Páginas

Amigos de Caaporã

SHOPPING LUX MAGAZINE

domingo, 3 de janeiro de 2010

O que resta para 2010 em Caaporã?

Depois de um ano cheio de denúncias contra políticos, escândalos envolvendo várias autoridades e muita impunidade, chegamos a 2010 com esperança de algo diferente aconteça. O ano de 2009 foi marcado por conflitos políticos de grande impácto no Estado como a cassação do governador Cássio Cunha Lima e a posse do Governador José Maranhão. Com a cassação do governador muita coisa mudou no cenário político estadual.
O ano de 2009 também foi marcado pela posse dos novos prefeitos, eleitos nas eleições de 2008. Nesta eleição, inclusive, Caaporã foi tomada por uma multidão vestida em vermelho para ver a posse do prefeito eleito João Batista Soares, que conseguiu vencer a então prefeita Jeane Nazário, que apesar de está no poder não fez por merecer a reeleição.
A população de Caaporã ainda está esperando para saber se a mudança foi válida. A população deu uma resposta a ex-gestora a altura de tudo que vinha sofrendo ao longo quatro anos de gestão em retrocesso, sem desenvolvimento e problemas em todas as áreas da administração municipal. Mas, passado o primeiro ano de gestão do novo prefeito, que fora, inclusive, prefeito da cidade em três outros mandatos, fica um certo clima de frustração. Muito do que se esperava não foi feito ainda. Saindo de um ano de intensa crise mundial, as receitas do município amargaram grandes quedas, o que a grande massa não consegue entender ou aceitar. As cobranças começaram, e a ex-prefeita continua em busca de alianças na cidade para tentar voltar a governar nas eleições futuras.
A partir dos meses que se aproximam vamos começar a ver o quanto de força política ela ainda  tem no município. As eleições para deputados, governadores, presidente e senadores estão às portas, e neste momento vale toda e qualquer aliança para buscar forças para as futuras eleições municipais. O prefeito tem um filho que é deputado estadual pelo PT, Rodrigo Soares, que é presidente do  partido, eleito nas últimas eleições do partido. Assossiado a isso, está o apoio ao governador José Maranhão, e deputados como Manuel Junior e senadores estaduais. É! este ano promete ser corrido e cheio de surpresas, esperamos que boas surpresas para Caaporã.

da Redação

Um comentário:

  1. Comentei a pouco em um outro blog sobre a satisfação que sinto de ver uma geração de jovens caaporenses - não necessarimente jovens na idade - usado a internet, um dos mais eficiente veículos de comunicação, como forum para manifestação de idéias, críticas, sugestões, protestos (porque não?)enfim um espaço democrático para o exercício da cidadania.
    O título do artigo em tela é por demais pertinente. O que resta para 2010 em Caapora? ou o que resta para Caaporã em 2010? essa mudança na ordem em nada altera, mas não tenho a resposta. De uma coisa tenho certeza, as sucessivas administrações descompromissadas, com o desenvolvimento da cidade, está levando Caaporã perigosamente ao esgotamento de suas potencialidades. Se faz necessária uma reação já, 2010 é o ponto de partida.

    ResponderExcluir

Os comentários sobre as publicações nesse blog passarão pelo moderador e só publicaremos comentários de pessoas que estiverem devidamente identificadas e que não denigram a imagem de outrem.

VISITANTES