Amigos de Caaporã

quarta-feira, 16 de abril de 2014

Prefeitura de Pitimbu realiza primeiro Torneio de Surf em Praia Bela

Prefeitura de Pitimbu realiza primeiro Torneio de Surf em Praia Bela


Foi realizado neste domingo (13.04) pela Prefeitura de Pitimbu, por meio da Secretaria de Esporte, Juventude e Lazer p I Torneio de Surf em Praia Bela/Pitimbu.SAM_8513
O torneio foi realizado nas categorias iniciante e open. A competição de Surf atraiu a atenção de turistas de vários estados.
Os garotos de Pitimbu também deram show nas ondas de Praia Bela.
Receberam premiações do 1°ao 5º colocado pra cada categoria: 
Iniciantes: 
1º Alderico (Bigo)
2º Junior Psirico
3º Rodrigo
4º Danilo
5º Diogo 
Open:
 1º Adelsinho
2º Junior
3º Fabinho
4º Zé Carlos
 5º Henrique
SAM_8522 SAM_8485 SAM_8553
Portal do Litoral PB
Com Assessoria

domingo, 13 de abril de 2014

Jovem de 15 anos é morta após um tiroteio em Cupissura

A jovem Gabrielly Ribeiro Barbosa (Gaby) foi morte na madrugada deste domingo (13), no distrito de Cupissura em Caaporã.
De acordo com informações da Policia Militar, um tiroteio numa boca de fumo ocorreu por volta das 2h da manhã e a jovem estava na rua com amigos quando foi atingida por 4 tiros. Gaby não resistiu aos ferimentos e morreu em via pública.
No local impera a lei do silêncio, mas, há informações que a vitima sofreu uma tentativa de homicídio há três meses e na época ela levou um tiro no pescoço.
A Policia também informou que a adolescente tinha envolvimento com drogas e o crime pode estar relacionado com a disputa por pontos de comercialização de entorpecentes.

Portal do Litoral PB

Homem é assassinado no meio da Rua na cidade de Alhandra


homicidio favela
A cidade de Alhandra Litoral Sul da Paraíba registrou no inicio da tarde deste Domingo (13) mais um homicídio. Um homem identificado como Ediraldo Avelino da Silva (vulgo B2), 42 anos de idade, natural de Goiana-PE foi assassinado a pauladas no meio da Rua, na comunidade Nova Descoberta.
A Polícia Militar foi acionada e realizou investigações e buscas, mas até agora são desconhecidos os autores e os motivos do assassinato.
Alhandra em Foco

quinta-feira, 10 de abril de 2014

Dono de lava-jato é assassinado com dois tiros no Assentamento Dona Antônia no Conde

felipe_4
Por volta das 19h: 30min de hoje dia 09 o dono de um lava-jato localizado na PB-008 em Jacumã foi assassinado na porta de casa por dois homens não identificados.
Felipe do lava-jato como era conhecido estava na varanda da sua casa quando foi alvejado com um tiro de espingarda nas costas e de revolver na cabeça.
Segundo informações a vitima tinha bom relacionamento com a comunidade e era conhecido de todos no Conde, informações da Policia atesta que o mesmo não era usuário de drogas e nem tinha nenhuma relação com trafico.
A Policia trabalha com a hipótese da vitima esta com dividas com alguém, pós segundo relato extraoficiais Felipe estava devendo certa quantia em dinheiro para algumas pessoas, Com a vitima a Policia encontrou um revólver calibre 38 e munições.
A GM de Conde também se fez presente na ocorrencia e ajudoou a insolar o local do crime para preservar a cena até a chegada da Policia Militar.

O delegado plantonista Doutor Elias, abriu uma linha de investigação preliminar para apurar a causa do homicídio, mais devido à lei do silencio ninguém viu, ouviu e nem sabem de nada.
O corpo da vitima foi levado para o IML e posteriormente será entregue a família para seu sepultamento.

Portal J1 com foto:STO Valeria Bezerra

Dupla é Presa acusada de roubo em Pitimbu

004
Policias da 1ª CPMI prenderam no inicio da tarde desta quarta-feira (09) na praia de Acau município de Pitimbu Jose Claudio Luiz Ferreira (Vulgo branco) e Everton Lima da Silva, (vulgo Evinho) os dois são acusados de roubo a um estabelecimento no bairro da Pontinha.
A guarnição agiu rapidamente e em menos de 30mn capturou os acusados, que foram encaminhados para delegacia de Pitimbu, na ação os policiais também recuperaram os produtos roubados pelos acusados.

Alhandra em Foco

quarta-feira, 9 de abril de 2014

Ex-Presidiário é assassinado em um bar na cidade de Alhandra

020
Um ex-presidiário foi assassinado com vários tiros na noite dessa quarta-feira (09) em um bar na cidade de Alhandra Litoral Sul da Paraíba, segundo informações “Coroa Luca” como era conhecido estava em um bar na Rua do oiteiro quando dois homens em uma moto chegaram atirando contra a vitima.
Uma viatura do Samu foi acionada para fazer o socorro mais chegando ao local a vitima já havia chegado a óbito, muitos curiosos ainda estar no local onde o corpo se encontra ao solo aguardando o Gemol.
A Policia Militar se encontra em diligência mais ate o fechamento da matéria ainda não havia encontrado os assassinos.
021
Alhandra em Foco

segunda-feira, 7 de abril de 2014

‘Destino Paraíba’ é divulgado na Feira Internacional Mundo Abreu, em Lisboa

O ‘Destino Paraíba’ foi apresentado aos visitantes da 12ª edição da Feira ‘Mundo Abreu’, realizada, nesse final de semana (5 e 6), em Lisboa (Portugal). A feira é conhecida pelo público português por facilitar reservas de férias com antecedência e descontos de até 60%. A Empresa Paraibana de Turismo (PBTur) participou do evento no estande da Embratur, já que o Brasil é um dos países patrocinadores da feira. De acordo com os organizadores da Feira Internacional de Lisboa (FIL), cerca de 100 mil pessoas visitaram os estandes durante os dois dias do evento.
Segundo a chefe de gabinete da Presidência da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), Kátia Bitencourt, a presença como país convidado revela a importância que o Brasil tem no mercado português. Portugal é um dos principais mercados na estratégia de promoção internacional da Embratur, sendo o décimo maior emissor mundial de turistas para o Brasil e o quinto da Europa. É também o país com mais voos para o Brasil - conexão aérea que vai ser ampliada a partir de junho com o voo da TAP (Lisboa-Manaus-Belém).
A presidente da PBTur, Ruth Avelino, destacou a importância do ‘Destino Paraíba’ ser divulgado durante a Feira ‘Mundo Abreu’, já que a operadora é uma das mais importantes de Portugal e do mercado europeu. A executiva paraibana explicou que o Governo do Estado, por intermédio da PBTur, vem participando de todas as feiras de turismo em Portugal como forma de oferecer aos turistas daquele país, uma opção nova para as viagens de férias durante o verão.
“Os portugueses estão em busca de novos destinos turísticos para suas férias no verão. Por isso, estamos participando intensamente de todas as ações de divulgação promovidas pela Embratur e oferecendo roteiros com muito sol e mar”, disse Ruth Avelino.
Secom PB 

Trabalhador comete suicídio dentro de casa no centro de Conde

Por volta das 6hs, da manhã deste Domingo (06) o corpo de um homem foi encontrado  pendurado em uma corda em sua propiá casa na Cidade de Conde Litoral Sul da Paraíba.
O borracheiro Luiz Gomes Ribeiro apelido Luiz de Manzua se enforcou dentro do seu próprio quarto, a TV ainda estava ligada quando chegamos ao local, a Policia militar foi acionada por volta das 6hs da manhã de hoje logo após um familiar ter se surpreendido com o fato chocante.
A borracharia da vitima fica localizada bem no centro da cidade de frente ao posto de combustível Cidade de Conde. A PM isolou a área para esperar o delegado e a perícia para fazer os procedimentos.
O que teria levado Luiz de Manzuá a tentar contra sua própria vida teria sido uma desilusão amorosa, financeira ou alcoolismo. Segundo familiares quando o mesmo bebia ficava meio pirado.
Luiz tinha um histórico familiar triste onde sua mãe foi vitima do álcool ela morreu ainda nova aos 50 anos, mais o amor que ele sentia pela mãe era muito bonito. Em qualquer lugar que ela estava ele ai estava também, Luiz levava sua mãe para casa quando ela estava embriagada e não conseguia acertar o caminho de casa. Toda sua infância foi assim, após a morte de sua mãe ainda adolescente ficou aos cuidados da avó. Mais o álcool parece que ficou marcado em sua vida. Luiz morreu ainda muito jovem aos 22 anos.

Alhandra em Foco com Portal J1

Vereador parabeniza projeto esporte e ação lançado em Alhandra


DSC_0013O vereador Edielson Nunes, Líder do Governo na Câmara Municipal de Alhandra, Participou nesse Sábado (05) do lançamento do projeto “Esporte e Ação” no Estádio O Pedrozão, liderado pelos Professores Joias Olegaria e João Pedro.  O Esporte e Ação têm como foco trabalhar a educação através do esporte, entre as crianças e jovens que vivem em vulnerabilidade social, através de orientações sobre questões do dia a dia, com a realização de palestras e ações educativas, além de ações esportivas.
DSC_0077
Ao observar o treinamento deste Sábado, o vereador Edielson Nunes elogiou muito o trabalho realizado e parabenizou o prefeito Marcelo Rodrigues pela iniciativa. “É incrível ver projetos como esse, que unem esporte à questão social. Aqui se aprende muito, mas principalmente a ter respeito, a ser um cidadão. Dou os parabéns para a iniciativa”, afirma o Vereador.
SONY DSC
Hoje são 83 crianças, a partir de 12 anos de idade, que irão tem aulas todas as quintas, sextas, e Sábados nos horários da manhã e tarde. “Trabalhamos muito a disciplina, para melhorar nas notas na escola e ter um bom comportamento com os pais. Além disso, antes de cada criança entrar no projeto, fazemos uma reunião com os pais para realmente entenderem o projeto”, explica o coordenador do projeto, Tom-K Martins.
SONY DSC

Assessoria

Acidente com a Banda Forró Pegado deixa motorista preso às ferragens e 26 pessoas feridas na Paraíba

Um acidente envolvendo o ônibus da Banda Forró Pegado deixo o saldo de 27 pessoas feridas. O caso mais grave foi do motorista que ficou preso às ferragens. O fato aconteceu por volta das 03h45 da madrugada deste domingo (6).
De acordo com a polícia, o grupo tinha acabado de fazer um show na cidade de Capim de Mamanguape e estava retornando para João Pessoa.
O veículo vinha pela rodovia estadual e no momento que se aproximava para pegar a BR-101 com destino a João Pessoa o motorista não percebeu a entrada e passou direto cruzando a rodovia de um lado para outro e o ônibus acabou colindindo de frente com um barranco.
Com o impacto, o motorista ficou preso às ferragens e os Bombeiros demoraram uma hora para retirá-lo do local. Ele foi socorrido para o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, enquanto que as outras 26 pessoas que estavam no ônibus sofreram apenas escoriações.
A polícia acredita que o acidente foi provocado pela escuridão e pela falta de sinalização na rodovia estadual.
Por Paulo Cosme – Josiel de Freitas

MPF aciona 68 ex-prefeitos em 153 ações de improbidade

Sessenta e oito ex-prefeitos e nove prefeitos acionados por improbidade – entre os nove, três foram reeleitos nas últimas eleições. Vários demandados mais de uma vez nas 153* ações de improbidade administrativa ajuizadas pelo Ministério Público Federal na Paraíba (MPF) em 2013. Este foi o saldo de mais um ano de atuação do MPF no combate à corrupção no Estado. Além dos gestores públicos, as ações judiciais também atingiram servidores, particulares e empresas que estiveram envolvidos em irregularidades cometidas na aplicação de recursos federais na Paraíba. As ações abrangem fatos ocorridos em 80 municípios no período de 2001 a 2012. Do total de ações, apenas 14 tramitam em segredo de justiça.
Os desmandos cometidos com o erário envolvem recursos federais oriundos dos Ministérios da Saúde, Educação, Cidades, Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Desenvolvimento Agrário, Turismo e Integração Nacional, no âmbito dos seguintes programas federais: Programa de Apoio a Estados e Municípios para a Educação Fundamental de Jovens e Adultos (Peja), Programa de Aquisição de Alimentos (compra direta local da agricultura familiar), Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), Piso de Atenção Básica (PAB), Programa de Saúde da Família (PSF), Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), Programa Nacional de Apoio ao Transporte do Escolar (Pnate), Programa Brasil Alfabetizado, Programa Agentes do Controle de Endemias (Pace), Programa Saúde Bucal (PSB), Programa Saúde Para Todos (PSPT) e Programa Saúde Para Todos II (PSPT II).
Na avaliação do procurador-chefe do MPF na Paraíba, Rodolfo Alves Silva, esse número representa o compromisso do MPF em promover a realização da Justiça em prol do bem da sociedade e em defesa do Estado Democrático de Direito, conforme preconiza a missão do órgão. “Ainda fazemos pouco em razão de nossas limitações de pessoal. Apesar de termos apenas 15 membros e 159 servidores para cobrir os 223 municípios paraibanos, esses números refletem o esforço de todos os integrantes do MPF na Paraíba para tornar o órgão conhecido pela excelência na promoção da Justiça, da cidadania e no combate ao crime e à corrupção.”
Íntegra disponível – Desde 2009, o Ministério Público Federal na Paraíba apresenta anualmente o balanço das ações de improbidade ajuizadas no ano anterior. Neste ano, o MPF dá mais um passo em direção à transparência, disponibilizando, além de números gerais, a íntegra das ações, em conformidade com o que determina a Política Nacional de Comunicação Social do Ministério Público Federal, instituída pela Portaria PGR/MPF nº 918, de 18 de dezembro de 2013.
Conforme o artigo 9º, inciso III, da política de comunicação, devem ser divulgados os nomes das partes, o número do processo e o link para a íntegra de peças e acompanhamento processual, ressalvada a proteção das informações sigilosas ou pessoais, nos termos da lei. Além de disponibilizar ao público o conteúdo das ações de improbidade propostas, que não estão cobertas por segredo de justiça, o balanço atual também apresenta os números de 2013 num infográfico para facilitar a compreensão dos dados informados.
Total por unidades – Das 153 ações de improbidade ajuizadas no ano passado, 50 estão no âmbito da unidade do Ministério Público Federal em João Pessoa, 25 em Campina Grande (PB), 35 em Patos (PB) e 43 em Sousa (PB). A unidade do MPF em Patos foi instalada em junho de 2013 com atribuição sobre 48 municípios. A partir de então, as ações referentes a irregularidades ocorridas nesses 48 municípios, e que já haviam sido ajuizadas pelo MPF em Campina Grande e Sousa, foram transferidas para a 14ª Vara Federal em Patos.
João Pessoa – Uma das ações ajuizadas pelo MPF na capital partiu da representação de vereadores do município de Dona Inês contra o então prefeito, Antônio Justino de Araújo Neto, por suposta concessão irregular de bolsas de estudo, financiadas com recursos do Fundeb, a seus militantes políticos no ano de 2010. Várias das 50 ações, ajuizadas pela unidade do MPF na capital, resultaram do desmantelamento de esquemas criminosos montados para fraudar licitações.
Outra ação foi ajuizada contra uma prestadora de serviços que recebeu R$ 6.341,00 sem trabalhar. 
Contratada em 1º de março de 2010 para a função de merendeira em uma escola estadual na capital, a servidora ‘fantasma’ se apresentou em 26 de abril do mesmo ano e depois não compareceu mais ao trabalho. Já em Cabedelo, uma ex-diretora de escola municipal cometeu improbidade ao desviar e se apropriar de recursos públicos federais repassados pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação.
Campina Grande - Desde 27 de julho de 2013, tramita na 4ª Vara da Justiça Federal em Campina Grande a ação de improbidade ajuizada pelo MPF contra o ex-prefeito Veneziano Vital do Rego, por homologar licitação nitidamente fraudulenta na construção de 300 cisternas de placas. Na mesma ação foram demandados o ex-prefeito José Luiz Júnior, o servidor público municipal José Luiz Neto, o empresário Luciano Arruda Silva e a servidora pública estadual Anna Thereza Chaves Loureiro. Além da ação de improbidade, também foi proposta denúncia criminal contra o ex-prefeito. A denúncia foi recebida pela Justiça Federal em 2 de agosto de 2013.
Um outro demandado pelo MPF foi o ex-prefeito de Alagoa Nova, Luciano Francisco de Oliveira, juntamente com nove pessoas, por envolvimento em esquema de fraudes na execução de reformas de escolas e posto de saúde no município. A farsa consistiu em usar construtoras de fachada (inexistentes) para fraudar duas licitações na modalidade convite, tendo as empresas 'vencedoras' utilizado maquinário e servidores da própria prefeitura para executar as obras, enquanto os recursos do Fundeb e do Fundo Único de Saúde eram sacados, através de cheques, e em seguida parcela dos mesmos recursos era depositada na conta pessoal do prefeito. Essa prática foi desvendada quando do rastreamento do destino das verbas federais liberadas pela prefeitura para as empresas de fachada.
Patos- Dentre os atos ilícitos que resultaram nas ações ajuizadas pelo MPF em Patos, chama atenção a conduta reiterada do ex-prefeito de Livramento (PB) José de Arimateia Anastácio Rodrigues de Lima (Zé Anastácio), que responde a 20 ações, sendo sete ações penais e 13 por improbidade administrativa. As ações são resultados de desdobramentos da Operação Transparência que desarticulou organização criminosa que criava empresas de fachada para operacionalizar fraudes a licitações, como dispensa indevida de licitações através de simulações de convites e tomadas de preço.
Há ainda casos em que as ações de improbidade foram ajuizadas contra os espólios (conjunto de bens de falecido) de ex-prefeitos de Santa Luzia, Itaporanga. Igualmente, na unidade de João Pessoa houve uma ação de improbidade contra o espólio de ex-prefeito de São João do Tigre.
Sousa - Em Sousa, dois dos prefeitos demandados pelo MPF, por irregularidades cometidas entre 2006 e 2008, foram reeleitos nas eleições de 2012 (Poço de José de Moura e Cachoeira dos Índios). O MPF também ajuizou ações de improbidade contra dois ex-funcionários da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos. Um deles, por colaborar em assalto contra a agência dos Correios no município de Sousa. Outro, por apropriar-se de R$ 84.379,08, em valores recolhidos, sem que houvesse o repasse físico correspondente, "sobrando" a quantia no caixa, indevidamente apropriada pelo funcionário.
Ainda em Sousa, o MPF ajuizou ação de improbidade contra médica por acumulação ilegal de cargos de médica em três municípios, além de exercer o cargo de professora no campus da UFCG em Cajazeiras. Outras seis ações de improbidade foram propostas contra o ex-prefeito de Cajazeiras, Carlos Antônio Araújo Oliveira, por irregularidades como fraude à licitação e reiterada ausência de prestação de contas.
* Todas as ações com íntegra da petição inicial disponibilizada foram acessadas, sem restrições, no Sistema Tebas de consulta processual da Justiça Federal na Paraíba, entre 20 de fevereiro e 11 de março de 2014.
Assessoria

sexta-feira, 4 de abril de 2014

Primeiro “Pitimbu em Ação” atende 400 pessoas com diversos serviços


DSCN6582 DSCN6585
A Prefeitura de Pitimbu, por meio Secretaria de Trabalho e Ação Social, realizou ontem (02), o primeiro Pitimbu em Ação. O evento, que aconteceu na Rua João Claudino de Deus, próximo ao Saae, no centro de Acaú, reuniu todos os serviços oferecidos pela Secretaria em uma ação itinerante. O objetivo da ação é descentralizar, levando aos lugares mais distantes os serviços essenciais que são oferecidos diariamente, em um único dia. Mais de 400 pessoas foram atendidas na ação.
DSCN6577
A população pode aproveitar serviços como aferição de pressão e glicemia. Além disso, os pitimbuenses puderam aproveitar serviços de beleza como limpeza de pele, corte de cabelo, manicure e cuidados com a saúde bucal. Quem precisou de documentos pode retirar a carteira de identidade, reservista, trabalho e do idoso. A ação ainda realizou o cadastramento e atualização cadastral do Bolsa Família, CRAS, entre outros serviços.
10003927_1389898754622371_929464858_n
A ação itinerante acontece toda última semana do mês. A próxima edição do “Pitimbu em Ação” acontecerá no distrito de Taquara.

Portal do Litoral PB com Assessoria

Jovem que sofreu tentativa de homicídio há 15 dias é assassinado em Caaporã


images
Após sofrer uma tentativa de homicídio há 15 dias, o jovem Rosinaldo Trindade do Nascimento, 23 anos, vulgo “Nego” que trabalhava como pescador  foi assassinado na tarde desta quinta-feira (03) na cidade de Caaporã.
O crime aconteceu no Conjunto Mangabeira, na comunidade conhecida como Cangote da Burra. De acordo com informações dos moradores, há 15 dias ele tinha sido atingido com um tiro no mesmo local e ainda estava se recuperando do ferimento.
Na tarde de hoje, dois homens invadiram a residência de Rosinaldo e dispararam diversos tiros, o pescador faleceu ainda dentro de casa.
Rosinaldo respondia um processo na justiça de Caaporã e era irmão de uma mulher que foi assassinada no mês de novembro de 2013, conhecida como “Lunga”.

Portal do Litoral PB 
Imagem Ilustrativa

Justiça afasta Rosilene Gomes do cargo de presidente da FPF por três meses

110015,362,80,0,0,362,271,0,0,0,0
A presidente da Federação Paraibana de Futebol (FPF), Rosilene Gomes, foi afastada do cargo na tarde desta quinta-feira (3). A decisão foi tomada pela juíza da 8ª Vara Cívil, Renata Câmara. A informação foi confirmada pelo procurador do Estado e vice-presidente do Botafogo, Ariano Wanderley.
Uma junta administrativa foi formada para comandar a entidade durante 90 dias. Passam a governar a FPF Ariano Wanderley, o ex-deputado João Máximo Malheiros Feliciano e Eduardo Faustino Diniz.
Em entrevista ao programa Balanço Geral, da rádio 98 FM, Ariano Wanderley explicou que Rosilene Gomes foi deposta por causa de irregularidades nas eleições de 2010. De acordo com o procurador, a suposta fraude foi denunciada pela diretoria do Auto Esporte, que pediu a anulação do pleito. A solicitação foi acatada pela Justiça paraibana e novas eleições devem ser realizadas em breve.
Portal Correio entrou em contato com Rosilene Gomes, mas a pessoa que atendeu o celular disse que ela havia esquecido o aparelho e só teria acesso ao dispositivo móvel novamente nesta sexta-feira (4).
O assessor dela, Geraldo Varela, também foi procurado pelo Portal Correio, mas os dois telefones dele não foram atendidos.

Portal Correio

Acidente em estádio de futebol mata uma criança e deixa outras duas feridas em Pedras de Fogo

134184,362,80,0,0,362,271,0,0,0,0
Um acidente ocorrido estádio municipal de Pedras de Fogo, na Zona da Mata, a 42 quilômetros de João Pessoa, conhecido como ‘O Ronaldão’ deixou uma criança morta e outras duas feridas na tarde desta quinta-feira (3).
De acordo com informações do tenente Thomás Carvalho, comandante da Companhia de Polícia Militar de Pedras de Fogo, o acidente teria sido provocado por um caminhão que estava estacionado nas proximidades do estádio. O veículo teria saído de marcha e, desgovernado, batido contra o muro do estádio e derrubado parte da parede e o portão de acesso à arena.
Três crianças que brincavam próximo ao portão do Ronaldão foram atingidas. Uma delas, de 12 anos de idade, morreu no local e as outras duas foram levadas para o hospital da cidade  pela ambulância do Samu.
As vítimas feridas são dois meninos de 9 e 15 anos.  Eles foram transferidos para o Hospital  de Trauma da Capital no fim da tarde. Ainda não há informações sobre o estado de saúde deles.

Portal Correio
Reprodução/Instagran Nilvan Ferreira

Prefeito de Alhandra elogia Operação “Papel Timbrado” e ratifica que contas e procedimentos de sua gestão estão em conformidade com a Lei


SONY DSC
O prefeito de Alhandra, Marcelo Rodrigues (PMDB), elogiou a “Operação “Papel Timbrado”, deflagrada na manhã desta quinta-feira (03), pelo Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado do Ministério Público da Paraíba (Gaeco/MPPB), em parceria com  vários órgãos estaduais e federais. Tão logo soube da operação, o prefeito se dirigiu à sede da Prefeitura onde se colocou, junto com sua equipe de secretários e auxiliares, à disposição das autoridades. “A atuação dos órgãos de defesa da sociedade é muito importante porque ratifica a idoneidade de quem atua em conformidade com a lei e pune os maus gestores, inibindo a prática de crimes contra o patrimônio e recursos públicos”, afirmou Marcelo Rodrigues.
Em Alhandra, da atual gestão, apenas um processo do setor de licitação  foi levado para averiguação, pelo promotor de Justiça, Raniere Dantas da Silva. Trata-se do processo referente a contratação da empresa Monte Belo que executou as obras de instalação dos 4 mil metros de cerâmica que foram colocados nas escolas municipais, no ano passado. A cerâmica foi doada pela fábrica Elizabeth e a empresa Monte Belo, vencedora da licitação para colocação dos pisos, recebeu R$ 47.527,20 pela  execução do serviço. Segundo o integrante da comissão de licitação da Prefeitura de Alhandra, Elias Araújo, o processo foi levado apenas porque a referida empresa é investigada em outras ações, de outras gestões..
“Não há irregularidade alguma em relação à Prefeitura e a contratação da referida empresa. O processo foi licitado dentro das normas vigentes, o serviço foi realizado integralmente e a empresa recebeu um valor compatível ao serviço executado”, esclarece o procurador geral do município, advogado Rodrigo Cabral. Ele disse ainda que, em relação à Alhandra, outras ações e licitações, também fazem parte das investigações da Operação “Papel Timbrado”,  cujo período de apuração dos fatos remontam, aos anos de 2011 e 2012, período em que a prefeitura de Alhandra era administrada pelo ex-gestor Renato Mendes.
Segundo informações divulgadas durante uma entrevista coletiva na sede da Procuradoria Geral de Justiça, no final da manhã de hoje (03), 10 prefeituras e cerca de 50 empresas foram alvo da Operação que estima um desvio de R$ 200 milhões dos cofres públicos através de crimes de frustração do caráter competitivo de licitações; lavagem ou ocultação de ativos financeiros; falsidade ideológica e participação em organização criminosa. A ação do Gaeco/MPPB também contou com a participação do Ministério Público Federal (MPF), Controladoria Geral da União (CGU), Tribunais de Contas do Estado (TCE) e da União (TCU), pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica, além de Polícias Civil e Militar da Paraíba.

Secom

quinta-feira, 3 de abril de 2014

Tribunal de Contas do Estado reprova contas de dois prefeitos


tceO Tribunal de Contas do Estado, reunido nesta quarta-feira (2), emitiu pareceres contrários à aprovação das contas anuais apresentadas por duas prefeitas paraibanas. No primeiro caso, o de Santana de Mangueira, a prefeita Tânia Mangueira Nitão Nicácio, teve as contas de 2011 reprovadas por gastos indevidos com locação de veículos, devendo por isso devolver a importância de R$ 43,2 mil aos cofres municipais.
A mesma gestora ainda, respondeu – solidariamente, com a empresa Claro Construções e Empreendimentos Ltda. – por despesas excessivas com obras, o que lhe rendeu outra imputação de igual valor. Ela, contudo, ainda pode recorrer dessa decisão tomada pela Corte com base no voto do conselheiro Fernando Catão, relator do processo.
O não recolhimento de contribuições previdenciárias e irregularidade em procedimento licitatório contribuíram para a desaprovação, também, das contas de 2012 encaminhadas ao TCE pela prefeita de Bonito de Santa Fé Alderi de Oliveira Caju, conforme voto do relator Arnóbio Viana, do qual ainda cabe recurso.
O ex-prefeito de Esperança João Delfino Neto teve as contas de 2007 aprovadas em grau de recurso. Com isso, livrou-se de débito superior a R$ 237 mil (atinente a contrato com a oscip Ceneage) que lhe fora inicialmente imputado. Houve aprovação, também, em fase recursal, às contas de 2010 do prefeito do Congo Romualdo Antonio Quirino de Sousa.
O TCE deu provimento parcial a recurso interposto pelo ex-prefeito de Coremas Edilson Pereira de Oliveira, que tivera as contas de 2009 reprovadas por despesas irregulares. O débito inicial a ele imposto, no valor de R$ 650,4 mil, foi agora reduzido para R$ 336 mil, em razão de gastos excessivos com combustíveis. A reprovação a essas contas foi mantida.
A Corte manteve a reprovação das contas de 2009 do ex-prefeito de Santa Inês, Adjefferson Kleber Vieira Diniz, reduzindo, porém, para R$ 834,6 mil o débito superior a R$ 1 milhão que lhe fora inicialmente imputado por despesas irregulares.
Foram aprovadas as contas do prefeito de Nova Floresta (João Elias da Silveira Neto Azevedo, 2011) e as do ex-prefeito de Coxixola (Nelson Honorato da Silva, 2012). O TCE aprovou com ressalvas as contas das Câmaras Municipais de Lucena (2012), Itaporanga (2010), São João do Tigre (2011) e Caaporã (2011).
Os processos constantes da pauta desta quarta-feira representavam movimentação de recursos da ordem de R$ 289.236.909,55. Conduzida pelo presidente Fábio Nogueira, a sessão plenária teve as presenças dos conselheiros Arnóbio Viana, Umberto Porto, Fernando Catão e Arthur Cunha Lima. Também, as dos auditores substitutos de conselheiros Antonio Cláudio Silva Santos, Oscar Mamede Santiago Melo e Antonio Gomes Vieira Filho. O Ministério Público de Contas esteve representado pela procuradora geral do TCE Elvira Samara Pereira de Oliveira.
MaisPB com Assessoria 

Operário é alvejado com um tiro ao sair do trabalho em Pitimbu

PITIMBU
O operário de uma fábrica em Pitimbu, identificado como Eduardo Gomes da Silva, 27 anos, foi atingido um disparo de arma de fogo na madrugada desta quinta-feira (3) quando saia do trabalho.
A polícia informou que por volta de uma hora da madrugada, a vítima saiu da empresa onde trabalha no município de Pitimbu, acompanhado de outras três pessoas  dentro de um carro,  eles foram seguidos por dois homens de moto que não disseram nada e já foram atirando.
Eduardo Gomes foi atingido com um tiro no ombro e socorrido para o  Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena onde passou por uma cirurgia e está em observação, sem risco de morte.
A polícia foi acionada e iniciou as investigações e buscas, mas até agora são desconhecido os autores e os motivos do crime.

Portal do Litoral PB 
Imagem via Whatsapp

Operação “Papel Timbrado” que investiga fraudes recolhe documentos em Alhandra

10171077_383607425112019_99579940_n
Na manhã desta quinta-feira (03) a Operação “Papel Timbrado” deflagrada no estado da Paraíba, recolheu documentos oficiais na prefeitura de Alhandra, referentes a licitações municipais. A Policia Militar e auditores do Tribunal de Contas do Estado (TCE) e do Tribunal de Contas da União (TCU) estiveram no local e apreenderam a documentação necessária para ser analisada pelos orgãos.
Foram sessenta e três mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça do Estado da Paraíba que ainda estão sendo cumpridos, através da operação “Papel Timbrado”, desarticulada pelo Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado do Ministério Público da Paraíba (Gaeco/MPPB), em parceria com o Ministério Público Federal (MPF), Controladoria Geral da União (CGU), Tribunais de Contas do Estado (TCE) e da União (TCU), pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica e Polícias
Além de Alhandra, os mandados estão sendo cumpridos nas cidades de Cabedelo, Mamanguape, Sapé, Mari, Cacimba de Dentro, Salgado de São Félix, Barra de São Miguel, Alagoa Grande, em 15 empresas da construção civil e nas residências dos sócios e também em escritórios de contabilidade, envolvidos em um esquema de fraudes em licitações e lavagem de dinheiro.
Os crimes sobre os quais pesam indícios sobre os investigados são: frustração do caráter competitivo de licitações; lavagem ou ocultação de ativos financeiros; falsidade ideológica e participação em organização criminosa. As penas dos crimes somadas chegam ao máximo de 27 anos de reclusão.
“Papel Timbrado”
A Operação “Papel Timbrado” objetiva apurar a comercialização ilegal de “kits de licitação” (papéis timbrados de construtoras, certidões negativas, contratos sociais, documentos de sócios, propostas de preços e outros documentos comumente exigidos em licitações), boletins de medição e até notas fiscais, no intuito de fraudar licitações e contratos junto aos municípios paraibanos.
Investigações preliminares realizadas pelo Gaeco demonstraram que uma organização criminosa utiliza-se de 53 empresas do ramo da construção civil, sendo a maioria delas “fantasmas”, para se alternar em licitações públicas, frustrando a competitividade e fraudando licitações voltadas à realização de obras e serviços de engenharia. O montante de contratações destas empresas aponta para irregularidades na ordem de R$ 200 milhões.
Levantamentos realizados pelo Gaeco também demonstram que, em três anos (de 2011 a 2013), as 15 empresas mais utilizadas integrantes da organização criminosa foram beneficiadas com contratos cujos valores ultrapassaram R$ 60 milhões e com pagamentos já realizados que superaram R$ 45 milhões, conforme dados obtidos junto ao TCE-PB.

Portal do Litoral PB com Assessoria

Empresa de Pombal é investigada por possível participação em fraudes de R$ 200 milhões na PB

Santa Fé.
Sessenta e três mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça do Estado da Paraíba estão sendo cumpridos, na manhã desta quinta-feira (3), através da operação ‘Papel Timbrado’, desarticulada pelo Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado do Ministério Público da Paraíba (Gaeco/MPPB), em parceria com o Ministério Público Federal (MPF), Controladoria Geral da União (CGU), Tribunais de Contas do Estado (TCE) e da União (TCU), pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica e Polícias Civil e Militar da Paraíba.
Os mandados estão sendo cumpridos nas sedes de diversas prefeituras do Estado, de 15 empresas da construção civil e nas residências dos sócios e também em escritórios de contabilidade, envolvidos em um esquema de fraudes em licitações e lavagem de dinheiro.
Em Pombal no Sertão do estado as Polícias Civil e Militar estiveram no escritório da empresa Santa Fé (foto acima) onde fizeram apreensão de documentos para investigação e convocaram o dono da construtora para prestar esclarecimentos.
Os crimes sobre os quais pesam indícios sobre os investigados são: frustração do caráter competitivo de licitações; lavagem ou ocultação de ativos financeiros; falsidade ideológica e participação em organização criminosa. As penas dos crimes somadas chegam ao máximo de 27 anos de reclusão.
Participam da operação 22 promotores de Justiça, 16 servidores da CGU, um do TCU, 21 do TCE, 74 policiais militares e 81 policiais civis.
Às 11h, será concedida uma entrevista coletiva à imprensa no auditório da Procuradoria-Geral de Justiça do MPPB, localizado no Centro de João Pessoa.
‘Papel Timbrado’
A Operação ‘Papel Timbrado’ objetiva apurar a comercialização ilegal de “kits de licitação” (papéis timbrados de construtoras, certidões negativas, contratos sociais, documentos de sócios, propostas de preços e outros documentos comumente exigidos em licitações), boletins de medição e até notas fiscais, no intuito de fraudar licitações e contratos junto aos municípios paraibanos.
Investigações preliminares realizadas pelo Gaeco demonstraram que uma organização criminosa utiliza-se de 53 empresas do ramo da construção civil, sendo a maioria delas “fantasmas”, para se alternar em licitações públicas, frustrando a competitividade e fraudando licitações voltadas à realização de obras e serviços de engenharia. O montante de contratações destas empresas aponta para irregularidades na ordem de R$ 200 milhões.
Levantamentos realizados pelo Gaeco também demonstram que, em três anos (de 2011 a 2013), as 15 empresas mais utilizadas integrantes da organização criminosa foram beneficiadas com contratos cujos valores ultrapassaram R$ 60 milhões e com pagamentos já realizados que superaram R$ 45 milhões, conforme dados obtidos junto ao TCE-PB.
Equipes de fiscalização da CGU visitaram obras que estariam sendo realizadas pelas empresas investigadas em seis municípios paraibanos e constataram indícios de que as obras são executadas pelas próprias prefeituras, sendo as empresas utilizadas apenas como “fachada” para encobrir o desvio de recursos públicos.
Fala Notícia com Assessoria 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

VISITANTES

busca no blog