Amigos de Caaporã

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Caaporã - Festa de Emancipação Política


No próximo domingo, dia 27/12/2009, a cidade de  Caaporã estará completando 46 anos de emancipação política. Para comemorar a celebre data, será realizada uma festa na Praça de Eventos do município com a participação das bandas Capim com mel e Mel com terra. Apesar de todos os problemas enfrentados pelo município, incluindo entre estes a queda na arrecadação de receitas, resultado de uma grande crise mundial, que começa a dar sinais de acabar e recuperação, ainda assim temos muito o que comemorar.

Caaporã em língua tupi-guarani significa "boca da mata" (caa = mata e porã = bonita). Na religião primitiva do Brasil, Nhanderuvuçu, Deus supremo, criou dentre outras entidades, criou Caaporã o protetor das matas por si só nascidas e protetor dos animais que vivem nas florestas, nos campos, nos rios, nos oceanos, enfim o protetor de todos os seres vivos.



Caaporã quando é evocado para proteger as plantas plantadas junto aos roçados dos índios é chamado por eles de forma carinhosa com o cognome de Cecí.

A cidade, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), no ano de 2006, sua população estimada era de 20.979 habitantes. Área territorial de 150 km².

Características geográficas


Área 150,168 km²

População 20.064 hab. est. IBGE/2009 [3]

Densidade 139,7 hab./km²

Altitude 29 m

Clima tropical chuvoso com verão seco

Fuso horário UTC-3

Indicadores:

IDH 0,617 médio PNUD/2000 [4]

PIB R$ 231.903 mil IBGE/2005 [5]

PIB per capita R$ 11.262,00 IBGE/2005 [5] .

Mas de acordo com números divulgados pelo IDEME-Instituto de Desenvolvimento Municipal e Estadual, com base em números de 2007, a cidade de  Caaporã ocupa possui a segunda maior renda per capita do Estado e está entre os 10 maiores PIBs da Paraíba.

Um comentário:

  1. O que deveria ser motivo de alegria e orgulho, ter a segunda maior renda per capita do Estado e está está entre os 10 maiores PIB, é na verdade uma constatação do quanto nosso gestores, sem exceção, têm usado mal os nossos recursos.
    O que vemos é uma cidade cada vez mais pobre e sem perespectivas para a atual e futuras gerações.
    Entra prefeito(a) e sai prefeito(a) e nada de significativo acontece nesta cidade.
    Até quando Caaporã aguentará?
    - É a pergunta que não quer calar.

    ResponderExcluir

Os comentários sobre as publicações nesse blog passarão pelo moderador e só publicaremos comentários de pessoas que estiverem devidamente identificadas e que não denigram a imagem de outrem.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

VISITANTES

busca no blog