam a regularização das contratações de pessoal que estejam em desacordo com a Constituição Federal. A nota foi entregue oficialmente ao procurador-geral de Justiça, Oswaldo Trigueiro do Valle Filho, pelo coordenador do Focco, Rainério Rodrigues, acompanhado de outros membros do Fórum.

A nota deixa claro que o Focco, “no âmbito da área de competência de cada órgão integrante do movimento”, vai agir energicamente contra quaisquer irregularidades que venham a ser constatadas na contratação de pessoal nas Prefeituras municipais da Paraíba. “Irregularidades dessa natureza serão energicamente combatidas de forma que as administrações públicas, nas três esferas de governo – federal, estadual e municipal – possam se adequar aos ditames constitucionais e, com isso, conferir mais qualidade, moralidade e regularidade na prestação de serviços à população”, enfatiza o Focco em sua nota.

Ao prestar apoio ao Ministério Público, o coordenador do Focco fez questão de exaltar a importância da ação ministerial na fiscalização em todas as prefeituras do Estado e observou que os demais órgãos componentes do Fórum de Combate à Corrupção estão preparados para atuar em conjunto com o MPPB. “Nessa linha de auxílio mútuo em relação às ações do Focco, queremos apoiar a recomendação do Ministério Público e dizer ao procurador-geral de Justiça que estamos todos prontos para ajudar no que for possível, dentro, é claro, das prerrogativas de cada órgão”, afirmou Rainério Rodrigues, durante visita de entrega da nota ao procurador.

O coordenador-adjunto do Focco e membro da Controladoria-Geral da União, Jaci Fernandes Sobrinho, afirmou que o procurador-geral de Justiça, ao fazer a recomendação aos prefeitos para que regularizem a situação dos servidores públicos contratados, fez o óbvio, e isto é o que dá o caráter de isenção da instituição. “Todos estão sempre esperando de órgãos públicos que se faça a coisa extraordinária, mas o que tem que ser feito é o óbvio, pois o que se espera de uma instituição é que ela cumpra o seu dever, com total isenção”, declarou Jaci Fernandes.

Também participaram da reunião com o procurador-geral o promotor coordenador do 1º Centro da Apoio às Promotorias de João pessoa, Ádrio Nobre Leite, representante do MPPB no Focco, a procuradora-chefe substituta do Ministério Público Federal, Ilia Borges, e o procurador federal da Advocacia Geral da União na Paraíba, Cláudio Emílio Santos de Oliveira.


Lei na íntegra a nota do Focco:






Praça Barão do Rio Branco, 33, Centro - João Pessoa/PB (CEP 58.010-760)

Tels. (83) 3208-2004, Fax 3208-2035, e-mail: foccoparaiba@gmail.com

NOTA DE APOIO AO COMBATE ÀS CONTRATAÇÕES IRREGULARES

 
A Constituição Federal, em seu art. 37, trata do funcionamento da Administração Pública, cujo inciso V estabelece que as funções de confiança serão exercidas exclusivamente por servidores ocupantes de cargo efetivo; e que os cargos em comissão, deverão ser preenchidos por servidores de carreira nos casos, condições e percentuais mínimos previstos em lei, bem como que, ambos – cargo em comissão e funções de confiança – destinam-se apenas às atribuições de direção, chefia e assessoramento.

Além disso, o mesmo artigo prevê que a Administração Pública deve se pautar pelos princípios da legalidade, publicidade, moralidade, eficiência e impessoalidade. Este último impõe ao gestor que na seleção de servidores para prestarem os serviços públicos se utilize da ferramenta do concurso público, conforme previsto no inciso II do referido art. 37.

A contratação de pessoal sem concurso público pela Administração Pública somente é autorizada nos casos de prestação de serviços por tempo determinado e para atender a necessidade temporária de excepcional interesse público, na forma do inciso IX do aludido art. 37.

Nesse sentido, os órgãos integrantes do FOCCO – Fórum Permanente de Combate à Corrupção, que tem como um dos seus objetivos a busca da moralização do serviço público, o combate ao desperdício e à ineficiência administrativa; vem por meio desta expressar seu completo APOIO À RECOMENDAÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DA PARAÍBA direcionada aos senhores Prefeitos Constitucionais dos Municípios do Estado da Paraíba, a fim de que promovam a regularização das contratações de pessoal que estejam em desacordo com a Constituição Federal.

O FOCCO deixa assente ainda que, no âmbito da área de competência de cada órgão integrante do movimento, irregularidades dessa natureza serão energicamente combatidas de forma que as administrações públicas, nas três esferas de governo – federal estadual e municipal – possam se adequar aos ditames constitucionais e, com isso, conferir mais qualidade, moralidade e regularidade na prestação de serviços à população.

 
João Pessoa-PB, 25/2/2010.

A Coordenação

Rainério Rodrigues Leite
Tribunal de Contas da União
Coordenador
Jaci Fernandes Sobrinho
Controladoria-Geral da União
Coordenador-Adjunto

TCE multa prefeita de Guarabira em R$ 2,8 mil por descumprir normas de licitações

O Tribunal de Contas do Estado, através da 1ª Câmara Deliberativa, multou em R$ 2.805,10 a prefeita do Município de Guarabira, Maria de Fátima de Aquino Paulino, por descumprimento à legislação que rege os processos de licitação e à normas do próprio TCE.

A decisão foi tomada durante sessão realizada nesta quinta-feira (25/02), quando a Câmara, seguindo voto do relator do processo, conselheiro substituto Marcos Antonio da Costa, que considerou regulares com ressalvas, obras referentes ao exercício de 2008, inspecionadas pela Auditoria.

Em outro processo relatado por Marcos Costa, o ex-prefeito do Município de Curral de Cima, Manoel Ferreira do Nascimento, foi multado em R$ 2.805,10 por não apresentar documentação solicitada pelo TCE, descumprindo a Resolução RC1 TC 203/08 que trata do exame da legalidade dos atos de admissão de pessoal por excepcional interesse público.

Contratações irregulares também levaram a 1ª Câmara a multar em R$ 2.500,00 o atual prefeito de Serra Branca, Eduardo José Torreão Mota, em processo relatado pelo conselheiro José Marques Mariz. Em outros dois processos que tiveram como relator o conselheiro Fábio Nogueira, foram multados o ex-presidente da Cagepa, Manoel de Deus, em R$ 1 mil, e o atual prefeito de Curral Velho, Luiz Alves Barbosa, em R$ 2.805,10. Nos dois casos, por irregularidades em processos de licitação.

TJ da Paraíba pode ser punido pelo CNJ se não divulgar informações sobre o judiciário

O CNJ pode punir com aposentadoria do respectivo responsável pela não divilgação.

O Tribunal de Justiça da Paraíba (TJ-PB) poderá ser punido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) caso não se adéque, nos próximos 30 dias, ao que determina a resolução 102 aprovada pelo Conselho em dezembro de 2009 e divulgada no Diário Oficial em janeiro deste ano. As determinações são para que qualquer Tribunal do país disponibilizem na internet informações como por exemplo, quanto recebem por mês os membros da magistratura como desembargadores e juízes, além de funcionários das cortes estaduais como oficiais de Justiça, assessores jurídicos, assistentes sociais, agentes de limpeza, ascensorista e motoristas.

De acordo com a assessoria de comunicação do TJ-PB, o Judiciário paraibano já divulga na internet os gastos administrativos relativos a cada mês e como a resolução do CNJ é recente, o Tribunal ainda está trabalhando para se adequar a nova realidade. Segundo informaram, os dados solicitados pela Resolução 102 serão disponibilizados, mas ainda não existe um prazo para isso.

Segundo o conselheiro do CNJ, Marcelo Neves, há prazos para a implantação da medida e quem não o fizer poderá ser punido. “Se houver uma postura de descumprimento que não se justifique, poderá, conforme a gravidade, haver as devidas punições como pedido de advertência, e até mesmo em casos mais graves, por exemplo, o de manipulação de informações, o CNJ pode punir com aposentadoria do respectivo responsável”, diz.


Blog do Marconi

STJ adia decisão sobre federalização do Caso Mattos, morto na Paraíba

A decisão sobre a possível federalização do julgamento do assassinato do advogado Manoel Mattos, vice-presidente do PT, morto em janeiro de 2009, na Paraíba, não saiu nesta quarta-feira (24). Apesar da audiência no Superior Tribunal de Justiça (STJ), em Brasília, a ministra Laurita Vaz, encarregada do veredicto, não divulgou sua decisão esta noite – segundo informou o assessor de imprensa da OAB-PE, Antônio Toné.

Em caso de aprovação, a decisão será inédita no Brasil. Previsto constitucionalmente, o dispositivo nunca foi aplicado no país. O pedido foi encaminhado pela OAB-PE à Procuradoria-Geral da República no ano passado. A Procuradoria acatou e repassou o processo para o STJ.

Nesta quarta, o presidente da OAB, Henrique Mariano, e o secretário-executivo de Justiça e Direitos Humanos do Governo do Estado, Rodrigo Pellegrino, foram tentar convencer a ministra da necessidade de tomar uma decisão favorável à federalização.

O “deslocamento de competência” é apoiado pelos governos de Pernambuco – uma vez que tanto os advogados quanto os matadores atuam no Estado – e da Paraíba.

“A gravíssima situação de ameaça aos familiares mostra que a federalização do caso é urgente, inclusive, para coibir a ação dos grupos de extermino que atuam na região de fronteira entre a Paraíba e Pernambuco. A juntada do termo da audiência tem o objetivo de reforçar a instrução do processo de pedido de federalização”, explicou Henrique Mariano.


Da Redação com Diario de Pernambuco

TCE faz diligências hoje na Câmara Municipal de Caaporã

Os auditores do TCE estão efetuando diligências na data de hoje (25) nos municípios de Caaporã, Catingueira, Riachão do Bacamarte, Secretarias de Finanças, Saúde, Administração e Educação do Município de João Pessoa e 1ª Regional de Ensino da Secretaria de Estado da Educação e Cultura.

Como funcionam estas diligências

No primeiro momento, a auditoria do TCE recebe a prestação de contas e faz uma leitura daquilo que lhe foi apresentado e, se for detectada irregularidades, é formulada ao chefe uma solicitação para que uma equipe do Tribunal compareça ao município avaliado. É a própria auditoria que prova a necessidade de uma inspeção. Feita essa diligência, a auditoria elabora seu relatório e encaminha para um dos conselheiros relatores da Casa. Naturalmente o conselheiro faz sua leitura sobre o caso e, havendo uma irregularidade, notifica o gestor para apresentar defesa. Apresentada a defesa, o processo retorna a auditoria onde é feita uma análise e encaminhado novamente ao relator, que envia ao Ministério Público. Já com o parecer do MP, o relator, se sentindo suficientemente esclarecido, pede o dia para julgamento.

MPF denuncia mais 2 ex-prefeitos por improbidade na Paraíba

Da Redação
Com informações do MPF
O Ministério Público Federal em Sousa propôs ação de improbidade administrativa contra José Vieira da Silva e Alecxiana Vieira Braga, ex-prefeitos de Marizópolis (PB), por desvio de recursos federais provenientes do Ministério dos Esportes. Também foi alvo da ação o servidor público Janemárcio da Silva. Este é o nono município cujos ex-prefeitos são alvo deste tipo de investigação apenas em 2010.
O ex-prefeito de Marizópolis José Vieira da Silva é acusado de cometer irregularidades num convênio com o Ministério do Esporte no valor de R$ 145 mil para a construção de um campo de futebol em comunidade carente do referido município. No entanto, o MPF diz que durante sua gestão José Vieira desviou recursos do convênio, realizando compras sem licitação e utilizando documentos falsos na prestação de contas.
Conforme apurou-se, o ex-prefeito apenas licitou os serviços de terraplanagem da obra, optando pela execução direta da construção pelo próprio município. Assim, entre abril e agosto de 2004, o ex-prefeito gastou R$ 54.593,36 com a aquisição de materiais para empregar na construção do campo de futebol, sem realizar qualquer processo licitatório e nem mesmo pesquisa de preços.
O Ministério Público ressalta na ação que, por se tratar de regime de execução da obra através da Administração Direta, o município estava obrigado a licitar a aquisição do material de construção a ser empregado na construção do campo de futebol. A lei apenas autoriza a dispensa do processo licitatório quando o valor limite for de R$ 8 mil.
A mesma ilegalidade foi praticada pela sucessora Alecxiana Vieira Braga, uma vez que esta, sob pretexto de continuar a execução dos serviços de construção do campo de futebol, também comprou mais de trinta mil reais em materiais de construção sem realizar qualquer procedimento licitatório ou pesquisa prévia de preços.
Verificou-se também que o ex-prefeito, com o auxílio do servidor Janemárcio da Silva, contratou verbalmente um pedreiro para realizar a construção do campo de futebol sem ajustar previamente o preço, passando a efetuar o pagamento dos serviços prestados na construção com “vale-compras” do supermercado de propriedade do servidor.
“Enquanto os pedreiros e serventes que trabalhavam na obra recebiam dez ou vinte reais em vale-compras por dia trabalhado, tanto o ex-prefeito quanto o servidor apropriavam-se dos recursos repassados pelo Ministério do Esporte”, definiu o MPF.
Outros casos
A Procuradoria da República do Ministério Público Federal na Paraíba já abriu apenas neste início de 2010 outros oito processos de improbidade administrativa contra ex-prefeitos paraibanos, referentes à eventuais irregularidades cometidas quando os gestores estavam no poder de seus respectivos municípios.
Foram encontradas irregularidades nas ações dos ex-prefeitos Carlos Antônio (Cajazeiras), Juraci Pedro Gomes (Sossego), Cícero Lucena (João Pessoa), Ádria Perazzo (Areia), Auremar Lima Moreira (Bom Jesus), Júlio Lopes Cavalcanti (Olho D'água), José Edvan Félix (Catingueira) e Antônio Veríssimo Dantas (Santa Helena).


Dois homens são encontrados mortos na Praia de Jacumã

Paulo Cosme
Ainda é um mistério para a polícia o assassinato de dois de homens, cujos corpos foram encontrados no início da noite de quarta-feira (24) na praia de Jacumã, município do Conde, no Litoral Sul do Estado. As vítimas, identificadas até agora por “Nildo” e “Daniel”, foram executadas com disparos de arma de fogo.
Segundo informações da polícia, por volta das 18 horas, os moradores do condomínio Village Jacumã escutaram os disparos e acionaram a polícia. Uma viatura chegou ao local e constatou que os dois homens estavam mortos.
Peritos do Instituto de Polícia Científica (IPC) constaram que “Nildo” foi executado com um disparo na boca enquanto que seu colega “Daniel” foi atingido com três disparos. No momento em que a polícia estava no local do assassinato o celular de uma das vítimas tocava insistentemente.
A polícia resolveu atender ao telefone e a pessoa que estava na linha era um amigo dos dois homens. A partir dessa ligação, a polícia descobriu que “Nildo” e “Daniel”, moravam juntos na Rua Floriano Peixoto, no bairro de Jaguaribe, em João Pessoa. A pessoa contou também que o último contato pessoal com os dois homens aconteceu no último domingo que eles deram uma festa em casa. 

publicado em www.paraiba.com.br 

TC reprova contas de três prefeitos na Paraíba

O Tribunal de Contas do Estado emitiu parecer contrário à aprovação das contas de 2007 do prefeito de Gurinhém Claudino César Freire, a quem imputou o débito de R$ 21,6 mil por saldo a descoberto na conta do Fundeb. A decisão deu-se conforme proposta do relator Marcos Antonio da Costa e o parecer do Ministério Público representado, na sessão plenária desta quarta-feira (24), pelo procurador geral Marcílio Toscano Franca Filho.
Aplicações insuficientes em ações de saúde pública contribuíram para a desaprovação das contas de 2007 do prefeito de Boqueirão Carlos José Castro Marques. O conselheiro Fernando Catão, que tinha vista ao processo, falou da “contabilidade confusa” do município e revelou que o exame dos autos já o faz acreditar que o prefeito conseguirá esclarecer a questão em grau de recurso.
Também foram desaprovadas as contas de 2008 do prefeito de São Vicente do Seridó Francisco Alves da Silva, sob relatoria do auditor Renato Sérgio Santiago Melo. Neste caso, o prefeito respondeu por atrasos salariais e não recolhimento de contribuições previdenciárias. Ele tem prazo de 30 dias para encaminhar ao TCE a relação de servidores contratados, sem concurso, por “excepcional interesse público”, com despesas municipais superiores a R$ 1 milhão. Cabem recursos contra todas essas decisões.
O prefeito de Coxixola Nelson Honorato da Silva teve as contas de 2007 aprovadas com louvores do relator Arnóbio Viana aos elevados índices de aplicação em educação e saúde pública.
ADIAMENTOS – A ausência do conselheiro Umberto Silveira Porto, em razão da morte de d. Rita Porto, de quem é filho, motivou o adiamento, para a próxima sessão, dos processos sob sua relatoria, em meio aos quais os da prestação de contas de 2006 do prefeito de Bayeux Josival Junior de Souza.
Foram ainda adiados, pela mesma razão, o julgamento das contas das Câmaras Municipais de Alhandra e Caaporã. As do Escritório de Representação do Governo do Estado em Campina Grande, processo que tem o conselheiro Fernando Catão como relator, tiveram o julgamento adiado a pedido do advogado de defesa, então em Brasília para atuação junto ao TSE. 

Do portal Paraiba

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Presa dupla acusada de tráfico de drogas no Litoral Sul da Paraíba

Da Redação
Com Secom-PB

Na madrugada desta segunda-feira (22), a Polícia Militar prendeu dois homens acusados de comercializar drogas no Litoral Sul da Paraíba. A prisão aconteceu no Centro do Município do Conde.
Com Jackson Alves da Silva, de 18 anos, e Jeová Rodrigues da Silva, de 24 anos, a polícia apreendeu dois quilos de maconha prensada.
Foi por meio de uma denúncia anônima que a Polícia chegou aos acusados. Eles foram abordados enquanto trafegavam de moto com destino ao distrito de Jacumã.
A polícia informou que a dupla está na delegacia e ainda nesta segunda será transferida para a Cadeia Pública de Alhandra.

Do Paraíba1

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Maranhão admite que Veneziano é seu nome preferido para vice

“O prefeito Veneziano Vital do Rêgo é o nome de maior prestígio popular de Campina Grande e gostaria muito que ele ficasse ao meu lado como candidato a vice-governador em minha chapa”. Esta foi a declaração do governador José Maranhão (PMDB), que nesta segunda-feira (22), durante entrevista com a imprensa no Palácio da Redenção, falou pela primeira vez de forma efetiva sobre nomes que comporiam a aliança eleitoral do grupo situacionista para o pleito de 2010.

Segundo o governador peemedebista, Veneziano seria uma pessoa que o ajudaria a governar e a encontrar as soluções para a Paraíba. E questionado sobre o porquê de Veneziano não aceitar logo o convite (o prefeito já deu declarações públicas dizendo que prefere terminar o seu mandato na Prefeitura de Campina Grande), Maranhão destacou que este é um “assunto não terminado”.

“Veneziono é a melhor opção do partido para ocupar a vaga de vice e vamos trabalhar para que ele aceite. Ainda temos tempo para isto”, destacou, admitindo que está mesmo disposto a brigar por esta indicação.

A declaração de Maranhão provoca um mal estar com o Partido dos Trabalhadores do atual vice-governador Luciano Cartaxo, que em várias oportunidades já falou sobre a pretensão de repetir a parceria das eleições de 2006.

Sobre este assunto, Maranhão desconversa e diz que tudo será definido de forma democrática e enfatiza que a decisão sairá em “comum acordo” e com a participação do PT. “Luciano Cartaxo é um companheiro de primeira ordem e saberá entender este momento político”, resumiu o peemedebista.

Paraiba1

Prefeito anuncia concurso público para preencher 1.100 vagas na Saúde

O prefeito Ricardo Coutinho anunciou na tarde desta segunda-feira (22) a realização de concurso público para o preenchimento de 1.100 vagas destinadas à Saúde, cujos profissionais serão absorvidos na rede hospitalar pública da Capital. O anúncio foi feito no gabinete do prefeito, no Centro Administrativo Municipal (CAM), bairro de Água Fria. As inscrições poderão ser feitas no período de 1º a 26 de março e as provas serão realizadas no dia 25 de abril.

O concurso será destinado à contratação de profissionais de saúde de níveis superior, técnico e médio, com salários compatíveis às funções a serem exercidas, cujos valores serão apresentados no edital a ser publicado nesta quarta-feira (24). Ricardo Coutinho justificou o processo como vital para o bom funcionamento dos hospitais públicos municipais, uma vez que esses equipamentos vêm passando por melhorias e ampliações nas suas respectivas infraestruturas. Ele citou como exemplo a expansão do Ortotrauma de Mangabeira e a disponibilização de uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Materna da Maternidade Cândida Vargas, "uma das maiores do Nordeste depois das reformas concluídas", revelou o prefeito.

Ricardo explicou que a gestão municipal vem investindo maciçamente na área da saúde pública, ultrapassando, inclusive, o que a Lei de Responsabilidade Fiscal recomenda. "Aplicamos 20% da nossa receita, enquanto o percentual recomendado é de 15%", esclareceu Ricardo Coutinho. Durante sua explanação, o prefeito explicou que o processo para definir as diretrizes do concurso foi tomado de forma cuidadosa, para não inviabilizar investimentos em outras áreas.

"Nós tínhamos que analisar as oscilações da receita", justificou Coutinho, lembrando que ao longo da sua gestão já foram realizados outros concursos, como o da Educação, em 2007, que abriu vagas para 900 professores, além da própria Saúde, que em 2006 realizou seleção para 1,2 mil Agentes Comunitários e, em 2008, para suprir as necessidades de médicos na rede hospitalar.

Prudência - Coutinho deixou claro que a gestão pensa em realizar mais concursos públicos, citando o preenchimento de cargos na Guarda Municipal. Contudo, ele demonstrou prudência, deixando claro que seus auxiliares, antes de proporem qualquer processo de seleção, estudam o impacto financeiro que um concurso pode acarretar sobre a receita municipal.

Ao final, ele disse que o todo o processo do concurso será o mais transparente possível e que a empresa vencedora da licitação que ficará à frente do processo será o Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC). "Nós estamos investindo cada vez mais na saúde, e isso é o nosso papel. É nossa obrigação para com a sociedade", definiu Ricardo Coutinho, lembrando que na sua gestão o índice de mortalidade infantil teve uma queda de 33%.

Segundo Ricardo, quando ele assumiu a prefeitura a saúde bucal era a pior da região Nordeste, sendo hoje a melhor no tratamento especializado e o segundo no segmento não especializado. Presentes no anúncio do concurso público estavam o vice-prefeito Luciano Agra, a secretária de Saúde Roseana Meira, além do secretário de Administração, Gilberto Carneiro, e da secretária de Comunicação, Lívia Karol.

Prazos - As inscrições podem ser feitas a partir do dia 1º de março, através do endereço eletrônico do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação, (www.ibfc.org.br). Para nível superior, o valor da inscrição é R$ 100,00 (cem reais) e para nível técnico e médio, R$ 60,00 (sessenta reais). Os postos de atendimento presencial serão instalados no Paço Municipal (Praça Pedro Américo, 70, Centro) e no Shopping Tambiá.

Cronograma do concurso

PUBLICAÇÃO DO EDITAL 24 DE FEVEREIRO
INSCRIÇÃO 01 A 26 DE MARÇO
PROVAS 25 DE ABRIL
PUBLICAÇÃO DO GABARITO 26 DE ABRIL
PRAZO PARA RECURSOS 27 E 28 DE ABRIL
PUBLICAÇÃO DO RESULTADO -PROVA 14 DE MAIO
PROVA DE TÍTULOS 14 A 21 DE MAIO
RESULTADO PROVISÓRIO 28 DE MAIO
PRAZO PARA RECURSOS 31 DE MAIO E 1º DE JUNHO
PUBLICAÇÃO RESULTADO FINAL 11 DE JUNHO

 
Assessoria



Caaporã: Sem conselho tutelar atuante, jovens estão cada vez mais envolvidos com alcool, drogras e marginalidade

Nas últimas festividades carnavalescas em Caaporã, a cidade assistiu a um desfile de crianças e adolescentes envolvidos como se fossem adultos com alcool. Em vários pontos viam-se adolescentes com garrafas de cachaça ou latas de cerveja, muitas vezes pagos pelos próprios pais. Frente a isso aumenta todos os dias e, cada vez mais cedo, o número de adolescentes grávidas, envolvidos com drogas, prostituição. Famílias onde os país já não têm mais controle sobre os filhos. E nessa onda de que todos podem fazer o que quiser, ficamos nos perguntando: E o Conselho Tutelar?

A cidade elegeu um conselho tutelar que não atua em praticamente nada na cidade. Durante todos estes dias de festa, e não é de hoje, esse alerta já fora feito por este blog no São João do ano passado e até hoje cotinuamos a ver as mesmas cenas, sem nenhuma atuação do nosso Conselho Tutelar. Os bares precisam também ser punidos por vender  bebidas acoolicas a menores. Algo precisa ser feito para que não venhamos a pagar pelos nossos erros no futuro. Precisamos cuidar melhor dos nossos jovens. A cidade de Caaporã assiste a tudo passivamente. Não é de adimirar que na cidade já houve vários casos de mortes assosiadas ao alcoolismo, principalmente de pessoas viciadas, que acabaram por peder toda a dignidade, família, empregos e passaram a viver nas ruas da cidade, como se pode constatar todos os dias. Ninguém nasce acoolatra, viciado, assim como não se nasce assassino, marginal. Todos precisamos está alertas para cuidar melhor daqueles que são o futuro da nossa cidade.

Dom Aldo critica slogan de campanha do Ministério da Saúde sobre uso da camisinha

Rebeca Carvalho

ClickPB

Com o slogan ‘Camisinha: com amor, paixão ou só sexo mesmo. Use sempre’, o Ministério da Saúde (MS) lançou no início deste mês a campanha de Prevenção e Enfrentamento da Aids para o Carnaval 2010 com foco principal nas mulheres de 13 a 19 anos e jovens gays, de 13 a 24 anos que segundo pesquisa do MS, são os grupos mais vulneráveis ao contágio pelo vírus HIV.

O arcebispo da Paraíba, Dom Aldo Pagotto, considerou a campanha lançada pelo governo como “apologia ao sexo livre, infeliz e sem nenhuma ética”. Para Dom Aldo, “o sexo genitalizado, sem amor, está sendo confundido como um amor de momento”.

Para o arcebispo, as campanhas formuladas pelo governo são “um convite à promiscuidade em nome de evitar doenças sexualmente transmissíveis”. Segundo Dom Aldo, “amor é respeito, purabilidade, estabilidade e seriedade, mas, para algumas pessoas o que vale é o prazer imediato”.

Na visão de Dom Aldo, para orientar à população, o governo deveria elaborar campanhas de educação afetiva sexual que ressaltem a importância de uma relação com envolvimento afetivo.

O arcebispo da Paraíba afirmou que as campanhas promovidas pelo governo, através de panfletos e outros materiais publicitários, muitas vezes distribuídos nas escolas, acabam provocando o início precoce da atividade sexual de adolescentes que ainda não têm um preparo psicológico.

Dom Aldo também lamentou a distribuição de camisinhas em grandes eventos, como no carnaval. Para ele, “a igreja, infelizmente, ao criticar estas atitudes, é tratada como desmancha prazer, atrasada e moralista”. Segundo ele, a família é a base para uma boa orientação afetiva sexual e a escola e órgãos públicos, apesar de também terem um papel fundamental neste sentido, atuam como coadjuvante.

Dom Aldo também orientou os fiéis que desejam seguir os parâmetros evangélicos para só iniciar uma vida sexual após o matrimônio. Ele defende que para o exercício pleno da afetividade e sexualidade, o sexo deve ser praticado no casamento, com o objetivo de promover a estabilidade emocional, complementado pelo exercício de um relacionamento estável e comprometido.

Pré-Candidatos prestigiam o Bacalhau do Maracutáia

Arrastando uma considerável multidão o bloco BACALHAU DO MARACUTÁIA saiu  na tarde de ontem, com sua tradicional irreverência e informalidade, sem cordão de isolamento ou exigência de abadás.
O Bacalhau tem forte conotação política uma vez que seus organizadores e colaboradores são diretamente ligados a atual oposição local, a exemplo dos vereadores Manuel do Fumo e Ezildo Félix, a veradora DIDI e a ex-prefeita Jeane que na linha de frente puxaram o bloco durante todo o trajeto, acompanhados dos pré-candidatos a deputados estadual e federal Monáci Marques e Ruy Carneiro, além conhecidas lideranças locais e de Cupissura como Adjací Pereira, Professor Náu, Nô de Admilsom e Lála  entre outras.
Como mencionado em artigo do blog Caaporã - Rainha do Litoral Sul, a saída do Bacalhau é uma espécie de prévia do que vai ser a campanha para eleições de outubro próximo e a julgar pela mobilização de ontem a oposição está bastante fortalecida e projeta um acirrado embate para o pleito que se avizinha.
Da Redação (publicado em www.despertacaapora.blogspot.com)

Bloco dos Maracutaias anima "ELEITORES" em Caaporã

Ontem, domingo (21/02/2010), o bloco dos Maracutais saiu às ruas da cidade de Caaporã prometendo muita irreverencia e originalidade. A espectativa era geral por parte dos moradores devido ao clima político que foi despertado pela idéia do nome da ex-prefeita Jeane Nazário está diretamente associado ao bloco. Os foliões, na sua maioria vestidos de amarelo, a cor que predominara nas disputas eleitorais pela prefeitura da cidade, sairam pelas ruas em clima de festa mais política que carnavalesca, e muitas vezes ouvia-se frases do tipo: "É Jeane ou não é?" 

Os eleitores da ex-prefeita compareceram em maior número, apesar de não haver restrições quanto a quem deveria participar da festa. Num desfile pela cidade que saiu de Pindorama e encerrou no Piquet, todos tinham pique para uma festa de horas a fio, sem desanimar. Era visivel o clima de revanche entre os participantes que hostilizavam ou eram hostilizados por eleitores de outros candidatos. Parecia que estávamos rememorando as comemorações pelos resultados das eleições de 2004, quando a ex-prefeita se elegera prefeita da cidade. Parece que a ex-prefeita está realmente disposta a voltar e brigar pela prefeitura nas próximas eleições, além de fazer uma propagandazinha política antecipada para os seus candidatos a deputados estadual e federal nas eleições de 2010.

Da Redação

RC diz ainda acreditar em aliança com PTB/PSB e revela desconhecer os motivos da desistência de Dunga

Ricardo diz que acredita na manutenção da aliança com o PTB, mas ignora indicação do vice; socialista ainda revela desconhecer motivos da desistencia de Dunga

Na manhã desta segunda-feira (22) durante café da manhã com a imprensa para apresentação das conquistas do Orçamento Democrático (OD) e do Ciclo Orçamentário deste ano , o prefeito de João Pessoa, Ricardo Coutinho (PSB), declarou desconhecer o motivo do estremecimento com o PTB que levou a desistência do suplente, Carlos Dunga, de disputar a vaga de vice na chapa majoritária do PSB.

Mesmo diante dos rumores que o PTB vire a casaca e decida apoiar o projeto do senador Cícero Lucena (PSDB), também candidato a sucessão do governo estadual, Ricardo Coutinho afirmou acreditar que o PTB vai continuar defendendo o discurso de dois anos atrás quando defendeu claramente a aliança com o PSB.

Recém cirurgiado, Ricardo se ateve a poucas palavras e revelou que continua mantendo conversas com o ex-governador Cássio Cunha Lima.


PB Agora

Na PB: Rodrigo nega dois palanques para Dilma

Rodrigo nega dois palanques para Dilma na PB e garante que PT não vai dividir mesmo espaço com o DEM

Participando em Brasília do IV Congresso do PT, o deputado estadual Rodrigo Soares afirmou na tarde desta sexta-feira (19) em entrevista ao programa Correio Debate, na 98 FM, que não vai haver dois palanques para Dilma na Paraíba.

Rodrigo, que apoia a sucessão estadual de José Maranhão (PMDB), negou que o PT suba em palanque com os Democratas. O deputado se refere ao possível apoio do pré-candidato ao governo do Estado, Ricardo Coutinho, aliado a Efraim Morais (Dem) e Cássio Cunha Lima (PSDB), a Dilma Rousseff para presidente.

Soares afirmou que foi resolução do partido não estar no mesmo palanque que o Democratas por considerar tal partido adversário político ferrenho, e garantiu que só existirá um palanque para pretensa candidata a presidente.

A colocação do deputado se choca com a do deputado federal Luiz Couto, que afirmou também nesta sexta-feira que onde for possível, serão montados dois palanques para a pré-candidata do partido.

Renata Escarião

PB Agora

sábado, 20 de fevereiro de 2010

Caaporã: Hoje sai as ruas o Bloco Bacalhau do Maracutaia

Como tem acontecido nos últimos anos, sai às ruas neste domingo (21/02/2010) o bloco Bacalhau do Maracutaia. Este ano com o apoio dos vereadores Didi, Manoel do Fumo e Ezildo, e de deputados estaduais, o bloco vem com a ex-prefeita Jeane Nazário depois de uma lona ausência da cidade. A saida deste bloco às ruas da cidade serve como pano de fundo de uma campanha política às Câmaras Federal e Estadual, já é, assim, uma prévia para as eleições, ou um início de campanha.
O bloco que tem este nome em alusão ao apelido dado pelos eleitores e candidatos da oposição aos candidatos e eleitores da então prefeita Jeane Nazário, serviu para fortalecer e serve para muitos de orgulho pertencer a este grupo. O bloco que vem sempre com muita irreverência e originalidade, foge ao que hoje se tem visto na cidade e remete muitas vezes aos carnavais antigos, onde não se exige compra de abadás e se é limitado a brincar dentro de um cordão de isolamente. Bom mesmo é esperar pra ver o que eles preparam para Caaporã logo mais.

da Redação.

Avanço do mar que ameaça barreira do Cabo Branco é destaque no Jornal Nacional

O farol, no litoral da Paraíba, fica no ponto extremo oriental das Américas. Segundo pesquisa feita pela Universidade Federal da Paraíba, a falésia já se estendeu centenas de metros mar adentro.
O avanço do mar está ameaçando um importante marco geográfico brasileiro. A barreira do Cabo Branco, na Paraíba, fica na região do ponto mais oriental das Américas. Uma janela para o Atlântico. Difícil não se impressionar.

"Você não tem palavras, é exuberante”, avisa um turista.

O farol do Cabo Branco, no litoral da Paraíba, fica no ponto extremo oriental das Américas. É um pedacinho que aparece bem à direita do mapa do Brasil. Diz a lenda que daqui é possível ouvir o som da África. Mas os seis mil quilômetros que separam os dois continentes podem estar aumentando.

Segundo uma pesquisa feita pela Universidade Federal da Paraíba, as pedras indicam que a falésia já se estendeu centenas de metros mar adentro. Atualmente, ela recua cerca de 40 centímetros por ano. E, se nada for feito para conter esse avanço do mar, em breve o processo pode ser irreversível.

Do alto, é possível perceber a fragilidade da barreira. A força das ondas e a infiltração de água das chuvas são as principais causas da erosão. Para evitar a sobrecarga de peso, o tráfego de veículos está proibido. A pesquisa aponta alternativas para minimizar o problema.

"Proteger o pé da falésia com uma estrutura rochosa, e lá em cima, no alto da falésia, promover uma revegetação, porque o problema do desmatamento também contribui para a erosão", explica o biólogo Ricardo Rosas.

Nos anos 1970, o paisagista Roberto Burle Marx apresentou um projeto para impedir o avanço do mar, que nunca saiu do papel.
O artista plástico, que retratou a falésia pela primeira vez, na década de 1940, é testemunha da transformação.

“Havia um clima quase, como dizer, romântico, naquela época a natureza era o assunto, hoje é o contrário, o assunto é o concreto. Mudou muito", ressalta o artista plástico Hermano José.

"Eu achei linda a visão do oceano, é a coisa mais linda que eu já vi", garante um turista.

Fonte: clickpb

Prefeitura de Areia abre concurso para área de saúde

A Prefeitura Municipal de Areia, no brejo da Paraíba, abriu concurso público com várias oportunidades para o cargo de médico, em diversas especialidades além de vários cargos na área de saúde e também para Psicólogo, Fiscal de Tributos, Assistente Social, dentre outros.

Haverá também Processo Seletivo Simplificado - PSS para contratação temporária de profissionais, em caráter excepcional, objetivando o preenchimento de postos de trabalho nos Programas Sociais (BOLSA FAMÍLIA, PETI, PROJOVEM, CRAS/PAIF).
O valor da inscrição é de R$ 40,00 (nível médio) e R$ 60,00 (nível superior).
Tanto o concurso quanto o processo seletivo simplificado serão organizados pela Consulttec – Consultoria Técnica e Planejamento Ltda.
As inscrições ficarão abertas via internet de 00h00m do dia 22 de fevereiro de 2010 às 23h: 59m do dia 12 de março de 2010, no site http://www.consuttec.com.br/ ou via presencial no período de 22/02 a 12/03/2010, na Central de Atendimento ao Candidato que funcionará no Centro Administrativo da Prefeitura Municipal de Areia, no Centro da cidade, no horário das 08h: 00m às 11h: 30m e das 14h: 00m às 17h: 00m exceto sábados, domingos e feriados.

As provas serão realizadas no dia 21 de março de 2010.

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Prefeitura de Patos abre concurso com mais de 700 vagas

Da Redação
Com assessoria

A prefeitura municipal de Patos, no interior da Paraíba, lançou nesta sexta-feira(19), o edital do concurso público para o preenchimento de 732 vagas em vários setores. As provas vão acontecer no dia 11 de abril em local a ser definido pela comissão do concurso e os salários podem chegar a mais de R$ 3 mil.

As inscrições podem ser feitas de forma presencial, no escritório do Instituto de Desenvolvimento e Apoio Social do Brasil (IDASB), localizado na rua Vidal de negreiros, 204, Centro de Patos, Paraíba ou pelo site http://www.idasb.org.br/ até o dia 10 de abril. O valor de cada inscrição será correspondente com a nomenclatura do cargo escolhido pelo candidato, sendo observado o nível de escolaridade: fundamental e incompleto R$ 35,00; nível médio R$ 50,00; nível técnico, R$ 60,00 e nível superior R$ 85,00 (MN).

No edital, publicado no diário oficial do município, constam todas as informações que o candidato precisa, tais como: requisitos principais, número de vagas, atribuições de cada cargo e conteúdo programático.O secretário de administração da prefeitura de Patos e presidente da comissão do concurso público, José Corsino Neto, confirmou que o município irá contratar os aprovados de forma imediata.



Medida do MP ameaça emprego de 47,3 mil servidores na Paraíba

Bartolomeu Honorato e Aline Lins
Do Jornal da Paraíba
O Ministério Público da Paraíba formalizou na quinta-feira (18) uma recomendação dura a todos os 223 municípios paraibanos. Até o dia 31 de julho deste ano, os prefeitos terão de demitir todos os servidores contratados fora do padrão de concurso público, inclusive os que se enquadram como de “excepcional interesse público”, os populares temporários.
Levantamento feito pelo JORNAL DA PARAÍBA junto ao Sistema Sagres, do Tribunal de Contas do Estado, revela que a medida atinge com demissão 47.368 funcionários municipais, que representam um peso mensal de R$ 37,5 milhões.
Desse total, 17.525 servidores se enquadram como cargos de confiança nas estruturas administrativas das prefeituras. Já como temporários chegam a 29.843.
A recomendação do Ministério Público da Paraíba foi assinada, de forma solene, pelo procurador-geral de Justiça do Estado, Oswaldo Trigueiro do Vale Filho, na manhã de ontem, na PGJ, pouco antes de conceder uma entrevista coletiva sobre o assunto.
“Quase todos os municípios do Estado praticam atos de irregularidade na contratação de servidores. O problema é que as prefeituras burlam a Constituição Federal quando, através dessa forma de contratação, fazem com que não haja o concurso público”, denunciou Oswaldo Trigueiro.
Inquérito
Paralelamente à recomendação, um inquérito civil público foi instaurado para apurar e acompanhar situações que possam levar a recomendação a se tornar ‘letra morta’.
“Porque podem entender os prefeitos que já existe junto ao Legislativo a produção de leis municipais que tenham previsão de contratação desse tipo de serviço, comissionados, pro tempores, contratações de forma excepcional”, informou o procurador.

Publicado em www.paraiba1.com.br

Famup defende prefeituras contra demissão de não concursados

O presidente da Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup), Buba Germano, reagiu à recomendação do Ministério Público para que os governos municipais demitam os prestadores de serviço. Buba, que é prefeito do município de Picuí pelo PSDB, declarou que vai tratar do assunto com o Tribunal de Contas, que é o órgão responsável por fiscalizar as contratações.
Os prefeitos, segundo seu representante, se mostram preocupados com o alto índice de desemprego que a medida pode causar, visto que no interior do Estado grande parcela da população depende das oportunidades de trabalho oferecidas pelas administrações municipais.
Em entrevista ao programa Comunidade 101, da rádio 101 FM, ele declarou que vai levar a insatisfação da Paraíba para uma discussão em todo o país com a Confederação Nacional dos Municípios (CNM).
O maior questionamento da Famup é a queda do volume de verbas repassadas pelo Governo Federal às prefeituras através do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). “Num ano político eleitoral, como é que o Governo Federal promove a queda de receita e aumenta o salário mínimo?”, reclamou o representante dos prefeitos.
“O Governo Federal impõe uma série de regras às prefeituras, mas a maioria delas está sendo estudada pelo Tribunal de Contas para que sejam adequadas à realidade dos municípios”, explicou Buba.
Entenda a medida
O procurador-geral de Justiça do Estado, Oswaldo Trigueiro do Valle Filho, assinou uma recomendação dirigida aos prefeitos paraibanos. Entre outras medidas, o documento dá prazo até 31 de julho para que os prefeitos exonerem todos os servidores públicos contratados sem a prévia aprovação em concurso público e rescindam os contratos de todos os prestadores de serviços que envolvam atividades ou funções próprias da administração pública.
A recomendação diz ainda que os gestores públicos municipais não deve, fazer novas contratações de servidores sem prévia aprovação em concurso público, bem como disciplina os contratos temporários os cargos comissionados e os prestadores de serviços (terceirizados).

Por Karoline Zilah do Paraiba 1

Recomendação para que prefeitos exonerem não concursados é assinada

O procurador-geral de Justiça da Paraíba, Oswaldo Trigueiro, assinou na manhã desta quinta-feira (18) uma recomendação aos prefeitos dos 223 municípios da Paraíba para que exonerem, até o dia 31 de julho, todos os servidores contratados sem aprovação em concurso público e rescindam os contratos de prestação de serviços que envolvam atividades ou funções próprias da administração pública.
Ao justificar a recomendação, ele observou que a Comissão de Combate à Improbidade Administrava e à Irresponsabilidade Fiscal (CCIAIF) possui informações de que quase todos os municípios do Estado praticam atos de irregularidades na contratação de servidores. De acordo com o procurador, a partir do dia 31 de julho o Ministério Público dará início a fiscalização em todas as prefeitura para constatar se elas estão cumprindo a recomendação.
Segundo o procurador, a CCIAIF constatou que existem três situações de contratação irregulares praticadas: a contratação de cargos comissionados, a de serviços temporários e os terceirizados, que são os serviços prestados por pessoas jurídicas ou físicas.
“Essa recomendação tem o objetivo de trabalho preventivo, com um marco pontuado no dia 31 de julho, para que todos os prefeitos possam se regularizar”, observou o procurador-geral, durante entrevista coletiva concedida na sede da Procuradoria Geral de Justiça da Paraíba. Ele, alertou ainda, que essa não é uma nova realidade, pois a Constituição prevê a necessidade de concurso, mas que os prefeitos têm tornado rotina a não realização do certame.
Estado
Perguntado sobre o porquê da recomendação não ter sido estendida ao Governo do Estado, o procurador-geral de Justiça disse que no primeiro momento o Ministério Público usou como referência a demanda existente na CCIAIF, tendo em vista se constatar que as contratações irregulares por parte dos municípios se tornam mais volumosas que o Estado. Mas isso não descarta a possibilidade de também ser dirigida uma recomendação ao Governo do Estado.
O coordenador da Comissão de Combate à Improbidade Administrativa e àIrresponsabilidade Fiscal do Ministério Público da Paraíba, promotor de Justiça Carlos Romero Lauria Paulo Neto, explicou que todas as esferas da administração pública deverão ser fiscalizadas, mas numa segunda fase.
“Quando a gente passa para esse âmbito para cobrar e controlar essas situações concretas nós temos as dificuldades operacionais, pois vamos numa primeira etapa nos ocupar de 223 municípios. Se nós acrescentássemos, agora, todas as unidades do governo do Estado e demais poderes, seria muito bonito no papel, mas não teríamos como dar efetivo controle àquilo que recomendamos. Por isso temos que atuar de forma compassada”, explicou Carlos Romero.
Inquérito
No mesmo momento em que assinou a recomendação, o procurador-geral Oswaldo Trigueiro também instaurou um inquérito civil público para garantir a aplicação da recomendação, pois, segundo ele, alguns prefeitos podem entender que já existem, junto ao legislativo municipal, lei que tenha a previsão da contratação desse tipo de serviço.
“Com a instauração desse inquérito civil público vamos analisar a questão da constitucionalidade das leis municipais existentes com relação à contratação dos serviço prestados”, explicou o procurador-geral de Justiça.

Publicado em www.paraiba1.com.br

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

PTB pode romper com Ricardo depois que negou candidatura a vice

Solidário com o suplente de senador Carlos Dunga, que comunicou oficialmente ao partido a desistência de pleitear a indicação de pré-candidato a vice-governador na chapa a ser encabeçada pelo socialista Ricardo Coutinho, o PTB pode anunciar a qualquer momento o rompimento da aliança com o prefeito de João Pessoa. Pré-candidato a governador, Ricardo abandonou os petebistas.
Dunga encaminhou o documento ao presidente estadual do PTB, deputado federal Armando Abílio, nesta quinta-feira, 18, conforme havia prometido. Ele adiantou que “agora vou cuidar de minha candidatura a deputado estadual”, comentou. Ele também comunicou sua decisão ao senador Cícero Lucena (PSDB), de quem é suplente.
A imprensa o ex-deputado federal Carlos Dunga afirmou que “o jogo está zerado e o partido está aberto a quaisquer negociações”, deixando claro que poderão ocorrer entendimentos com outras correntes políticas do Estado. 
 publicado em www.paraiba.com.br

Acidente interdita faixa da BR-101 e deixa trânsito lento

O trânsito na BR-101 na divisa entre Paraíba e Pernambuco apresenta lentidão na manhã desta quinta-feira (18) devido a um acidente envolvendo um caminhão que transportava uma máquina de grande porte para as obras de duplicação da rodovia.
O motorista e o passageiro do caminhão fugiram acreditando terem machucado alguem. No entanto, agentes do posto da PRF em Mata Redonda inspecionaramo local e disse não haver vítimas.
A assessoria de imprensa da Polícia Rodoviária Federal informou que o motorista do caminhão teria sido trancado por um veículo de passeio e acabou perdendo o controle da direção, saindo da pista. Com a manobra brusca de desvio, o equipamento que estava na carroceria caiu e obstruiu uma das pistas.
O acidente aconteceu no km 122, nas proximidades do rio Dois Rios, cerca de 4km de distância da cidade de Goiana, em Pernambuco. Com uma das pistas bloqueadas, o trânsito ficou congestionado e os carros agora dividem apenas uma mão.
Segundo a PRF, o fluxo já está sendo controlado. A polícia informou que está buscando equipamentos para fazer a remoção da máquina pesada e desobstruir a passagem.

Com informações do portal Paraiba1

Prefeitos paraibanos terão que exonerar servidores contratados sem concurso público

Os prefeitos dos municípios da Paraíba deverão exonerar, até o dia 31 de julho, todos os servidores contratados sem aprovação em concurso público. Também deverão rescindir os contratos de prestação de serviços que envolvam atividades ou funções próprias da administração pública.

Recomendação neste sentido será assinada nesta quinta-feira (18), às 10h, pelo procurador-geral de Justiça da Paraíba, Oswaldo Trigueiro do Valle Filho, na sede da Procuradoria Geral de Justiça, em João Pessoa. Após o ato de assinatura do documento, ele dará uma entrevista coletiva para detalhar a providência.

A recomendação do Ministério Público Estadual é motivada por estudo feito pela Comissão de Combate à Improbidade Administrativa e à Irresponsabilidade Fiscal, que constata: na Paraíba, a contratação irregular de servidores e prestadores de serviço pelas prefeituras é uma situação gravíssima, que vem fugindo do controle dos órgãos fiscalizadores.

Diante desta constatação, o procurador-geral de Justiça decidiu baixar a recomendação para que os prefeitos se adéquem ao que determina a Constituição Federal em seu artigo 37, quando prevê: “A investidura em cargo ou emprego público depende de aprovação em concurso público”.

“É grande o número de servidores comissionados e contratados temporariamente (pró-tempore) e, portanto, de forma irregular, pelas prefeituras paraibanas. Esta é a forma que os agentes públicos têm encontrado para burlar a lei”, afirmou Oswaldo Filho.

Segundo o procurador Oswaldo Trigueiro do Valle Filho, os prefeitos terão que cumprir a norma constitucional que torna imperativa a contratação de servidores somente por meio de concurso público. A recomendação a ser assinada ainda observa que os prefeitos também obedeçam ao percentual mínimo estabelecido pela Constituição para o preenchimento cargos com funções de confiança e cargos em comissão por servidores de carreira.

Inquérito Civil Público – Paralelamente à recomendação que baixará nesta quinta-feira, o procurador-geral de Justiça vai instaurar um inquérito civil público para analisar a constitucionalidade de todas as leis municipais da Paraíba que prevêem a contratação de servidores públicos sem a prévia aprovação em concurso público.

Para isso, será requisitado a todos os presidentes de Câmaras Municipais que disponibilizem as leis vigentes acerca do assunto. Oswaldo Trigueiro Filho designará aos promotores de Justiça da CCIAIF atribuições para instruírem o inquérito, expedindo notificações, colhendo depoimentos, requisitando documentos e praticando todos os atos executórios necessários à instrução do feito.

Assessoria

Idealizador do Bloco "Tô a Tôa" publica nota de esclarecimentos aos foliões

AOS MEUS AMIGOS FOLIÕES

VENHO AQUI, PRESTAR OS MEUS SINCEROS A AGRADECIMENTOS AOS MEUS AMIGOS FOLIÕES QUE ACREDITARAM NO MEU PROJETO

NÃO TENHO PALAVRAS PARA DESCREVER O QUANTO ESSAS PESSOAS FORAM  ESPECIAIS PARA LANÇAR O BLOCO NA RUA

RAFA, GEOVÁ, THÓ,  ÁLISSON, ROMÁRIO, GATA MAGA, JOBINHO, VÉVO, CRISTOVAM, TAM, RAQUEL.

AOS MEUS AMIGOS PATROCINADORES

DR. JOÃO - PREFEITURA DE CAAPORÃ
SAULO VELOSO - POSTO VELOSO
NEM E JÚLIA   - TEC HOUSE
KIKO - KIKO SUPERMERCADOS
ALENCAR - COMERCIAL MONTEIRO
VALDECIR E LENA - LOJÃO CENTRAL
MENON - MENON PARAFUSOS
CHICO - CAAPORÃ TRANSPORTES
KLEBER E FÁTIMA - FARMÁCIA N. SA. DE FÁTIMA
JOBINHO E NINO - COMERCIAL LIMA
BLADEMIR - FARMÁCIA POPULAR
OTO MARIANO
RICARDO QUEIROZ - CENCAP
KLEYBER - MAISSOFT
BERG - ACADEMIA ÁPICE
PLANO SÃO LUIS
ÁLISSON - ACESSE@NET

A ESSES AMIGOS QUE ACREDITARAM O NOSSO TRABALHO, SÓ TENHO A AGRADECER.

AOS FOLIÕES, VOCÊS NÃO IMAGINAM O TRABALHO QUE TIVEMOS PARA LEVAR O BLOCO A RUA, FORAM NOITES SEM DORMIR, TUDO FOI PENSADO MINUCIOSAMENTE PARA ENGRANDECER O CARNAVAL DE CAAPORÃ, EM NENHUM MOMENTO A DIRETORIA DO BLOCO ALMEJOU LUCRO.

HOUVERAM MUITAS CRÍTICAS, QUE SERVIRAM PARA REPENSARMOS O MODO DO NOSSO TRABALHO, PORÉM  A QUANTIDADE DE  AMIGOS QUE NOS PRESTIGIARAM E RECONHECERAM OS NOSSOS ESFORÇOS PARA ABRILHANTAR O CARNAVAL NESSA CIDADE, NÃO TENHO PALAVRAS!


EM RELAÇÃO A ORGANIZAÇÃO SAIU QUASE TUDO COMO PREVISTO,  O TRIO ELÉTRICO A BANDA OS SEGURANÇAS TUDO CUMPRIRAM OS SEUS HORÁRIOS, BEBIDAS NO TEMPO CERTO, SÓ NÃO PODEMOS COM A FORÇA DA NATUREZA, A CULPA NÃO FOI DE DEUS, E SIM DA ESTRUTURA DE NOSSA QUERIDA CIDADE, POIS O TRIO TEM COBERTURA, POREM COM ESTA COBERTURA SERIA IMPOSSIVEL PASSAR PELA FIAÇÃO.

JÁ SOBRE A PARADA DO TRIO POR CAUSA DA CHUVA A DIRETORIA DO BLOCO NÃO TEVE CULPA, NÃO MANDAMOS NOS FOLIÕES E MUITO MENOS EM  SONS PARTICULARES, PORÉM DEIXO BEM CLARO QUE QUALQUER EVENTUALIDADE COMO BRIGAS OCORRIDAS COM QUEM ACOMPANHOU O PAREDÃO NÃO ERA DA RESPONSABILIDADE DO BLOCO, POIS OS SEGURANÇAS FORAM CONTRATADOS PARA ACOMPANHAR O TRIO ELÉTRICO, JÁ EM RELAÇÃO A BANDA EU "PIPO" VI O QUANTO ELES SE ESFORÇARAM PARA QUE A BANDA PODESSE CONTINUAR O SHOW,  TIVERAM QUE ENXUGAR TODA A APARELHAGEM, MUITOS INSTRUMENTOS SENDO LIMPOS COM CONTONETES.  E A PROVIDÊNCIA A SER TOMADA FOI SEGUIR COM TRIO TOCANDO E A BANDA FAZER O SHOW LÁ NA PRAÇA DE EVENTOS.

DEIXO AQUI MEU PROTESTO, POIS NÃO CUMPRIRAM COM A PALAVRA, QUANDO A     BANDA CHEGOU NA PRAÇA DE EVENTOS NÃO DEIXARAM ELA TOCAR, ALEGANDO TER OUTROS SHOWS. EU PERGUNTO QUANTAS BANDAS TOCARAM NA TERÇA DE CARNAVAL?

DO www.caaporamix.blogspot.com

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Bloco Tô a toa anima foliões em Caaporã

Ontem o bloco "Tô a toa" saiu às ruas de Caaporã pela primeira vez. Sob a organização de Pipo, o bloco arrastou muita gente pelas ruas da cidade. Concentrados em frente a escola Adauto Viana desde ás 16h00, o bloco tomou as ruas até a praça de eventos, onde uma pequena multidão já se formava à espera deste bloco.
Durante os dias que antecederam o carnaval, a redação deste blog ouviu muitas pessoas da cidade sobre as festas carnavalescas, e apesar de uma grande parcela da população não gostar da  festa de carnaval, entre os jovens pelo menos, é a festa mais popular e também a mais aguardada. O que chamou a atenção foi como o novo bloco estava sendo chamado nas ruas da cidade por alguns moradores "O Bloco dos ricos!" Tentamos descobrir o porque deste deste apelido, mas ninguém nos explicou e ficamos sem saber por que este apelido.
O importante é que durante o trajeto e o tempo em que ficou na praça, não houve registo de violência de nenhum tipo, o que mostra o nível de civilidade do povo caaporense. Hoje sai o maior e mais popular bloco do município o "Bloco do Koyce". Este ano o bloco vem com uma temática alusiva a Copa do Mundo da África. E já em clima de Copa do Mundo, o bloco traz as cores do Brasil em seu abadá.
Ficamos na expectativa de um carnaval sem violência, com muita paz.

da Redação.

Rodrigo Soares traça meta para quando assumir presidência do PT, dia 26

Eleito presidente estadual do PT em novembro passado, o deputado estadual Rodrigo Soares traça os planos para quando assumir os destinos do partido. A posse está marcada para o dia 26 deste mês. Soares disse que um dos grandes desafios é consolidar a unidade interna para as eleições de outubro próximo.

Ressaltou os entendimentos no sentido de dialogar com os partidos aliados que “governam o Estado ao nosso lado”. Rodrigo se refere ao PMDB, do governador José Maranhão, virtual candidato a reeleição.

“O PT pela primeira vez chega ao governo, com o vice-governador Luciano Cartaxo. Então, vamos consolidar esse processo de diálogo para que possamos com as forças políticas e sociais, que estão conosco no projeto nacional, construir também aqui na Paraíba um grande projeto em sintonia com o governo Lula”, declarou o parlamentar.

Sobre as declarações do presidente nacional do PT, Ricardo Berzoini, que defendeu ser o caminho mais produtivo para a legenda apoiar José Maranhão, Rodrigo Soares afirmou: “As palavras de Berzoini se resume a uma expressão: coerência na política”. Rodrigo tem defendido a manutenção da aliança com Maranhão para as eleições deste ano.

“Desde 2002 que nós temos uma relação importante com o PMDB na Paraíba”. Ressaltou ainda que o PMDB tem sido correto com o PT nacional, apoiando o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e que a eleição do deputado federal Michel Temer para presidente nacional do PMDB e a sinalização de apoio à pré-candidatura da ministra Dilma Rousseff faz com que o PT caminhe para uma aliança com o PMDB na Paraíba.

Perguntado sobre o que irá fazer para unir o PT, que tem algumas alas divergentes ao apoio a Maranhão, Rodrigo disse que o que existem hoje são “opiniões diferentes”. E garantiu: “Isso nós vamos, com muito diálogo, convencer as pessoas de que o partido deve seguir o caminho da aliança daqueles que estão realmente conosco no projeto nacional”.

Ele lembra que o PSB, que esteve junto com o PMDB e o PT até as eleições de 2008, se aliou ao Democratas. “O prefeito Ricardo Coutinho anda de braços dados com o senador Efraim Morais, que foi o algoz do governo Lula nesses oito anos. Foi aquele que de maneira destrutiva fez oposição ao nosso governo. Ele tentou o tempo inteiro desconstruir a imagem do presidente Lula”, lamentou.

E analisou: “Ricardo e Efraim, de braços dados, mostra que esse bloco não está no projeto do PT. Não dá de maneira alguma para nós aprofundarmos (uma aliança). Por outro lado, temos o PMDB, o PCdoB, o PRB, que já governam junto conosco o Estado. Quem sabe podemos construir uma nova aliança e que esses partidos estejam juntos novamente”.

 
Assessoria

Homem assassinado a tiros no município de Alhandra

Um homem conhecido apenas por “Bimba” e com cerca de 30 anos de idade foi assassinado  no município de Alhandra. Segundo informações da polícia o homicídio aconteceu dentro de um roçado na saída para o município de Caaporã.

Segundo informações da polícia, o homem estava tomando conta do local quando foi atingido pelos disparos. Os moradores escutaram os tiros e acionaram a PM. Uma viatura da Companhia de Alhandra foi até o local e encontrou o corpo. Ao lado da vítima estava uma espingarda calibre 12 com dois canos.

De acordo com a polícia, o homem foi atingido com três disparos de revólver e um de espingarda calibre 12 que acertou a coxa. Há informações ainda não confirmadas pela polícia de que outra pessoa saiu ferida. Nesse momento uma equipe de policiais permanece no local enquanto outra realiza investigações e buscas a procura dos assassinos.

Caaporã e os carnavais dos palavrões, swingueiras e da liberdade

Os primeiros dias de festas carnavalescas em Caaporã nos revela algo muito interessante, pelo que se viu durante a passagem de um dos blocos carnavalescos da cidade na noite desta segunda-feira, os foliões são na sua maioria jovens. O que impressiona é o grande númeroo de adolescentes e crianças, muitos na sua maioria já ingerindo bebidas alcoolicas, desacompanhados dos pais ou qualquer maior responsável, os adolescentes usam e abusam do alcool. Nota-se também que os caaporenses na sua maioria não são receptivas a estas festividades, principalmente os mais adultos.
As bandas por sua vez não tocam nada que nos faça lembrar do carnaval. As músicas executadas são as mesmas que se tocam em festas juninas, de fim de ano ou outra festa qualquer. Só escuta swing, muinto swing e nada mais. Diferentemente do que ocorre no Recife e Olinda onde se toca muito frevo, ou no Rio de Janeiro onde impera o samba, em Caaporã o swing é a música que se toca em todos os blocos que passam por todas as bandas.
A falta de respeito com moradores da cidade e com foliões é extremas, o uso de palavas chulas, rasteiras e palavrões ofende e não traz brilho às festas. Ontem, quando uma banda de swingueira cantava na praça de eventos, foram tantos os palavrões que chegava a ser constrangedor. "Fulano que dança que só o C...!", Beltrano que é a P...!", entre outras. Entre um reboletion e uma bicicletinha, tem também um chupa e um vou te comer...! Fala sério, Caaporã tá longe de fazer um autêntico carnaval. E olha que a cidade já teve grandes carnavais. Com apresentações de caboclinhos, maracatus, duas escolas de samba, blocos e troças carnavalescas. Boms tempos que não voltam mais....

Da redação

VISITANTES

busca no blog